Ultima atualização: 5 de agosto de 2021

Como escolhemos

5Produtos analisados

26Horas investidas

25Estudos avaliados

112Comentários coletados

Você já deve ter ouvido falar do THC, o composto psicotrópico (e ilegal) da maconha ou maconha. Se você é um entusiasta de canabinóides, provavelmente você também está familiarizado com CBD, seu irmão "sério" com poderes terapêuticos, mas sem atividade narcótica. Que tal CBG? Soa familiar?

CBG ou canabigerol é considerado por alguns como sendo o "pai" dos canabinóides. Esta molécula interessante é necessária para a síntese de CBD e THC. Entretanto, se sua transformação for interrompida, obtemos um produto que pode ter um enorme poder anti-inflamatório e antioxidante. Se você quer saber mais sobre CBG, não perca este artigo!




Destaques

  • A CBG é uma molécula encontrada na planta da maconha. Ao contrário do THC, falta-lhe atividade psicotrópica.
  • Os supostos efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e neuroprotectores do óleo de CBG estão sendo estudados. Na Espanha, este produto só pode ser usado topicamente.
  • Verifique se a legislação em sua região permite a compra de CBG. Se assim for, escolha um produto que venha de um fabricante certificado e que tenha sido sintetizado com os mais altos padrões de qualidade em termos de método de extração, conteúdo de THC, óleo veicular e embalagem.

Guia de compra: O que você precisa saber sobre o canabigerol

Cannabigerol, ou CBG, é uma molécula canabinoide com atividade antiinflamatória, antioxidante e neuroprotetora in vitro. O CBG em sua forma ácida é um precursor de outros canabinóides mais conhecidos, como o THC e o CBD. Falta-lhe efeitos narcóticos. Seus benefícios e efeitos colaterais estão atualmente em estudo.

CBG é obtido da planta de canábis.
(Fonte: Stokkete: 48739553/ 123rf.com)

O que é CBG?

Cannabigerol ou CBG é uma molécula pertencente ao grupo dos canabinóides. Estes compostos são extraídos de plantas de cânhamo do gênero Cannabis (C. sativa, C. indica e C. ruderalis), sendo o mais famoso canabinóide THC ou tetrahidrocanabidiol. Entretanto, ao contrário do THC, o CBG não parece ter efeitos psicoativos e teria potencial medicinal (1, 2).

De acordo com estudos, o CBG seria uma molécula necessária para a síntese de outros canabinóides como o THC ou CBD (canabigerol, outra molécula não-psicoativa que você pode aprender mais sobre em ). Em outras palavras, o canabigerol apareceria primeiro na planta de cannabis e através de uma série de reações químicas, ele "amadureceria" em THC, CBD e outros compostos (3).

Entretanto, se a planta de cânhamo for exposta a certas condições de luz e calor, ou se ela contiver uma alteração genética específica, a transformação enzimática do CBG não poderá ocorrer. Como resultado, teremos plantas de cannabis ricas em CBG com baixo potencial psicotrópico que não podem ser usadas para fins recreativos.

Raphael MechoulamProfesor de Química y descubridor del CBG (Israel )
"Quimicamente falando, não existe algo como "cannabis medicinal", porque é algo que não é padronizado. Não é um remédio.

O que sabemos sobre os efeitos do CBG?

A molécula de canabigerol poderia ser usada para fins antioxidantes, anti-inflamatórios e neuroprotetores, de acordo com especialistas que a pesquisam atualmente. A CBG agiria ligando-se aos receptores do sistema endocannabinoide, uma complexa rede de sinalização no corpo envolvido em processos como fome, prazer e dor (1, 4).

Sem propriedades psicoativas, a CBG não seria capaz de produzir a sensação intoxicante comumente associada ao uso de cannabis (THC). Ao invés disso, seus efeitos seriam mais similares aos da CDB e sua ação anti-inflamatória e antioxidante poderia ser usada para tratar certas doenças. Esses benefícios potenciais estão resumidos na tabela abaixo:

