cafeína em cápsula
Ultima atualização: 20 de dezembro de 2020

Como escolhemos

55Produtos analisados

17Horas investidas

25Estudos avaliados

176Comentários coletados

O café é uma das paixões nacionais. Mas tem gente que odeia a bebida! O sabor amargo, imprescindível para uns, é detestável para outros. Se você está nesse time, saiba que isso não significa perder os benefícios de um cafezinho. Você pode recorrer à cafeína em cápsula!

Com este tipo de suplementação, você terá mais energia para as tarefas do dia, melhorar a concentração e, quem sabe, até emagrecer! Neste artigo, vamos mostrar como usar a cafeína para acelerar o metabolismo, a forma ideal de utilização das cápsulas e como escolher o produto ideal. Para saber tudo isso e muito mais, basta continuar com a gente. Vamos lá?




O mais importante

  • A cafeína em cápsula é um suplemento a base de cafeína pura.
  • O suplemento de cafeína em cápsula pode ser utilizado para aumentar a capacidade de atenção e concentração. O uso regular também aumenta o rendimento esportivo e, portanto, pode ajudar no emagrecimento.
  • Na hora de comprar a sua cafeína em cápsula, é importante ficar atento a presença de alérgenos ou compostos de origem animal. Além disso, é preciso avaliar os ingredientes adicionais, caso haja, e a relação custo-benefício do produto.

Os melhores suplementos de cafeína em cápsula: nossas recomendações

A cafeína em cápsula softgel 100% natural

Este suplemento utiliza a cafeína anidra, de pureza superior a 98,5%, para você encarar o dia a dia com foco extra e muito mais disposição. Ele ainda ajuda a acelerar o metabolismo e melhora o desempenho físico e mental.

Com garantia de qualidade e procedência, este suplemento de cafeína em cápsula é fabricado com ingredientes 100% naturais, livre de metais pesados e envasado em cápsulas softgel, que promovem liberação adequada, com desintegração máxima em até 30 minutos.

A cápsula ideal para auxiliar a queima de gordura

O Spike Caffeine Science é um suplemento a base de cafeína, destinado a proporcionar todos os benefícios desta substância ao longo de todo o dia.

Considerada um potente agente termogênico, a suplementação auxilia o equilíbrio do metabolismo, estimulando a queima de gorduras. Além disso, aumenta a resistência aeróbica em exercícios físicos de longa duração.

A embalagem contem 120 unidades de 105 mg. Assim, recomenda-se tomar duas cápsulas ao dia, antes dos exercícios físicos.

A cafeína em cápsula mais indicada para atletas

Nesse momento, o produto selecionado não está disponível no fornecedor. Por isso, o substituímos por outro com características similares. Para relatar um problema.

Das Problem mit diesem Produkt wurde gemeldet. Danke!

Conhecida como um estimulante do sistema nervoso central, a cafeína em cápsula também pode ser utilizada para fornecer um aporte concentrado de energia. E esta é a proposta deste suplemento, que fornece 210 mg da substância em cada dose.

Agindo como auxiliar no combate à fadiga muscular, ele pode ser utilizado antes da prática de exercícios físicos de longa duração. Com ele, você será capaz de melhorar seu desempenho físico e manter a disposição para o restante das tarefas diárias.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre a cafeína em cápsula

A cafeína em cápsula permite que você obtenha todos os benefícios de uma xícara de café sem precisar tomar a bebida. No entanto, para encontrar um produto que atenda às suas necessidades, é preciso saber um pouco mais sobre a ação da cafeína. A seguir, respondemos algumas perguntas e deixamos nossos conselhos sobre este assunto.

cafeína em cápsula

A cafeína em cápsula pode melhorar o rendimento nos treinos da academia. (Fonte: Sementsova: 123902057/ 123rf.com)

O que é a cafeína em cápsula?

A cafeína em cápsula é um suplemento que concentra uma grande quantidade de cafeína pura. Ele é muito popular entre esportistas, estudantes e pessoas que não gostam de tomar café, mas precisam de uma dose extra de energia.

