Ultima atualização: 7 de junho de 2020

Como escolhemos

19Produtos analisados

30Horas investidas

14Estudos avaliados

108Comentários coletados

O açaí é um superalimento muito conhecido. Você conhece os benefícios deste fruto para a saúde? Você sabia que ele pode te ajudar a reforçar sua ingestão de antioxidantes? O açaí é uma fruta tropical amazônica, destacada por sua riqueza em antocianinas, pigmentos antioxidantes responsáveis pela sua cor roxa.

Os suplementos de açaí são comercializados em formato de pó e cápsulas. São utilizados de forma preventiva para diminuir o dano oxidativo e prevenir o envelhecimento. Além disso, o açaí possui propriedades energizantes e que reduzem o colesterol no sangue. Se você está interessado em aprender mais sobre este fruto, não deixe de ler o nosso guia!

O mais importante

  • O açaí é um fruto de cor roxa que é rico em antocianinas, carboidratos, fibras e gorduras insaturadas. Possui propriedades antioxidantes, energizantes, hipocolesterolêmicas e antienvelhecimento.
  • Apesar de ser abundante no Brasil por ser nativo da região amazônica, é muito consumido em formato de suplementos, seja em pó ou cápsulas.
  • Para comprar um suplemento de açaí de alta qualidade, é necessário considerar alguns critérios de compra: forma de apresentação, vitamina C adicionada, alérgenos e anúncios enganosos.

Os melhores produtos de açaí do mercado: Nossas recomendações

Geralmente, as pessoas que querem consumir açaí para melhorar a saúde ou atrasar o envelhecimento devem obtê-lo através de suplementos, já que este fruto se decompõe em pouco tempo. Analisamos os melhores produtos de açaí do mercado e vamos apresenta-los abaixo:

Um açaí em pó composto 100% de fruta

Esta opção de açaí em pó da marca Amazonito é composta 100% pela fruta, liofilizado, este processo mantém as características da fruta. Em uma embalagem com 90g, basta misturar com água ou outra bebida vegetal ou até mesmo iogurte para fazer o preparo.

Uma ótima opção de açaí em cápsulas

As cápsulas de açaí da Vital Natus estão disponíveis em uma embalagem com 60 cápsulas, o consumo indicado é um máximo de 4 comprimidos por dia. Tem propriedades energizantes e antioxidantes, além de fortalecer o sistema imunológico.

Uma opção de açaí desidratado em pó

Esta opção de açaí em pó desidratado da Levnutra é muito prática e econômica, já que é vendida em uma embalagem de 1kg. Pode ser consumido em diferentes formas, tanto adicionado a frutas como em shakes, molhos, sobremesas, etc, fornecendo muitos benefícios para a saúde.

Cápsulas de açaí veganas

Esta opção de cápsulas de açaí vegana da marca Gola Açaí vem em uma embalagem com 60 cápsulas e cada uma contém 500mg de açaí, a dose diária recomendada é de 2 por dia. É produzido no Brasil e tem certificados nacionais e internacionais de qualidade.

Guia de compras: Tudo que você precisa saber sobre o açaí

O consumo do açaí fresco é limitado aos locais com produção do açaí (região amazônica), enquanto no resto do Brasil e do mundo é possível encontrar a polpa congelada ou consumir em formato de suplementos alimentares. Nesta seção, vamos nos aprofundar nos benefícios e tipos de suplementos de açaí.

girl at beach

O açaí é um fruto de cor roxa que é rico em antocianinas, carboidratos, fibras e gorduras insaturadas. (Fonte: Maridav: 96159177 / 123rf.com)

O que é o açaí?

O açaí é um fruto tropical, cujo habitat natural é a região amazônica. Existem 2 espécies de palmeiras que são capaz de produzi-lo, mas o de maior interesse para a saúde é da Euterpe oleracea.

O açaí é um fruto tropical da região amazônica.