Efeito e possível benefício Tipo de estudo Resultados
Redução da pressão intra-ocular.Potencial tratamento para glaucoma? Animais (5). Potencial para baixar a pressão dentro do globo ocular. Requer estudo adicional.
Efeito antibacteriano.Potencial efeito anti-séptico? In vitro (6). CBG e outros derivados da cannabis interromperam o crescimento de Staphylococcus aureus resistentes a antibióticos.
Efeito anticarcinogênico.Potencial prevenção de doenças cancerígenas? In vitro e animais (7). CBG retardou o crescimento de células tumorais in vitro e em animais de estudo.
Efeito analgésico.Tratamento potencial para a dor? Hipótese em estudo (8). CBG pode ser mais potente que THC na redução de certos marcadores de inflamação.Requer estudos confirmatórios.
Neuroproteção.Potencial alívio de doenças degenerativas (Huntington's)? Animais (9). CBG protegeu o cérebro de ratos experimentais quando expostos a tóxicos.
Estimulador do apetite.Potencial tratamento da cachexia (perda de apetite insalubre)? Animais (10). CBG fez com que os ratos do estudo comessem o dobro da alimentação normal.
Efeito antiespasmódico.Remédio relaxante em potencial? In vitro e animais (11). CBG pode ter potencial como relaxante muscular superior ao THC e ao CBD. Mais estudos são necessários.
Efeito anti-proliferativo sobre as células cutâneas.Potencial tratamento da psoríase? In vitro (12). CBG e outros canabinóides inibem o crescimento descontrolado das células cutâneas (causadores da psoríase).

As implicações destes estudos preliminares para a saúde podem ser extremamente positivas. Por exemplo, a redução da pressão intra-ocular ajudaria a prevenir complicações do glaucoma (que causa a cegueira). E as ações neuroprotetoras da CBG se oporiam a condições que prejudicam o cérebro (como a doença de Huntington).

Mas cuidado! Como você pode ver em nossa tabela, estes efeitos foram descritos em experimentos controlados com células de laboratório(in vitro) ou em animais experimentais (ratos). Precisamos de muitos mais estudos antes de podermos dizer que esses efeitos são replicáveis em humanos, especialmente se mencionarmos patologias tão graves quanto o câncer.

Qual é o futuro da CBG?

Se tivéssemos que descrever a CBG em uma palavra, usaríamos o termo "potencial". O Cannabigerol é uma molécula não-narcótica que pode ser obtida do cânhamo industrial (legalmente cultivado) e tem potenciais efeitos anti-inflamatórios. Se sua pesquisa progredir, poderemos ter um remédio eficaz e potente para muitas patologias.

A CBG também poderia contribuir para um melhor controle do "efeito de comitiva

".
Este termo, cunhado pelo Professor Raphael Mechoulam (descobridor do THC) e sua equipe de especialistas (13), refere-se à capacidade dos canabinóides de trabalharem juntos. Essa sinergia poderia aumentar o efeito medicinal dos derivados da cannabis.

Assim, seria possível usar a CBD, CBG e outros canabinóides juntos para conseguir uma melhor absorção desses componentes e um maior efeito anti-inflamatório. Isto poderia tratar de forma mais eficaz condições como dor crônica ou insônia. A combinação de CBG com THC aumentaria seus efeitos terapêuticos e inibiria os psicoativos (14).

Infelizmente (e é por isso que usamos a palavra "potencial" para definir CBG), esta molécula ainda está nos estágios iniciais da pesquisa. Os resultados atualmente disponíveis, embora muito promissores, não nos permitem compreender plenamente as verdadeiras repercussões desta molécula em nosso organismo (15).

O presente do CBG. O que sabemos O futuro do CBG. O que vamos descobrir
Precursor de outros canabinóides sem atividade psicotrópica. Dose necessária para o tratamento de patologias em humanos.
Efeitos anti-inflamatórios in vitro. Efeitos colaterais em humanos.
Efeitos antioxidantes in vitro. Drug interações.
Efeitos neuroprotetores in vitro. Efeitos a longo prazo (anos).
Influência no efeito de comitiva. Resultados do efeito de comitiva em humanos.

Como o CBG é usado?

O canabigerol é uma substância que está atualmente em estudo. Sua formulação mais conhecida é óleo de CBG (gotas colocadas sob a língua ou dissolvidas em alimentos). Até agora, os especialistas não foram capazes de delinear uma dosagem padrão ou regime de tratamento específico para dor, insônia ou ansiedade.

Entretanto, se você estiver determinado a usar um produto baseado em CBG ou um que contenha canabigerol entre seus ingredientes, nós o aconselhamos a seguir as recomendações dos especialistas. Ethan Russo, M.D., M.D., Neurologista e um dos pioneiros na pesquisa de canabinóides, recomenda o seguinte plano (16)

  1. Para começar: Use uma quantidade mínima e aumente a dosagem gradualmente.
  2. Encontre um equilíbrio: Use uma dose que seja potente o suficiente para aliviar os sintomas de dor ou rigidez sem efeitos adversos (tais como sonolência).
  3. Sempre acompanhe com um médico: Será necessário encontrar um médico que possa fornecer cuidados individualizados e nos ajudar a lidar com quaisquer complicações. Sua atitude deve ser de escuta ativa e vontade de aprender e ensinar.