Há quem recorra às cápsulas para acelerar o metabolismo, com a intenção de perder peso.

Conhecendo o efeito estimulante do café, do chá e de outras bebidas energéticas, algumas pessoas buscam a cafeína em cápsula como alternativa ao consumo da bebida. Seja por não gostar do sabor ou para evitar o consumo excessivo de energéticos (1).

A facilidade de consumo da cafeína em cápsula não atrapalha o ritmo da vida diária. Além disso, ela permite ingerir uma dose regular todos os dias. Mais do que prático, a eficácia do uso do suplemento tem comprovação científica, como mostraremos a partir de agora!

Alexandra FloresFarmacêutica
"Quando tomar a cafeína em cápsula, monitore a frequência cardíaca. O ideal é que ela se mantenha a menos de 86 batidas por minuto. Se passar de 90, é preciso suspender a suplementação".

A cafeína em cápsula combate a fadiga?

Quem nunca recorreu a uma xícara de café para se manter acordado? Mas, substituir o café passado na hora por uma cápsula pode ser eficaz? Essa molécula realmente recobra a energia ou apenas camufla o cansaço? Vamos esclarecer essas dúvidas!

A cafeína, trending topic na lista dos estimulantes (2)

  • Esconde o cansaço: Quando precisa descansar, o organismo produz substâncias químicas para indicar ao cérebro que está na hora de dormir. É assim que o sono chega! A cafeína é capaz de sabotar esses sinais e fazer com que o corpo não "perceba" o cansaço;
  • Sempre alerta: O consumo de cafeína ativa a produção de substâncias estimulantes no organismo. Com ela, o corpo consegue produzir mais adrenalina, por exemplo, deixando todo o organismo em estado de alerta;
  • Sem apertar a "soneca": Quando o corpo pede "só mais cinco minutinhos" na cama, uma cápsula de cafeína pode ser a solução. Em cerca de meia hora, você já se sentirá pronto para começar o dia.

Apesar de ajudar a lidar com a rotina corrida e o cansaço comum entre tantas atividades, será que faz bem ignorar os sintomas que o organismo envia quando é "hora de parar"?

Uma luz sobre o uso da cafeína em cápsula contra o cansaço (3, 4, 5, 6)

  • O melhor: a cafeína pode melhorar o humor e a capacidade de atenção e concentração em pessoas que não dormem tempo suficiente. Além disso, esta molécula tem efeito antioxidante e pode proteger o cérebro de pessoas que descansam pouco;
  • O pior: há indícios de que tomar muita cafeína (em cápsulas ou em bebidas) pode levar à dependência desta substância. Assim, a pessoa entra em um círculo vicioso que pode afetar a vida diária e, aos poucos, fazer com que a fadiga se torne permanente.

Nosso conselho: Se a cafeína em cápsula te faz bem, prefira recorrer a ela para manter-se desperto em momentos pontuais. Se, porém, você está sempre cansado e não consegue "funcionar" sem a cafeína, pode ser hora de buscar uma avaliação médica.

A cafeína em cápsula melhora a concentração?

Sim, a suplementação com cafeína em cápsula pode ajudar a melhorar o rendimento no trabalho e nos estudos. Os experimentos com a substância mostraram que ela pode acelerar o processamento de informações no cérebro.

Além disso, ela ajuda a manter o estado de alerta e a motivação, sobretudo em jornadas mais extenuantes de trabalho ou estudos. No entanto, o excesso de cafeína (a partir de 450 mg, para a maioria das pessoas) tende a prejudicar a chamada “memória de trabalho”.

Isso significa que, ao ingerir uma quantidade elevada de cafeína, você corre o risco que esquecer pequenos detalhes necessários para a execução eficiente do seu trabalho diário (7, 8). Se repetidas, essas falhas podem se tornar um problema!