O açaí é uma excelente fonte de antiocianinas (pigmentos antioxidantes), carboidratos, fibras e gorduras insaturadas (1, 2). O açaí é um fruto pequeno e redondo, cujo diâmetro oscila entre 1 e 2cm.

A textura da pele é lisa e a cor é roxa. A polpa no interior é suculenta, doce e saborosa e muitas pessoas afirmam que o seu sabor é parecido com a mistura de chocolate e amora. Sucos, geléias, pós e cápsulas são fabricados a partir do açaí (2).

Qual é o perfil nutricional do açaí fresco e em pó?

O açaí fresco possui uma quantidade significativa de água em sua composição, que é eliminada para o preparo do suplemento em pó. Como a pele é rígida, a porção comestível é a polpa do açaí.

Na seguinte tabela, vamos apresentar as diferenças nutricionais entre a polpa de açaí fresca e desidratada (2, 3).

Informação nutricional Polpa fresca de açaí Polpa liofilizada (desidratada e em pó) de açaí
Calorias (em 100g) 80 Calorias 480 Calorias
Proteínas (em 100g) 2g 8,3g
Carboidratos (em 100g) 7g 19g
Gorduras (em 100g) 6g, dos quais 4,5g correspondem a gorduras saudáveis insaturadas, principalmente ômega 6 e 9 38g, dos quais ao menos 29g correspondem a gorduras saudáveis insaturadas (ômega 6 e 9)
Fibra alimentar 1g 31g

Do total de gorduras do açaí, a metade corresponde ao ácido oleico (ômega 9), que também é o principal ácido graxo do azeite de oliva. As antocianinas são pigmentos que, embora não forneçam calorias, são antioxidantes.

Além disso, o açaí é rico em vitamina A, vitamina E, ferro, cálcio, manganês, cobre, magnésio e potássio (3).

Quais são os benefícios do açaí para a saúde?

Já falamos que os compostos mais importantes do açaí são os pigmentos denominados antocianinas. No entanto, tais flavonóides não são os únicos nutrientes importantes.

Como vamos mostrar abaixo, as gorduras insaturadas, os carboidratos e as fibras também são relacionados com seus benefícios para a saúde:

  • Exerce um poderoso efeito antioxidante: as antocianinas são flavonóides com uma elevada capacidade para neutralizar radicais livres que oxidam as células, causam doenças (cardíacas, neurológicas ou câncer) e aceleram o envelhecimento (4, 5).
  • Proporciona energia: tanto a polpa fresca como o suplemento de açaí em pó são muito concentrados em carboidratos, que são os nutrientes energéticos primordiais. O açaí pode ser consumido como lanche antes ou depois do treino. Também é uma excelente ideia ingerir no café da manhã para ter mais energia (3).
  • Alivia a constipação: a fibra alimentar pode representar até 25% da matéria seca do açaí. A polpa e o pó de açaí estimulam a evacuação intestinal e colaboram no tratamento da constipação (1).
  • Reduz o colesterol no sangue: a capacidade hipocolesterolêmica do açaí é atribuída a presença de ácido oleico ômega 9, que diminui o colesterol “ruim” (LDL) no sangue. Além disso, a fibra alimentar e alguns fitoesteróis que compõe este fruto também contribuem para diminuir o colesterol (6).
  • Atua como neuroprotetor: a polpa do açaí contém flavonóides que, além de ser antioxidantes, reduzem a inflamação associada a alterações metabólicas, por exemplo, a aterosclerose, que afeta o cérebro. O papel neuroprotetor do açaí contra doenças psiquiátricas também é estudado (7, 8).
  • Ajuda a retardar o envelhecimento da pele e dos órgãos internos: existe um índice que avalia a capacidade de um alimento para bloquear os radicais livres que adoecem e envelhecem o organismo. O açaí tem um índice ORAC (capacidade de absorção de radicais de oxigênio) de 18400, que expressa suas magníficas propriedades antioxidantes e antienvelhecimento (9).
  • Aumenta a sensação de saciedade: o alto conteúdo de fibras faz com que o açaí permaneça durante várias horas no estômago, porque prolonga a sensação de saciedade e reduz o apetite. Este efeito é observado quando o açaí é consumido fresco ou em formato de pó (1).
  • Melhora a saúde cardiovascular: os suplementos de açaí são antioxidantes, diminuem o colesterol, fortalecem os vasos sanguíneos e previnem a formação de coágulos sanguíneos. Protegendo assim a saúde cardiovascular e reduzindo o risco de desenvolver doenças cardíacas (10).
  • Protege a saúde visual: as antocianinas aumentam o suprimento cardíaco ocular e previnem a degeneração da retina induzida por estresse oxidativo e/ou inflamação (10).
  • Possui propriedades antimicrobianas: as antocianinas inibem o desenvolvimento de muitas bactérias patogênicas, entre elas, a Escherichia coli (causa frequente de infecções urinárias), Listeria innocua e Aeromonas hydrophilia (10, 11).
  • Ajuda a prevenir ou tratar a diabetes: os flavonóides antocianinas do açaí melhoram a sensibilidade a insulina e previnem a nefropatia diabética, uma das complicações mais frequentes e severas da diabetes (10, 12).
blueberries and others wildfruits