Você também pode encontrar o CBG em forma de creme. Geralmente, este tipo de produto será usado para aliviar a dor articular ou para combater certos problemas de pele (como a psoríase). Neste caso, é muito importante que você só o utilize externamente e descontinue o uso se ocorrer irritação ou se os sintomas não melhorarem (17).

Ao contrário do THC, o CBG não demonstrou atividade psicotrópica.
(Fonte: Kirillvasilevcom: 114272109/ 123rf.com)

O que sabemos sobre os efeitos adversos do CBG?

Outro desconhecido sobre o cannabigerol são seus efeitos colaterais. Embora a curto prazo este produto pareça seguro, nós precisamos de mais estudos antes de podermos estabelecer a existência de riscos a longo prazo. Em princípio, os efeitos adversos mais comuns do CBG serão fadiga, sonolência e desconforto intestinal. Isto ocorrerá com consumo excessivo.

Alguns produtores de CBG afirmam que o CBG é um composto seguro porque não tem efeitos psicotrópicos.

De acordo com esses fabricantes, uma quantidade excepcionalmente alta de CBG (300 mg por quilo de peso corporal) teria que ser consumida para que ocorresse uma intoxicação grave. Esta dose seria equivalente a tomar vários frascos de CBG (meses de tratamento) de uma só vez (18).

No entanto, os especialistas de saúde mais céticos estão desconfiados com esta alegação. As agências oficiais alertam para a possibilidade de efeitos a longo prazo sobre o cérebro, pulmões ou metabolismo. Para fazer uso seguro dos canabinóides, eles insistem, as seguintes recomendações devem ser seguidas (19)

  • Responsabilidade: As pessoas que usam derivados da cannabis devem fazê-lo com plena consciência dos possíveis riscos. A única maneira de erradicar qualquer risco dos canabinóides é a abstinência. Estes produtos só devem ser consumidos por indivíduos com idade legal e mente sã.
  • Conheça os riscos: Estes produtos (principalmente THC) podem afetar a capacidade intelectual, cardíaca e pulmonar. Sua ligação com o câncer é incerta. Alguns estudos parecem encontrar uma ligação entre os canabinóides e a prevenção de doenças cancerígenas, enquanto outros estudos parecem apontar para um aumento do risco de tumores.
  • Proteja seu desenvolvimento cerebral: O uso de canabinóides (principalmente THC) em menores de idade tem sido ligado a um declínio a longo prazo no QI. Os canabinóides só devem ser usados por adultos, e dentro deste grupo, "quanto mais tarde melhor", para não afetar o desenvolvimento adequado do cérebro.
  • Evite o THC e evite os sintéticos: A maioria dos efeitos adversos graves dos canabinóides (concentração prejudicada, distúrbios psiquiátricos e ataques cardíacos) ocorre durante o consumo de THC. Se esta molécula for sintética, a probabilidade de efeitos colaterais é ainda maior. Nosso suplemento CBG não deve conter THC.
  • Não inale: A combustão de substâncias (canabinóides fumados) pode danificar o pulmão a longo prazo. "A formação de CBG também pode estar relacionada a um aumento de substâncias tóxicas que penetram no tecido pulmonar. Se os canabinóides devem ser consumidos, é preferível que sejam ingeridos.
  • Falsa sensação de segurança: Se você optar por ingerir CBG, você deve estar ciente de que levará vários minutos para que seus efeitos apareçam. Este atraso pode levar a uma falsa sensação de "controle" que fará com que você consuma mais do que a dose recomendada. Este fator precisa ser levado em conta para evitar a intoxicação.
  • Frequência de uso: As autoridades consideram que os efeitos colaterais dos canabinóides (diminuição do desempenho intelectual, alterações mentais e efeitos adversos sobre o coração) são mais freqüentes se essas substâncias forem consumidas diariamente. Consulte seu médico se você quiser tomar o CBG mais de uma vez por semana.
  • Considere sua história familiar: O uso de canabinóides tem sido ligado ao desenvolvimento de psicose (doença mental tipo esquizofrenia) em indivíduos geneticamente predispostos. Se há um histórico de graves problemas de saúde mental em sua família, você deve se abster de usar canabinóides como o CBG.
  • Nunca durante a gravidez: Em mulheres grávidas, o uso de canabinóides pode causar anemia e afetar o tamanho do feto. Os filhos de mães que usaram cannabis durante a gravidez mostram um QI mais baixo em comparação com outras crianças. Por esta razão, o uso de canabinóides durante a gravidez é fortemente desencorajado.