Nosso conselho: Se você é um adulto saudável, pode recorrer à cafeína em cápsula para melhorar o rendimento intelectual. Entretanto, evite abusar do uso da substância para manter a fadiga, a agitação e o nervosismo sob controle.

cafeína em cápsula

Usar a cafeína em cápsula é mais econômico do que comprar café todos os dias em uma cafeteria. (Fonte: Dolgachov: 84758573/ 123rf.com)

A cafeína em cápsula é eficaz para esportistas?

Os suplementos de cafeína em cápsula podem aumentar a motivação e aumentar a resistência durante os exercícios, de acordo com pesquisas científicas. Por isso, muitos esportistas optam pelo uso da cápsula antes do treino. Os resultados são visíveis (9, 10)!

Se você joga futebol, levanta peso na academia ou pratica atletismo, pode ter na cafeína um aliado para melhorar o rendimento de forma considerável. Este efeito pode ser mais potente em atletas do sexo masculino. Porém, as mulheres também podem se beneficiar dos efeitos da cafeína.

Ainda assim, é bom lembrar que já foram descritos problemas de comportamento, ansiedade e até verdadeiros transtornos psicológicos decorrentes da dosagem excessiva desta substância. O ideal é não ultrapassar 400 mg por dia (11).

Nosso conselho: Aproveite os efeitos da cafeína em cápsula para levar seu treinamento a um novo nível. No entanto, evite abusar deste suplemento. Quem é menor de idade ou tem qualquer problema emocional ou psicológico, precisa conversar com um médico antes de iniciar a suplementação com cafeína em cápsula.

A cafeína em cápsula pode ser usada para emagrecer?

Ao que tudo indica, a cafeína pode ser um verdadeiro queimador de gordura! Estudos mostraram que ela é capaz de aumentar o consumo de calorias. Mais que isso: a cafeína pode ajudar a converter a gordura corporal em energia.

Combinado com exercícios físicos regulares e uma dieta equilibrada, o uso deste suplemento pode potencializar o processo de perda de peso (12, 13).

Infelizmente, este efeito digno de comemoração tem um grande "senão". O fato é que o corpo se acostuma rapidamente com a cafeína. Assim, o metabolismo encontrará rapidamente um "equilíbrio” e deixara de gastar mais calorias do que o normal (14).

Nosso conselho: A cafeína em cápsula vai ajudar no emagrecimento se você não tiver o costume de tomar café, chá ou outras bebidas com a substância. Além disso, é preciso combinar o uso das cápsulas com uma dieta saudável, como a Mediterrânea, por exemplo. Converse com seu nutricionista!

cafeína em cápsula

Não misture o consumo da cafeína em cápsula com o uso de álcool. (Fonte: Microgen: 120510055/ 123rf.com)

Quais são os inconvenientes do uso da cafeína em cápsula?

A cafeína é um composto muito presente no dia a dia da maioria das pessoas. Mas nem por isso o uso recorrente a torna uma substância "sem efeito" para o organismo.

Neste sentido, a maior concentração da substância nas cápsulas pode trazer alguns inconvenientes. Assim, recomendamos que você conheça os principais deles antes de começar a suplementação (1, 6, 15):

  • Elevação da pressão arterial: poucos minutos depois de consumir cafeína, ocorre uma elevação da tensão arterial. As pessoas que sofrem hipertensão (a chamada pressão alta), podem ter algum problema. Por isso, o ideal é limitar o consumo de cafeína (em cápsula ou bebidas);
  • Aumento de frequência cardíaca: a cafeína pode provocar taquicardia e palpitações na pessoas mais sensíveis. Esta condição pode piorar a saúde de indivíduos que já convivem com problemas cardíacos;
  • Ansiedade: a cafeína em cápsula pode provocar nervosismo e ansiedade em algumas pessoas. Para outras, pode potencializar tremores e a falta de concentração. Estes efeitos são mais frequentes quando consumidas grandes doses de cafeína (acima de 400 mg por dia);
  • Insônia: que a cafeína é capaz de mantê-lo acordado, não temos dúvida. Se você deseja aumentar a concentração nas tarefas diárias, mas tem dificuldades para dormir à noite, evite ingerir a substância nos períodos da tarde e noite;
  • Tolerância: os benefícios da cafeína diminuem com o tempo, como mostramos há pouco. Para seguir aproveitando suas vantagens, será preciso aumentar a dose. No entanto, isso pode levar a mais chances de surgimento de efeitos colaterais. Por isso, o consumo pontual de cafeína é mais indicado do que o uso regular da substância;
  • Dependência: Se você deixar de tomar a cafeína de uma dia para outro, o seu corpo poderá sofrer com uma “síndrome de abstinência”. Como resultado, aparecerá dor de cabeça, mal estar, nervosismo, fadiga e dificuldade de concentração. Estes sintomas duram entre 2 e 6 dias, na maioria dos casos.

