dor no joelho
Ultima atualização: 23 de julho de 2020

Como escolhemos

19Produtos analisados

25Horas investidas

31Estudos avaliados

89Comentários coletados

A mobilidade, embora natural para a maioria das pessoas, pode representar um desafio para muitos. A dor nas articulações afeta especialmente as pessoas na terceira idade, que necessitam de atividades físicas regulares para manter uma saúde cardiovascular e geral adequada. Outros grupos populacionais também podem ser afetados, como as crianças e adolescentes, que são grande foco deste sintoma.

Se você tem alguma dor articular ou quer prevenir, é melhor dar uma olhada neste artigo. Vamos mostrar todas as informações atualizadas sobre os últimos estudos científicos e os melhores produtos do mercado para ajudá-lo. Conseguimos despertar sua curiosidade? Continue lendo para ter mais informações!

O mais importante

  • A dor nas articulações é um sintoma que pode ser sugestivo de outras doenças. Os mais comuns são as alterações imunológicas, infecções por microrganismos ou vírus e consequências do excesso de atividades ou de traumatismos.
  • Uma das causas mais frequentes das dores articulares é a artrose. Esta doença é a degeneração das articulações, afetando mais de 70% da população depois dos 50 anos de idade.
  • Existem muitos suplementos naturais no mercado que estão destinados ao alívio dos sintomas, mas não são aptos para todo mundo. Alguns componentes, como a glucosamina, podem causar alergias alimentares e outros, como o gengibre ou a cúrcuma, podem interagir com outros medicamentos.

Os melhores produtos para combater as dores articulares

Existe uma ampla variedade de produtos que podem contribuir com a prevenção ou inclusive o alívio das dores nas articulações. Avaliamos os melhores produtos do mercado e montamos esta lista para te ajudar a encontrar um produto adequado. Não deixe de conferir!

O melhor suplemento de glucosamina para dor nas articulações

As cápsulas de glucosamina da Puritan’s Pride auxiliam na dor nas articulações por suas propriedades para fortalecer os mecanismos naturais do corpo humano. Não contém glúten, nem lactose. A dose recomendada é de 3 cápsulas por dia, preferivelmente com as refeições. Este produto tem um ótimo custo benefício.

O melhor creme de arnica para dores

O creme de massagem de arnica da Raavi é relaxante e hidratante, alivia o desconforto muscular. É indicado para ser utilizado após a prática intensa de esportes, já que também alivia a sensação de cansaço e promove uma sensação de frescor. Além da arnica, é enriquecido com óleo de girassol e óleo de semente de algodão. Tem uma ótima textura e não deixa a pele pegajosa.

Uma ótima combinação de cúrcuma com pimenta preta

A cúrcuma combinada com pimenta preta é um poderoso anti-inflamatório, além de muitos outros benefícios que oferece. O suplemento da Multi Vitta tem uma concentração de 700mg por cápsula, a dose recomendada é 1 cápsula 30 minutos antes das principais refeições. É um produto 100% natural, sem glúten e lactose.

Tudo que você precisa saber sobre a dor nas articulações

A dor nas articulações é um problema que afeta muitas pessoas pelo mundo e pode ser muito incômodo. Para isso, existem alguns suplementos que podem ajudar a aliviar estes sintomas que você pode observar na lista acima. Agora, iremos responder as perguntas mais frequentes referente a este problema.

mulher mais velha com dor nas articulações

A dor nas articulações geralmente é localizada nos joelhos, tornozelos, pulsos, cotovelos, quadril e até nos dedos. (Fonte: Adiruch: 94584928 / 123rf.com)

O que é a dor nas articulações?

Definir a dor nas articulações não é tão simples como parece. É importante considerar que as articulações estão em contato com muitas estruturas e estas podem estar envolvidas em outras. São os ossos, cartilagem, músculos, ligamentos e tendões.

Estas dores geralmente são localizadas nos joelhos, tornozelos, pulsos, cotovelos, quadril e, inclusive, nos dedos. A dor é geralmente percebida como uma “picada de agulha” e pode vir acompanhada de inflamação, limitação funcional ou rigidez dos movimentos (1, 2, 3).

Quais são as principais causas da dor nas articulações?

A maioria das dores nas articulações são dividas em artralgia (dor nas articulações) ou artrite (inflamação nas articulações) (2). As causas mais comuns da dor nas articulações são as seguintes:

  • Sobrecarga: excesso de peso, obesidade ou o levantamento de cargas muito pesadas podem por em risco as articulações. Não esqueça de fortalecer seus músculos! Eles serão os seus melhores aliados.
  • Artrose: esta é a degeneração das articulações que é acentuada com a idade. A dor que é causada melhora com o repouso e piora com os exercícios.
  • Traumas: batidas diretas ou quedas.

Estas causas mencionadas acima afetam principalmente os joelhos e tornozelos, já que são as articulações que recebem mais carga e são as primeiras a serem afetadas pelo peso ou pelo envelhecimento.

Dra. Montserrat RomeraEspecialista em Reumatologia

“Em relação à deterioração articular, o tempo que transcorre desde o início dos sintomas e a introdução de um tratamento antes que provoquem danos irreversíveis é fundamental para o prognóstico e a qualidade de vida futura dos pacientes com doenças reumáticas.”

Quais outras causas de dor nas articulações existem?