O açaí é muito consumido naturalmente ou em formato de suplementos em pó e cápsulas. (Fonte: Kondratova: 81075930 / 123rf.com)

Quais tipos de suplementos de açaí existem?

Além do açaí in natura, é possível encontrar sua polpa congelada e também em formato de suplementos alimentares, que são encontrados nos seguintes formatos:

  • Pó: a polpa do açaí é submetida a um processo de desidratação chamado liofilização, que consiste em congelar a fruta e converter os cristais de gelo em vapor para eliminar a água. É rápido e efetivo para preservar a qualidade nutricional. O açaí em pó deve ser dissolvido em água, leite, iogurte ou shakes (1).
  • Cápsulas: contém extrato concentrado de açaí envolto em celulose vegetal. Às vezes, o estereato de magnésio é usado como agente antiaglomerante. As cápsulas de açaí são pobres em fibras e gorduras, muito menos fornecem saciedade (1).

É verdade que o açaí serve para emagrecer?

Não há evidências que alguns dos compostos do açaí facilite a perda de peso ou induza a queima de gordura. No caso do açaí em pó, seu consumo diário pode reduzir o apetite e ajudar a controlar a ingestão de alimentos, mas isso ocorre pelo seu conteúdo de fibras (1).

Por outro lado, as antocianinas ajudam a prevenir complicações metabólicas relacionadas com a obesidade, tais como diabetes tipo II, dislipidemia (colesterol e/ou triglicerídeos elevados no sangue), gordura no fígado e doenças cardiovasculares.

Por isso, os suplementos de açaí podem ser benéficos para pessoas com obesidade ou sobrepeso (10).

Ivete OliveiraNutricionista

“O açaí possui mais propriedades do que a uva e, devido à cor arroxeada, é rico em flavonóides, que ajuda no combate aos danos causados pelo estresse oxidativo, auxiliando na saúde celular e, consequentemente, protegendo a saúde do coração.”

Quais são os efeitos colaterais associados ao consumo de açaí?

Os suplementos de açaí são seguros para a saúde, se as doses recomendadas não forem excedidas. O excesso é perigoso, inclusive se for a polpa fresca ou o suco, porque este fruto fornece quantidades elevadas de manganês e pode ser tóxico.

A ingestão excessiva e prolongada de manganês ao longo do tempo pode causar problemas respiratórios e neurológicos (14).

Quais as contraindicações dos suplementos de açaí?

Existem situações as quais os suplementos de açaí não são indicados porque não há evidência que garanta que seu consumo seja seguro em tais condições.