Como usar a cafeína em cápsula?

Antes de iniciar o uso da cafeína em cápsula, é importante passar por uma avaliação médica, para saber sobre o seu estado gral de saúde. Se você é um adulto saudável, pode se beneficiar deste suplemento. Para isso, é importante seguir as instruções profissionais e não ultrapassar a dose recomendada.

Nas próximas linhas, vamos trazer a informação mais atualizada sobre o uso da cafeína em cápsula. No entanto, é sempre bom lembrar que este guia é apenas informativo e não dispensa a orientação de um profissional de saúde.

Dose

Quantas cápsulas de cafeína ingerir por dia: A resposta depende da sua sensibilidade e, sobretudo, da dose de cada cápsula (11).

  • 50 a 100 mg de cafeína por dia é considerada uma dose baixa, equivalente a uma ou duas xícaras de café preto. Se você não costuma ingerir cafeína, o recomendado é começar com essa dosagem;
  • 200 a 300 mg diários equivalem a um consumo “moderado”, de acordo com estudos. Quem já tem o hábito de tomar café, pode aumentar a dose de cafeína em cápsula até chegar a essa quantidade;
  • A partir de 400 mg de cafeína por dia, a probabilidade de sofrer tolerância, dependência e efeitos colaterais fica maior. Portanto, não é recomendado que se ultrapasse essa quantidade de cafeína diariamente.

Horário de ingestão

Nosso conselho é para que a cafeína em cápsula seja ingerida pela manhã. Você pode, por exemplo, tomar durante o café da manhã ou meia hora antes de treinar ou começar a jornada de trabalho ou de estudos.

Uma alternativa é dividir a dose em vária porções ao longo do dia. No entanto, lembre-se que, quanto mais tarde a cafeína for ingerida, maior será a probabilidade de que você tenha dificuldades para dormir (16).

Duração da suplementação

Como mostramos, o corpo humano tem facilidade em desenvolver tolerância à ação da cafeína. Se o tempo  de suplementação for prolongado — e associado a altas doses — os benefícios diminuem e os efeitos colaterais aumentam.

Por este motivo, a orientação é para que você fique atento à resposta do seu corpo. Em algumas pessoas, bastam 5 dias para que seja desenvolvida tolerância aos efeitos. Já outras, sempre continuarão sentindo os benefícios da cafeína, sem efeitos adversos.

Soluções para a tolerância e para a dependência

Se você quer evitar ou reduzir a sua tolerância à cafeína, pode usar uma estratégia para que o corpo "esqueça" da substância, deixando de ingerir o suplemento por um ou dois meses.

No entanto, se sua intenção é evitar a “síndrome de abstinência” ao parar de consumir a cafeína em cápsula, o ideal é diminuir a ingestão gradualmente. Assim, será possível evitar o mau humor, a fadiga e a dor de cabeça comuns quando se suspende o consumo deste tipo de suplementos (17).

cafeína em cápsula

A cafeína em cápsula só deve ser utilizadas por pessoas adultas e saudáveis. (Fonte: Diaz: 49087695/ 123rf.com)

Quais as precauções de uso da cafeína em cápsula?