Esta longa lista de recomendações e contra-indicações foi escrita principalmente com o THC, a substância psicoativa da cannabis, em mente. Entretanto, essas diretrizes também podem ajudá-lo a reduzir suas chances de efeitos colaterais durante a suplementação de CBG. Evite usar este produto com drogas metabolizadas no fígado, como (15, 20):

Drogas metabolizadoras do fígado* Exemplos
Antibiotics Claritromycin, Erythromycin, Rifampicin.
Antifungals Itraconazole, Ketoconazole.
Antiepileptics Carbamazepine, Phenobarbital.
Antiarrhythmics Amiodarone.
Antiparasitics Metronidazole.
Álcool Any bebida alcoólica ou suplemento contendo álcool.
Anticoagulantes Warfarin, Acenocoumarol (Sintrom).

*Ainda substâncias que são metabolizadas pelo citocromo p450. Consulte um médico para qualquer outra substância não listada aqui.

A CBG é legal na Espanha?

A situação dos canabinóides em nosso país é, no mínimo, complicada. O ingrediente ativo psicotrópico na cannabis, THC, é estritamente proibido para consumo ou venda. Ela só pode ser usada com a devida autorização para experimentos científicos ou como tratamento experimental para certas doenças muito específicas (como a Esclerose Múltipla) (21).

Por outrolado, a planta de cannabis pode ser cultivada para uso industrial, alimentício, têxtil e cosmético, desde que sejam usadas apenas sementes de cânhamo com menos de 0,2% de tetrahidrocanabinol (THC). Assim, farinha de cânhamo ou proteína de cânhamo pode ser encontrada legalmente na sua loja local (22).

E asfolhas e flores de C. sativa, a parte da planta mais rica em canabigerol? Atualmente, a Autoridade Européia de Segurança Alimentar não considera os extratos de canábis suficientemente conhecidos para garantir sua segurança. Portanto, seu consumo não é autorizado.

Qualquer empresa na Espanha ou na Europa que deseje comercializar óleos ou qualquer outro produto contendo CBG deve informar os órgãos europeus e obter a autorização correspondente. Os suplementos de CBG não podem ser oferecidos à venda para ingestão oral e quaisquer extratos (de fornecedores confiáveis) devem ser comercializados apenas como "para uso externo" (23).

Evite misturar CBG com álcool ou outras drogas.
(Fonte: El Roi: 89043453/ 123rf.com)

Aviso legal

Embora o CBG seja uma molécula com grande potencial terapêutico, os órgãos oficiais decidiram que mais informações são necessárias sobre este composto antes que ele possa ser considerado seguro. Não é possível afirmar que o CBG trata ou previne qualquer doença. Se você decidir usar esses produtos, você deve sempre fazê-lo com a aprovação do seu médico.

As referências ao uso e escolha dos produtos CBG são apenas para fins informativos e não se aplicam em regiões onde o uso oral e/ou tópico é proibido por lei. Estes artigos não substituem os medicamentos prescritos por um profissional de saúde e não devem ser usados por menores, mulheres grávidas ou pessoas com doenças crônicas.

Cannabigerol não é recomendado para uso com álcool ou outras drogas recreativas. O uso inadequado pode ter conseqüências sérias e inesperadas à saúde que podem exigir atenção médica imediata.

Isenção de responsabilidade: A equipe do Guia Complementar não é responsável pelas conseqüências do uso irresponsável desses produtos.

Critérios de compra

Se você mora em uma cidade que permite o uso de canabinóides, seja cauteloso. Nem todos os produtos CBG são de qualidade aceitável e alguns podem colocar em risco a sua saúde. Se você quer saber como escolher um suplemento de canabigerol de alta qualidade, não perca esta seção.

Credenciais do fabricante

Antes de começar a comprar um produto CBG, dê uma olhada nas credenciais do vendedor. É uma empresa aprovada pela Autoridade Européia de Segurança Alimentar (EFSA) ou um vendedor desconhecido? A obtenção de detalhes importantes do fabricante o protegerá de possíveis contratempos e lhe permitirá obter a ajuda que você precisa.

Assim, recomendamos que você compre CBG somente de vendedores respeitáveis que sejam de fácil acesso (em sua localização física, por telefone, e-mail e presença na mídia social). O atendimento ao cliente também será crucial para o uso bem sucedido do seu CBG. A empresa deve ser capaz de aconselhá-lo sobre questões de saúde e legais.