Além disso, estes produtos podem potencializar o efeito de alguns medicamentos ou interferir em exames de diagnóstico. Os suplementos de açaí devem ser evitados nos seguintes casos:

  • Gravidez, amamentação e infância, principalmente crianças menores de 8 anos;
  • Proximidade de uma intervenção cirúrgica, já que o açaí inibe a agregação plaquetária necessária para a coagulação;
  • Uso de medicamentos hipoglicemiantes ou anticoagulantes;
  • Anemia pela deficiência de ferro, já que o manganês pode interferir na assimilação do ferro;
  • Doenças crônicas cardíacas, hepáticas, renais ou endócrinas. É fundamental consultar o médico antes de tomar qualquer suplemento, mesmo que seja de origem natural;
  • Proximidade a realização de uma ressonância magnética nuclear, já que o açaí pode interferir no contraste.
healthy fruit

O açaí é um superalimento muito conhecido. (Fonte: Maridav: 124922678 / 123rf.com)

Critérios de compra

Você já conhece os benefícios do açaí, sua composição nutricional e os diferentes suplementos que existem. Como acontece com todos os alimentos que ganham muita popularidade, no mercado há uma enorme oferta de cápsulas e pó de açaí. Para comprar o produto adequado para você, é importante avaliar os seguintes critérios básicos:

Espécie de Euterpe

Os suplementos de açaí são feitos a partir do fruto da palmeira Euterpe oleraceae, que é a espécie de maior interesse nutricional e medicinal. Existem mais de 20 espécies de Euterpe na selva amazônica, mas somente 2 são explorados comercialmente para vender seus frutos: Euterpe oleracea e Euterpe precatoria (1).

Embora os frutos de açaí da planta Euterpe precatoria sejam iguais ou até mais ricos em antioxidantes que os da Euterpe oleraceae, não existem estudos suficientes em relação as propriedades desta espécie. Portanto, não é certo que seu consumo seja seguro e aconselhável (1).

purple berries

A fibra presente no açaí influencia na sensação de saciedade e no bom funcionamento do intestino. (Fonte: Junqueira: 87940237 / 123rf.com)

Forma de apresentação

Como já mencionamos, os suplementos de açaí são apresentados em formato de pó e cápsulas. As cápsulas são fonte de flavonóides antioxidantes e fitoesteróis, mas não fornecem fibras, carboidratos ou gorduras.

Deste modo, as cápsulas não são recomendadas para o alívio da constipação, não fornecem energia e nem ajudam a reduzir o apetite. A vantagem das cápsulas de açaí é que são fáceis de consumir, seu sabor é neutro e são conservadas em temperatura ambiente.

O pó deve ser misturado com algum líquido ou alimento cremoso antes do seu consumo e seu sabor é doce, ácido e agradável. Os sucos comerciais de açaí não são recomendados porque geralmente tem açúcar adicionado.

Açaí em pó Cápsulas de açaí
Dose diária recomendada 5 a 10g (1 ou 2 colheres) 1 a 3 cápsulas
Sabor Doce, ácido e agradável Suave, quase neutro
Indicações Constipação
Como lanche pré ou pós treino
Apetite elevado
Colesterol sanguíneo alto
Necessidade de aumentar a ingestão de antioxidantes
Histórico próprio ou familiar de doença cardiovascular
Necessidade de incrementar a ingestão de antioxidantes
Diabetes ou pré-diabetes
Histórico próprio ou familiar de doença cardiovascular
Histórico de doenças hereditárias que afetem a visão 

Alérgenos

O açaí é um fruto livre de glúten. No entanto, toda pessoa celíaca deve procurar a informação nutricional ou selo que garanta a ausência deste alérgeno. O açaí também não contém lactose, mas pode haver contaminação cruzada.

Outros alérgenos que podem contaminar os suplementos de açaí são o ovo, a soja, as nozes e amendoim. É obrigatório que no rótulo nutricional sejam especificados os alérgenos presentes em um alimento ou suplemento.

Se você tem alguma alergia alimentar e a informação da embalagem não for clara sobre este aspecto, você não deve comprar o produto.