A cafeína em cápsula, assim como todo suplemento, deve ser usada com responsabilidade. Ao contrário, pode trazer efeitos indesejados. De maneira geral, você pode seguir essas recomendações durante o período de suplementação com a cafeína (15):

  1. Não tome mais de 400 mg de cafeína em um dia;
  2. Crianças e adolescentes não devem tomar cafeína em cápsulas;
  3. Considere seu consumo diário de café como parte da dose de cafeína;
  4. Fique atento à interação com medicamentos como fármacos psiquiátricos, contraceptivos orais ou antibióticos;
  5. Não use cafeína em cápsula se tiver problemas crônicos de saúde;
  6. Evite o uso de cafeína se estiver grávida ou amamentando;
  7. Suspenda o uso do suplemento de surgirem dor de cabeça, nervosismo, tremores ou insônia;
  8. Não misture a cafeína em cápsula com álcool (18);
  9. Não combine o suplemento de cafeína com outras drogas.

Critérios de compra

Antes de escolher o suplemento de cafeína em cápsula mais indicado para você, lembre-se de todas as informações que passamos até aqui. E mais! Fique atento a critérios técnicos e práticos que podem fazer a diferença nos resultados da sua suplementação:

Aptidão para veganos

A cafeína tem origem vegetal. Assim, não há restrição de consumo para veganos e vegetarianos. No entanto, é bom certificar-se sobre a composição do revestimento da cápsula. Em alguns casos, ele é feito com gelatina animal. Confira essa informação na descrição do produto antes de comprar.

cafeína em cápsula

Não ultrapasse a dose de 400 mg de cafeína por dia. (Fonte: Padabed: 128248629/ 123rf.com)

Outros ingredientes

A cafeína pode atuar em sinergia com outras substâncias, com efeitos positivos para o organismo. Na tabela abaixo, mostramos as combinações mais comuns nos suplementos (20, 21, 22, 23, 24, 25):

Substância Efeito
L-teanina Reduz o nervosismo e melhora o rendimento intelectual
Guaraná Potencializa o efeito estimulante, ajuda como queimador de gordura e no pré-treino. Pode ter efeitos colaterais (nervosismo, palpitações e problemas cardíacos)
L-carnitina Melhora o rendimento esportivo e a queima de calorias
Colina Ajuda a melhorar a memória de curto prazo e o desempenho intelectual
Vitaminas do grupo B Ajudam a manter o equilíbrio metabólico, controlar a fadiga e melhorar o rendimento físico
Taurina Ajuda no bom funcionamento do coração e do cérebro. Normalmente, é usado em bebidas energéticas

Alergias

Apesar de ser muito raro, existem pessoas com alergia ou hipersensibilidade à cafeína. Nestes casos, podem ocorrer sintomas que vão de irritação na pele à dificuldade para respirar (19). Se você já manifestou reações a bebidas com cafeína, é melhor evitar o suplemento.

Pessoas com doença celíaca, alergia a lactose ou outras intolerâncias devem verificar as informações da embalagem para se certificar sobre a ausência de alérgenos, sobretudo quando houver combinação de mais ingredientes na fórmula.

Relação custo-benefício

A cafeína em cápsula é um suplemento acessível. No entanto, é importante avaliar a dosagem e a quantidade de drágeas presentes em cada produto antes de comprar.

Vale ter em mente que, quando há outros ingredientes associados, o custo costuma ser maior. Neste sentido, recomendamos refletir sobre a necessidade de consumo de substâncias adicionais, para não fazer um investimento desnecessário!

Resumo

A cafeína em cápsula é uma alternativa “moderna” para quem não que consumir o café, mas tem interesse nos benefícios que esta molécula traz, especialmente para ajudar a encarar a rotina corrida. Além de econômica, a suplementação é uma forma prática de garantir a ingestão diária de cafeína, para ter mais disposição e vigor físico.

Neste artigo, mostramos os benefícios desta prática, mas também trouxemos alertas sobre o consumo excessivo de cafeína. Atento à dosagem ideal e com as nossas orientações sobre o uso seguro e os critérios de compra, estamos certos de que você está pronto para rever nossa lista de produtos selecionados e fazer a melhor escolha!