A atividade antioxidante, anti-inflamatória e neuroprotetora da CBG está sendo estudada.
(Fonte: Shironosov: 87935028/ 123rf.com)

Porcentagem de THC

Lembre-se de que na União Européia não é legal comercializar produtos com um conteúdo de THC superior a 0,2%. Produtos de origem americana estão sujeitos a uma legislação mais frouxa e podem exceder esta concentração. Se você está comprando CBG dos EUA. Por favor, esteja ciente desta situação e evite potenciais problemas legais (15).

Além disso, considere que a maioria dos efeitos colaterais do uso da cannabis tem sido ligada ao abuso do THC. Para sua segurança, é recomendado que se você quiser escolher um produto CBG, você opte por itens desprovidos de tetrahidrocanabinol. Ao evitar a substância narcótica, você reduzirá o risco potencial associado ao uso desses produtos.

Método de extração

Você sabia que a CBG é incrivelmente difícil de extrair? As plantas de cannabis devem ser tratadas com o máximo cuidado, pois qualquer variação brusca de temperatura ou luz pode fazer com que o CBG se transforme em THC ou CBD. Por esta razão, é muito importante que o fabricante do seu produto CBG escolha um bom método de extração.

Um bom fabricante evitará o uso de solventes agressivos para obter CBG. CO2 ou etanol são compostos utilizados durante o processo de extração, enquanto os fornecedores mais sofisticados têm métodos ainda mais avançados (ultra-som). Uma vez terminado o processo, o CBG deve ser mantido à temperatura ambiente e evitar a exposição à luz (24).

O CBG é um produto muito exclusivo devido à dificuldade de extração.
(Fonte: El Roi: 86787616/ 123rf.com)

Óleo veicular

Um óleo veicular, óleo base ou óleo veicular é um composto usado como veículo para conter CBG (ou outros canabinóides). Observe que os produtos canabigerol no Reino Unido só podem ser comercializados como cosméticos, portanto podem conter óleos que não são adequados para consumo.

Alguns fabricantes preferem adicionar óleos não tóxicos ricos em gorduras saudáveis (como óleo de oliva ou óleo de semente de cânhamo) aos seus produtos. Vendedores de alto nível geralmente usam o óleo MCT (triglicérido de cadeia média) como um veículo, um suplemento com efeitos benéficos no metabolismo que poderia melhorar as ações da CBG (25).

Rotulagem e armazenamento

Um bom produto incluirá todas as informações necessárias para o armazenamento adequado em sua rotulagem. Como regra geral, os produtos CBG devem ser armazenados em um ambiente fresco, seco e escuro. O vendedor deve garantir que durante o envio o produto esteja devidamente protegido do calor e da luz.

Raphael MechoulamProfesor de Química y descubridor del CBG (Israel )
"Eu acredito que no futuro mais e mais pacientes terão acesso a produtos médicos baseados em cannabis e canabinóides. A ciência continuará a evoluir e nós teremos mais conhecimento. Enquanto o uso da cannabis medicinal irá sem dúvida se expandir, minha esperança é que ela se expanda de uma forma racional.

Valor pelo dinheiro

Agora que você sabe como é difícil crescer, extrair, armazenar e preservar a CBG, você provavelmente não ficará surpreso com seu alto preço. Você precisará investir em torno de 100 euros para um frasco de CBG. Até que métodos de extração mais acessíveis sejam descobertos, esta molécula continuará a ser considerada um item quase de luxo.

Resumo

Canabinóides nunca deixam de nos surpreender. Com a descoberta do CBG, um novo campo de pesquisa sobre as moléculas da planta da maconha está se abrindo. Embora alguns ousem chamar essa molécula de "a nova CBD", os especialistas em canabinóides preferem ver a CBG como uma possível "companheira de viagem" às moléculas antigas.

A CBG demonstrou in vitro atividade anti-inflamatória, antioxidante e neuroprotetora que, no futuro, poderia levar à criação de novos remédios para os problemas atualmente intratáveis. Nós seremos os primeiros a informá-lo sobre quaisquer novos desenvolvimentos no CBG!

Se você aprendeu mais sobre canabigerol ou CBG com este guia, por favor deixe um comentário e compartilhe este artigo.