Propagandas enganosas

O açaí tem sido apontado como um superalimento que ajuda a emagrecer, acelerar o metabolismo e a queimar gordura corporal. Não existe evidência científica em relação a estes supostos benefícios do açaí e, portanto, é necessário desconfiar de qualquer fabricante que afirme isso.

Além disso, há alguns anos foi detectado que alguns suplementos de açaí para a perda de peso possuíam sibutramina, um anorético ilegal. Como resultado, muitos produtos foram retirados do mercado.

Atualmente a sibutramina ainda está proibida e é importante denunciar qualquer fabricante que a inclua em seus complementos alimentares.

Resumo

O açaí (Euterpe oleraceae) é um fruto exótico, original do Amazonas, cujos suplementos são consumidos por pessoas de todo o mundo. O interesse por este fruto se deve a sua excelente qualidade nutricional e, em especial, ao seu conteúdo de antocianinas antioxidantes. Estes flavonóides também são responsáveis pela cor roxa, característica do açaí.

As antocianinas neutralizam os danos oxidativos, protegem a saúde cardiovascular, inibem o desenvolvimento de certas bactérias e previnem a diabetes. O açaí também fornece fibras alimentares, que servem para tratar a constipação e gorduras monoinsaturadas, que ajudam a baixar o colesterol. Se o açaí é consumo de forma responsável, dificilmente causa efeitos colaterais.

Se você gostou do nosso guia sobre açaí, deixe um comentário para nós ou compartilhe em suas redes sociais.

(Fonte da imagem destacada: Acevedo: 107977378 / 123rf.com)

Referências (14)

1. ‎de Lima Yamaguchi et al. Amazon acai: Chemistry and biological activities: A review [Internet]. 2015.
Fonte

2. Cymerys M, Shanley P, Vogt N, Brondizio E. Açaí (Euterpe oleracea). En: Frutales y plantas útiles en la vida amazónica [Internet]. 2012.
Fonte

3. da Silva Menezes E, Torres A, Ubirajara A. Valor nutricional da polpa de açaí (Euterpe oleracea Mart) liofilizada [Internet]. 2008.
Fonte

4. Kang J et al. Bioactivities of açaí (Euterpe precatoria Mart.) fruit pulp, superior antioxidant and anti-inflammatory properties to Euterpe oleracea Mart.[Internet]. 2012.
Fonte

5. Del Pozo Insfran D, Brenes C, Talcott S. Phytochemical Composition and Pigment Stability of Açai (Euterpe oleracea Mart.) [Internet]. 2004.
Fonte

6. Oliveira de Souza M et al. The hypocholesterolemic activity of açaí (Euterpe oleracea Mart.) is mediated by the enhanced expression of the ATP-binding cassette, subfamily G transporters 5 and 8 and low-density lipoprotein receptor genes in the rat [Internet]. 2012.
Fonte

7. Kang et al. Flavonoids from acai (Euterpe oleracea Mart.) pulp and their antioxidant and anti-inflammatory activities [Internet]. 2011.
Fonte

8. Kolinski Machado A et al. Neuroprotective Effects of Açaí (Euterpe oleracea Mart.) against Rotenone In Vitro Exposure [Internet]. 2016.
Fonte

9. Kolevski G, Ivic Kolevska S. Antioxidants in fruits and and human medical research: An overview [Internet]. 2012.
Fonte

10. Khoo H, Azlan A, Tang S, Lim S. Anthocyanidins and anthocyanins: colored pigments as food, pharmaceutical ingredients, and the potential health benefits [Internet]. 2017.
Fonte

11. Belda Galbis C et al. Antimicrobial activity of açaí against Listeria innocua [Internet]. 2015.
Fonte

12. Belwal T, Nabavi SF, Nabavi SH, Habtemariam S. Dietary Anthocyanins and Insulin Resistance: When Food Becomes a Medicine [Internet]. 2017.
Fonte

13. Silva S et al. Health promoting properties of blueberries: a review [Internet]. 2018.
Fonte

14. da Silva V, de Almeida G, Barbosa F. Açaí (Euterpe oleracea Mart.): A Tropical Fruit with High Levels of Essential Minerals—Especially Manganese—and its Contribution as a Source of Natural Mineral Supplementation [Internet]. 2014.
Fonte

Por que você pode confiar em nós?