Se gostou deste guia, aproveite para compartilhar em suas redes sociais e deixar-nos um comentário logo abaixo. É sempre bom saber sua opinião. Até mais!

(Fonte da imagem destacada: Microgen: 120510064/ 123rf.com)

Referências (25)

1. Renda G, De Caterina R. Caffeine. In: Principles of Nutrigenetics and Nutrigenomics: Fundamentals of Individualized Nutrition . Elsevier; 2019. p. 335–40.
Fonte

2. Lane JD, Pieper CF, Phillips-Bute BG, Bryant JE, Kuhn CM. Caffeine affects cardiovascular and neuroendocrine activation at work and home. Psychosom Med . 2002 ;64(4):595–603.
Fonte

3. Alhaider IA, Aleisa AM, Tran TT, Alzoubi KH, Alkadhi KA. Chronic caffeine treatment prevents sleep deprivation-induced impairment of cognitive function and synaptic plasticity. Sleep. 2010 ;33(4):437–44.
Fonte

4. Penetar D, McCann U, Thorne D, Kamimori G, Galinski C, Sing H, et al. Caffeine reversal of sleep deprivation effects on alertness and mood. Psychopharmacology (Berl). 1993;112(2–3):359–65.
Fonte

5. O’callaghan F, Muurlink O, Reid N. Effects of caffeine on sleep quality and daytime functioning.Vol. 11, Risk Management and Healthcare Policy. Dove Medical Press Ltd; 2018. p. 263–71.
Fonte

6. Chaudhary NS, Grandner MA, Jackson NJ, Chakravorty S. Caffeine consumption, insomnia, and sleep duration: Results from a nationally representative sample. Nutrition. 2016 Dec 1 ;32(11–12):1193–9.
Fonte

7. Ullrich S, de Vries YC, Kühn S, Repantis D, Dresler M, Ohla K. Feeling smart: Effects of caffeine and glucose on cognition, mood and self-judgment. Physiol Behav. 2015 Nov 1 ;151:629–37.
Fonte

8. Butt MS, Sultan MT. Coffee and its consumption: Benefits and risks . Vol. 51, Critical Reviews in Food Science and Nutrition. 2011. p. 363–73.
Fonte

9. Mielgo-Ayuso J, Marques-Jiménez D, Refoyo I, Del Coso J, León-Guereño P, Calleja-González J. Effect of caffeine supplementation on sports performance based on differences between sexes: A systematic review . Vol. 11, Nutrients. MDPI AG; 2019.
Fonte

10. Cox GR, Desbrow B, Montgomery PG, Anderson ME, Bruce CR, Macrides TA, et al. Effect of different protocols of caffeine intake on metabolism and endurance performance. J Appl Physiol . 2002 ;93(3):990–9.
Fonte

11. Cappelletti S, Daria P, Sani G, Aromatario M. Caffeine: Cognitive and Physical Performance Enhancer or Psychoactive Drug? Curr Neuropharmacol. 2014;13(1):71–88.
Fonte

12. Rustenbeck I, Lier-Glaubitz V, Willenborg M, Eggert F, Engelhardt U, Jörns A. Effect of chronic coffee consumption on weight gain and glycaemia in a mouse model of obesity and type 2 diabetes. Nutr Diabetes. 2014 ;4(JUNE):e123.
Fonte

13. Tabrizi R, Saneei P, Lankarani KB, Akbari M, Kolahdooz F, Esmaillzadeh A, et al. The effects of caffeine intake on weight loss: a systematic review and dos-response meta-analysis of randomized controlled trials.Vol. 59, Critical Reviews in Food Science and Nutrition. Taylor and Francis Inc.; 2019 [citado em 24 de novembro de 2019]. p. 2688–96.
Fonte

14. Icken D, Feller S, Engeli S, Mayr A, Müller A, Hilbert A, et al. Caffeine intake is related to successful weight loss maintenance. Eur J Clin Nutr. 2016;70(4):532–4.
Fonte