(Fonte da imagem em destaque: Stajkovic: 135685758/ 123rf.com)

Referências (25)

1. Navarro G, Varani K, Reyes-Resina I, de Medina VS, Rivas-Santisteban R, Callado CSC, et al. Cannabigerol action at cannabinoid CB1 and CB2 receptors and at CB1-CB2 heteroreceptor complexes. Front Pharmacol [Internet]. 2018 Jun 21 [ 2020 May 8];9(JUN).
Fonte

2. Williamson EM, Evans FJ. Cannabinoids in clinical practice [Internet]. Vol. 60, Drugs. Adis International Ltd; 2000 [ 2020 May 8]. p. 1303–14.
Fonte

3. Fellermeier M, Zenk M. Prenylation of olivetolate by a hemp transferase yields cannabigerolic acid, the precursor of tetrahydrocannabinol. FEBS Lett [Internet]. 1998 [ 2020 May 9];427:283–5.
Fonte

4. Gugliandolo A, Pollastro F, Grassi G, Bramanti P, Mazzon E. In vitro model of neuroinflammation: Efficacy of cannabigerol, a non-psychoactive cannabinoid. Int J Mol Sci [Internet]. 2018 Jul 8 [ 2020 May 9];19(7):1992.
Fonte

5. Szczesniak AM, Maor Y, Robertson H, Hung O, Kelly MEM. Nonpsychotropic cannabinoids, abnormal cannabidiol and canabigerol-dimethyl heptyl, act at novel cannabinoid receptors to reduce intraocular pressure. J Ocul Pharmacol Ther [Internet]. 2011 Oct 1 [ 2020 May 9];27(5):427–35.
Fonte

6. Appendino G, Gibbons S, Giana A, Pagani A, Grassi G, Stavri M, et al. Antibacterial cannabinoids from Cannabis sativa: A structure-activity study. J Nat Prod [Internet]. 2008 [ 2020 May 9];71(8):1427–30.
Fonte

7. Borrelli F, Pagano E, Romano B, Panzera S, Maiello F, Coppola D, et al. Colon carcinogenesis is inhibited by the TRPM8 antagonist cannabigerol, a Cannabis-derived non-psychotropic cannabinoid. Carcinogenesis [Internet]. 2014 [ 2020 May 9];35(12):2787–97.
Fonte

8. Russo EB. Cannabinoids in the management of difficult to treat pain [Internet]. Vol. 4, Therapeutics and Clinical Risk Management. Dove Press; 2008 [ 2020 May 9]. p. 245–59.
Fonte

9. Valdeolivas S, Navarrete C, Cantarero I, Bellido ML, Muñoz E, Sagredo O. Neuroprotective Properties of Cannabigerol in Huntington’s Disease: Studies in R6/2 Mice and 3-Nitropropionate-lesioned Mice. Neurotherapeutics. 2015 Jan 1;12(1):185–99.
Fonte

10. Brierley DI, Samuels J, Duncan M, Whalley BJ, Williams CM. Cannabigerol is a novel, well-tolerated appetite stimulant in pre-satiated rats. Psychopharmacology (Berl). 2016 Oct 1;233(19–20):3603–13.
Fonte

11. Banerjee SP, Snyder SH, Mechoulam R. Cannabinoids: influence on neurotransmitter uptake in rat brain synaptosomes. J Pharmacol Exp Ther [Internet]. 1975 [ 2020 May 9];194(1):74–81.
Fonte

12. Wilkinson JD, Williamson EM. Cannabinoids inhibit human keratinocyte proliferation through a non-CB1/CB2 mechanism and have a potential therapeutic value in the treatment of psoriasis. J Dermatol Sci [Internet]. 2007 Feb [ 2020 May 9];45(2):87–92.
Fonte

13. The Entourage Effect – Therapix Biosciences [Internet]. [ 2020 May 9].
Fonte

14. Russo EB. Taming THC: Potential cannabis synergy and phytocannabinoid-terpenoid entourage effects [Internet]. Vol. 163, British Journal of Pharmacology. Wiley-Blackwell; 2011 [ 2020 May 9]. p. 1344–64.
Fonte

15. VanDolah HJ, Bauer BA, Mauck KF. Clinicians’ Guide to Cannabidiol and Hemp Oils. Mayo Clin Proc [Internet]. 2019 Sep 1 [ 2020 Feb 25];94(9):1840–51.
Fonte

16. Conoce a los Expertos: Entrevista con el Dr. Ethan Russo | Fundación CANNA: Investigación y análisis de Cannabis [Internet]. [ 2020 May 10].
Fonte