Romina Cerutti Nutricionista
Licenciada em Nutrição e coach de saúde e bem-estar. Logo depois da graduação, começou a escrever artigos sobre alimentação e nutrição, pois percebeu que as pessoas liam muito sobre esse tema, mas na maioria das vezes, a informação obtida estava errada ou era falsa. Seu objetivo é escrever artigos verídicos, úteis e interessantes para o leitor.
Redatora do Saudável&Forte, Luiza pesquisa com muito cuidado e auxiliar na redação e edição de artigos relevantes que envolvem um dos temas que mais lhe interessam: o universo da suplementação.
Artigo
‎de Lima Yamaguchi et al. Amazon acai: Chemistry and biological activities: A review [Internet]. 2015.
Ir para a fonte
Artigo
Cymerys M, Shanley P, Vogt N, Brondizio E. Açaí (Euterpe oleracea). En: Frutales y plantas útiles en la vida amazónica [Internet]. 2012.
Ir para a fonte
Artigo
da Silva Menezes E, Torres A, Ubirajara A. Valor nutricional da polpa de açaí (Euterpe oleracea Mart) liofilizada [Internet]. 2008.
Ir para a fonte
Artigo
Kang J et al. Bioactivities of açaí (Euterpe precatoria Mart.) fruit pulp, superior antioxidant and anti-inflammatory properties to Euterpe oleracea Mart.[Internet]. 2012.
Ir para a fonte
Artigo
Del Pozo Insfran D, Brenes C, Talcott S. Phytochemical Composition and Pigment Stability of Açai (Euterpe oleracea Mart.) [Internet]. 2004.
Ir para a fonte
Artigo
Oliveira de Souza M et al. The hypocholesterolemic activity of açaí (Euterpe oleracea Mart.) is mediated by the enhanced expression of the ATP-binding cassette, subfamily G transporters 5 and 8 and low-density lipoprotein receptor genes in the rat [Internet]. 2012.
Ir para a fonte
Artigo
Kang et al. Flavonoids from acai (Euterpe oleracea Mart.) pulp and their antioxidant and anti-inflammatory activities [Internet]. 2011.
Ir para a fonte
Artigo científico
Kolinski Machado A et al. Neuroprotective Effects of Açaí (Euterpe oleracea Mart.) against Rotenone In Vitro Exposure [Internet]. 2016.
Ir para a fonte
Artigo
Kolevski G, Ivic Kolevska S. Antioxidants in fruits and and human medical research: An overview [Internet]. 2012.
Ir para a fonte
Artigo
Khoo H, Azlan A, Tang S, Lim S. Anthocyanidins and anthocyanins: colored pigments as food, pharmaceutical ingredients, and the potential health benefits [Internet]. 2017.
Ir para a fonte
Artigo
Belda Galbis C et al. Antimicrobial activity of açaí against Listeria innocua [Internet]. 2015.
Ir para a fonte
Artigo
Belwal T, Nabavi SF, Nabavi SH, Habtemariam S. Dietary Anthocyanins and Insulin Resistance: When Food Becomes a Medicine [Internet]. 2017.
Ir para a fonte
Artigo
Silva S et al. Health promoting properties of blueberries: a review [Internet]. 2018.
Ir para a fonte
Artigo
da Silva V, de Almeida G, Barbosa F. Açaí (Euterpe oleracea Mart.): A Tropical Fruit with High Levels of Essential Minerals—Especially Manganese—and its Contribution as a Source of Natural Mineral Supplementation [Internet]. 2014.
Ir para a fonte