15. Caffeine: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning.
Fonte

16. Killgore WDS, Kamimori GH. Multiple caffeine doses maintain vigilance, attention, complex motor sequence expression, and manual dexterity during 77 hours of total sleep deprivation. Neurobiol Sleep Circadian Rhythm. 2020;9:100051.
Fonte

17. Dager SR, Layton ME, Strauss W, Richards TL, Heide A, Friedman SD, et al. Human brain metabolic response to caffeine and the effects of tolerance. Am J Psychiatry . 1999 Feb ;156(2):229–37.
Fonte

18. Ferré S, O’Brien MC. Alcohol and Caffeine: The Perfect Storm. J Caffeine Res . 2011 Sep ;1(3):153–62.
Fonte

19. Caffeine Allergy – Symptoms, Causes, Coffee, Treatment, Preventing.
Fonte

20. Guarana: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning . [publicado em 30 de abril de 2020].
Fonte

21. Hongu N, Sachan DS. Caffeine, carnitine and choline supplementation of rats decreases body fat and serum leptin concentration as does exercise. J Nutr. 2000 ;130(2):152–7.
Fonte

22. Lardner AL. Neurobiological effects of the green tea constituent theanine and its potential role in the treatment of psychiatric and neurodegenerative disorders. Nutr Neurosci. 2014;17(4):145–55.
Fonte

23. Vincent J Giannetti NN. The Effect of Caffeine and Choline Combinations on Short-term Visual and Auditory Memory. Clin Pharmacol Biopharm. 2013;02(02):1–6.
Fonte

24. Spradley BD, Crowley KR, Tai CY, Kendall KL, Fukuda DH, Esposito EN, et al. Ingesting a pre-workout supplement containing caffeine, B-vitamins, amino acids, creatine, and beta-alanine before exercise delays fatigue while improving reaction time and muscular endurance. Nutr Metab. 2012;9:28.
Fonte

25. Jeukendrup AE, Randell R. Fat burners: Nutrition supplements that increase fat metabolism. Obes Rev . 2011;12(10):841–51
Fonte

Por que você pode confiar em nós?