17. MD SCIENCE CANNABIGEROL (cream) MD NATURAL HEALTH LLC [Internet]. [ 2020 May 9].
Fonte

18. Cannabinoid Profile: Cannabigerol (CBG) | Community Base Dispensary [Internet]. [ 2020 May 10].
Fonte

19. Fischer B, Russell C, Sabioni P, Van Den Brink W, Le Foll B, Hall W, et al. Lower-risk cannabis use guidelines: A comprehensive update of evidence and recommendations [Internet]. Vol. 107, American Journal of Public Health. American Public Health Association Inc.; 2017 [ 2020 May 10]. p. e1–12.
Fonte

20. TOM LYNCH AP. The Effect of Cytochrome P450 Metabolism on Drug Response, Interactions, and Adverse Effects – American Family Physician. TOM LYNCH, PharmD, AMY PRICE, MD, East Virginia Med Sch Norfolk, Virginia Am Fam Physician 2007 Aug 1;76(3)391-396 [Internet]. 2007 [ 2020 May 10];
Fonte

21. FICHA TECNICA SATIVEX 2,7 MG/2,5 MG SOLUCION PARA PULVERIZACION BUCAL [Internet]. [ 2020 May 10].
Fonte

22. Aecosan – Agencia Española de Consumo, Seguridad Alimentaria y Nutrición [Internet]. [ 2020 May 10].
Fonte

23. EU Novel food catalogue (v.1.1) [Internet]. [ 2020 May 10].
Fonte

24. A Guide to CBG: Extraction, Storage, Price, Consumption and more – ACS Lab Cannabis [Internet]. [ 2020 May 10].
Fonte

25. Wang Y, Liu Z, Han Y, Xu J, Huang W, Li Z. Medium Chain Triglycerides enhances exercise endurance through the increased mitochondrial biogenesis and metabolism. Lu T, editor. PLoS One [Internet]. 2018 Feb 8 [ 2020 May 10];13(2):e0191182.
Fonte

Por que você pode confiar em mim?