Artigo científico
Renda G, De Caterina R. Caffeine. In: Principles of Nutrigenetics and Nutrigenomics: Fundamentals of Individualized Nutrition . Elsevier; 2019. p. 335–40.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Lane JD, Pieper CF, Phillips-Bute BG, Bryant JE, Kuhn CM. Caffeine affects cardiovascular and neuroendocrine activation at work and home. Psychosom Med . 2002 ;64(4):595–603.
Ir para a fonte
Estudo em animais
Alhaider IA, Aleisa AM, Tran TT, Alzoubi KH, Alkadhi KA. Chronic caffeine treatment prevents sleep deprivation-induced impairment of cognitive function and synaptic plasticity. Sleep. 2010 ;33(4):437–44.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Penetar D, McCann U, Thorne D, Kamimori G, Galinski C, Sing H, et al. Caffeine reversal of sleep deprivation effects on alertness and mood. Psychopharmacology (Berl). 1993;112(2–3):359–65.
Ir para a fonte
Artigo científico
O’callaghan F, Muurlink O, Reid N. Effects of caffeine on sleep quality and daytime functioning.Vol. 11, Risk Management and Healthcare Policy. Dove Medical Press Ltd; 2018. p. 263–71.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Chaudhary NS, Grandner MA, Jackson NJ, Chakravorty S. Caffeine consumption, insomnia, and sleep duration: Results from a nationally representative sample. Nutrition. 2016 Dec 1 ;32(11–12):1193–9.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Ullrich S, de Vries YC, Kühn S, Repantis D, Dresler M, Ohla K. Feeling smart: Effects of caffeine and glucose on cognition, mood and self-judgment. Physiol Behav. 2015 Nov 1 ;151:629–37.
Ir para a fonte
Artigo científico
Butt MS, Sultan MT. Coffee and its consumption: Benefits and risks . Vol. 51, Critical Reviews in Food Science and Nutrition. 2011. p. 363–73.
Ir para a fonte
Revisão sistemática
Mielgo-Ayuso J, Marques-Jiménez D, Refoyo I, Del Coso J, León-Guereño P, Calleja-González J. Effect of caffeine supplementation on sports performance based on differences between sexes: A systematic review . Vol. 11, Nutrients. MDPI AG; 2019.
Ir para a fonte
Artigo científico
Cox GR, Desbrow B, Montgomery PG, Anderson ME, Bruce CR, Macrides TA, et al. Effect of different protocols of caffeine intake on metabolism and endurance performance. J Appl Physiol . 2002 ;93(3):990–9.
Ir para a fonte
Artigo científico
Cappelletti S, Daria P, Sani G, Aromatario M. Caffeine: Cognitive and Physical Performance Enhancer or Psychoactive Drug? Curr Neuropharmacol. 2014;13(1):71–88.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Rustenbeck I, Lier-Glaubitz V, Willenborg M, Eggert F, Engelhardt U, Jörns A. Effect of chronic coffee consumption on weight gain and glycaemia in a mouse model of obesity and type 2 diabetes. Nutr Diabetes. 2014 ;4(JUNE):e123.
Ir para a fonte
Revisão sistemática
Tabrizi R, Saneei P, Lankarani KB, Akbari M, Kolahdooz F, Esmaillzadeh A, et al. The effects of caffeine intake on weight loss: a systematic review and dos-response meta-analysis of randomized controlled trials.Vol. 59, Critical Reviews in Food Science and Nutrition. Taylor and Francis Inc.; 2019 [citado em 24 de novembro de 2019]. p. 2688–96.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Icken D, Feller S, Engeli S, Mayr A, Müller A, Hilbert A, et al. Caffeine intake is related to successful weight loss maintenance. Eur J Clin Nutr. 2016;70(4):532–4.
Ir para a fonte
Site oficial
Caffeine: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Killgore WDS, Kamimori GH. Multiple caffeine doses maintain vigilance, attention, complex motor sequence expression, and manual dexterity during 77 hours of total sleep deprivation. Neurobiol Sleep Circadian Rhythm. 2020;9:100051.
Ir para a fonte
Artigo científico
Dager SR, Layton ME, Strauss W, Richards TL, Heide A, Friedman SD, et al. Human brain metabolic response to caffeine and the effects of tolerance. Am J Psychiatry . 1999 Feb ;156(2):229–37.
Ir para a fonte
Artigo científico
Ferré S, O’Brien MC. Alcohol and Caffeine: The Perfect Storm. J Caffeine Res . 2011 Sep ;1(3):153–62.
Ir para a fonte
Site oficial
Caffeine Allergy – Symptoms, Causes, Coffee, Treatment, Preventing.
Ir para a fonte
Site oficial
Guarana: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning . [publicado em 30 de abril de 2020].
Ir para a fonte
Artigo científico
Hongu N, Sachan DS. Caffeine, carnitine and choline supplementation of rats decreases body fat and serum leptin concentration as does exercise. J Nutr. 2000 ;130(2):152–7.
Ir para a fonte
Artigo científico
Lardner AL. Neurobiological effects of the green tea constituent theanine and its potential role in the treatment of psychiatric and neurodegenerative disorders. Nutr Neurosci. 2014;17(4):145–55.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Vincent J Giannetti NN. The Effect of Caffeine and Choline Combinations on Short-term Visual and Auditory Memory. Clin Pharmacol Biopharm. 2013;02(02):1–6.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Spradley BD, Crowley KR, Tai CY, Kendall KL, Fukuda DH, Esposito EN, et al. Ingesting a pre-workout supplement containing caffeine, B-vitamins, amino acids, creatine, and beta-alanine before exercise delays fatigue while improving reaction time and muscular endurance. Nutr Metab. 2012;9:28.
Ir para a fonte
Artigo científico
Jeukendrup AE, Randell R. Fat burners: Nutrition supplements that increase fat metabolism. Obes Rev . 2011;12(10):841–51
Ir para a fonte
Resenhas