Estudo in vitro
Navarro G, Varani K, Reyes-Resina I, de Medina VS, Rivas-Santisteban R, Callado CSC, et al. Cannabigerol action at cannabinoid CB1 and CB2 receptors and at CB1-CB2 heteroreceptor complexes. Front Pharmacol [Internet]. 2018 Jun 21 [ 2020 May 8];9(JUN).
Ir para a fonte
Artigo de revisão
Williamson EM, Evans FJ. Cannabinoids in clinical practice [Internet]. Vol. 60, Drugs. Adis International Ltd; 2000 [ 2020 May 8]. p. 1303–14.
Ir para a fonte
Artigo científico
Fellermeier M, Zenk M. Prenylation of olivetolate by a hemp transferase yields cannabigerolic acid, the precursor of tetrahydrocannabinol. FEBS Lett [Internet]. 1998 [ 2020 May 9];427:283–5.
Ir para a fonte
Estudo in vitro
Gugliandolo A, Pollastro F, Grassi G, Bramanti P, Mazzon E. In vitro model of neuroinflammation: Efficacy of cannabigerol, a non-psychoactive cannabinoid. Int J Mol Sci [Internet]. 2018 Jul 8 [ 2020 May 9];19(7):1992.
Ir para a fonte
Testes em animais
Szczesniak AM, Maor Y, Robertson H, Hung O, Kelly MEM. Nonpsychotropic cannabinoids, abnormal cannabidiol and canabigerol-dimethyl heptyl, act at novel cannabinoid receptors to reduce intraocular pressure. J Ocul Pharmacol Ther [Internet]. 2011 Oct 1 [ 2020 May 9];27(5):427–35.
Ir para a fonte
Estudo in vitro
Appendino G, Gibbons S, Giana A, Pagani A, Grassi G, Stavri M, et al. Antibacterial cannabinoids from Cannabis sativa: A structure-activity study. J Nat Prod [Internet]. 2008 [ 2020 May 9];71(8):1427–30.
Ir para a fonte
Estudo in vitro
Borrelli F, Pagano E, Romano B, Panzera S, Maiello F, Coppola D, et al. Colon carcinogenesis is inhibited by the TRPM8 antagonist cannabigerol, a Cannabis-derived non-psychotropic cannabinoid. Carcinogenesis [Internet]. 2014 [ 2020 May 9];35(12):2787–97.
Ir para a fonte
Artigo de revisão
Russo EB. Cannabinoids in the management of difficult to treat pain [Internet]. Vol. 4, Therapeutics and Clinical Risk Management. Dove Press; 2008 [ 2020 May 9]. p. 245–59.
Ir para a fonte
Ensaio clínico em animais
Valdeolivas S, Navarrete C, Cantarero I, Bellido ML, Muñoz E, Sagredo O. Neuroprotective Properties of Cannabigerol in Huntington’s Disease: Studies in R6/2 Mice and 3-Nitropropionate-lesioned Mice. Neurotherapeutics. 2015 Jan 1;12(1):185–99.
Ir para a fonte
Ensaio clínico em animais
Brierley DI, Samuels J, Duncan M, Whalley BJ, Williams CM. Cannabigerol is a novel, well-tolerated appetite stimulant in pre-satiated rats. Psychopharmacology (Berl). 2016 Oct 1;233(19–20):3603–13.
Ir para a fonte
Ensaio clínico em animais
Banerjee SP, Snyder SH, Mechoulam R. Cannabinoids: influence on neurotransmitter uptake in rat brain synaptosomes. J Pharmacol Exp Ther [Internet]. 1975 [ 2020 May 9];194(1):74–81.
Ir para a fonte
Estudo in vitro
Wilkinson JD, Williamson EM. Cannabinoids inhibit human keratinocyte proliferation through a non-CB1/CB2 mechanism and have a potential therapeutic value in the treatment of psoriasis. J Dermatol Sci [Internet]. 2007 Feb [ 2020 May 9];45(2):87–92.
Ir para a fonte
Site do fabricante
The Entourage Effect – Therapix Biosciences [Internet]. [ 2020 May 9].
Ir para a fonte
Artigo de revisão
Russo EB. Taming THC: Potential cannabis synergy and phytocannabinoid-terpenoid entourage effects [Internet]. Vol. 163, British Journal of Pharmacology. Wiley-Blackwell; 2011 [ 2020 May 9]. p. 1344–64.
Ir para a fonte
Orientação clínica
VanDolah HJ, Bauer BA, Mauck KF. Clinicians’ Guide to Cannabidiol and Hemp Oils. Mayo Clin Proc [Internet]. 2019 Sep 1 [ 2020 Feb 25];94(9):1840–51.
Ir para a fonte
Entrevista de especialista
Conoce a los Expertos: Entrevista con el Dr. Ethan Russo | Fundación CANNA: Investigación y análisis de Cannabis [Internet]. [ 2020 May 10].
Ir para a fonte
Folheto do produto
MD SCIENCE CANNABIGEROL (cream) MD NATURAL HEALTH LLC [Internet]. [ 2020 May 9].
Ir para a fonte
Site oficial
Cannabinoid Profile: Cannabigerol (CBG) | Community Base Dispensary [Internet]. [ 2020 May 10].
Ir para a fonte
Estudo científico
Fischer B, Russell C, Sabioni P, Van Den Brink W, Le Foll B, Hall W, et al. Lower-risk cannabis use guidelines: A comprehensive update of evidence and recommendations [Internet]. Vol. 107, American Journal of Public Health. American Public Health Association Inc.; 2017 [ 2020 May 10]. p. e1–12.
Ir para a fonte
Orientação clínica
TOM LYNCH AP. The Effect of Cytochrome P450 Metabolism on Drug Response, Interactions, and Adverse Effects – American Family Physician. TOM LYNCH, PharmD, AMY PRICE, MD, East Virginia Med Sch Norfolk, Virginia Am Fam Physician 2007 Aug 1;76(3)391-396 [Internet]. 2007 [ 2020 May 10];
Ir para a fonte
Folheto do produto
FICHA TECNICA SATIVEX 2,7 MG/2,5 MG SOLUCION PARA PULVERIZACION BUCAL [Internet]. [ 2020 May 10].
Ir para a fonte
Site oficial AECOSAN
Aecosan – Agencia Española de Consumo, Seguridad Alimentaria y Nutrición [Internet]. [ 2020 May 10].
Ir para a fonte
Site oficial EFSA
EU Novel food catalogue (v.1.1) [Internet]. [ 2020 May 10].
Ir para a fonte
Site do fabricante
A Guide to CBG: Extraction, Storage, Price, Consumption and more – ACS Lab Cannabis [Internet]. [ 2020 May 10].
Ir para a fonte
Artigo científico
Wang Y, Liu Z, Han Y, Xu J, Huang W, Li Z. Medium Chain Triglycerides enhances exercise endurance through the increased mitochondrial biogenesis and metabolism. Lu T, editor. PLoS One [Internet]. 2018 Feb 8 [ 2020 May 10];13(2):e0191182.
Ir para a fonte
Resenhas