Existem algumas doenças que podem inflamar e/ou degenerar as articulações. Estas doenças exigem um diagnóstico apropriado e um tratamento recomendado pelo seu médico de confiança, e são estas as principais:

  • Artrite microcristalina (artrite gotosa): pequenos cristais são depositados nas articulações, causado dor e inflamação.
  • Artrite séptica: inflamação da articulação por microrganismos que circulam no sangue ou que entram por meio de alguma lesão (4).
  • Artrite gonocócica: inflamação articular causada pelo Gonococo gonorrhoeae (3). Este microrganismo é responsável pela gonorreia, uma doença sexualmente transmissível que é caracterizada em homens por secreção purulenta pela uretra e incômodos urinários. Nas mulheres geralmente é assintomática.
  • Artrite reumatóide: doença auto imune, que afeta diretamente as articulações (5).
  • Artrite viral: uma infecção viral pode causar inchaço e irritação da articulação (6, 7).

Dor nas articulações na gravidez: o que posso fazer?

O corpo humano é capaz de coisas incríveis, uma delas é hospedar uma vida por cerca de nove meses. A gravidez é um momento muito especial, mas pode causar alguns incômodos para as mães e um deles é a dor nas articulações.

Estas dores surgem pelo aumento de peso e a retenção de líquidos, o que afeta principalmente as articulações dos joelhos, tornozelos e, inclusive, dos pulsos. A melhor coisa a ser feita em casa para aliviar as dores podem ser observadas abaixo (9):

  • Exercício: você não deve correr uma maratona ou participar de uma competição de crossfit. Uma caminhada ou exercícios aeróbicos aquáticos podem aumentar a flexibilidade das suas articulações.
  • Descanso: reserve um tempo todos os dias para sentar e erguer os pés, isso diminui a inflamação e alivia a carga nas articulações.
  • Compressas quentes e frias: você pode utilizar uma compressa fria nas articulações por 15 a 20 minutos, seguido de um banho quente por uma quantidade parecida de tempo.
  • Massagens: massagens suaves nas áreas de maior tensão vão ajudar muito a relaxar, é importante cuidar de si mesma neste momento.

Se as dores nas articulações ou inchaço continuarem aumentando ou causando muitos problemas, não deixe de consultar seu médico quando for possível.

Quais medidas iniciais posso tomar para tratar a dor nas articulações?

Se recentemente você começou a sofrer com dor nas articulações, você pode realizar as seguintes medidas terapêuticas na sua casa (2):

  • Repouso: tente evitar a sobrecarga de peso nas articulações afetadas ou realizar movimentos bruscos que podem piorar a dor.
  • Compressas quente e fria: você pode aplicar uma compressa fria de 15 a 20 minutos e depois tomar um banho com água quente.
fisioterapia na água

Se você já tem problemas de articulação ou sofre de sobrepeso, comece com exercícios de baixo impacto como caminhadas ou exercícios na água. (Fonte: Rido: 65157554 / 123rf.com)

Prescrição de analgésicos pelo seu médico

Se a dor nas articulações durar por muito tempo, afetar mais de uma articulação ou for associada aos sinais de alerta que vamos mencionar abaixo, você deve consultar seu médico imediatamente:

Sinais de alerta

Existe uma variedade de sintomas que podem estar intimamente relacionados com suas dores nas articulações. Estes são sinais de alerta que aparecem com as dores nas articulações e que exigem uma análise e tratamento médico (2, 11, 3):

  • Vermelhidão, inflamação e sensação de queimação próximo da articulação;
  • Úlceras no nariz, boca ou nas partes íntimas;
  • Dor no peito;
  • Dificuldade de respirar recente;
  • Dor abdominal;
  • Febre, calafrios e/ou sudorese;
  • Perda de peso.

As crianças também podem sofrer de dor nas articulações?

A dor nas articulações em crianças pode fazer parte do que é conhecido como “dores de crescimento” (10). É completamente normal na infância e adolescência. Pode ser aliviada com banhos quentes e massagens suaves.

A dor nas articulações é normal na infância e adolescência.

Em alguns casos, as dores nas articulações em crianças pode ser um sintoma de um quadro grave, com repercussão em seu crescimento e saúde, não ignore estes sintomas e leve a criança ao pediatra se for necessário.

Estes são os sintomas e sinais de alerta que são relacionados com a dor nas articulações:

  • Vermelhidão ou inflamação próximo das articulações;
  • Febre, sudorese ou calafrios;
  • Perda de apetite;
  • Perda de peso ou queda de cabelo;
  • Erupções na pele;
  • Dificuldade para caminhar;
  • Fadiga ou fraqueza.
meninas na cozinha com legumes

Uma alimentação adequada inclui uma alimentação rica em verduras de folhas verdes, gorduras insaturadas e carboidratos complexos. (Fonte: Undrey: 49296886 / 123rf.com)

O que posso fazer para prevenir a dor nas articulações?

Manter um estilo de vida saudável será um ponto fundamental para cuidar das suas articulações. Não esqueça de prestar atenção especial nos seguintes pontos:

  • Evitar o estresse: um grande estresse físico pode piorar a dor nas articulações. Certifique-se de dormir entre 6 a 8 horas por dia e organizar suas atividades para não sobrecarregar (11). Um banho relaxante com água quente sempre ajuda.
  • Evitar o cigarro: de acordo com a American Cancer Society (Sociedade Americana de Câncer), o cigarro aumenta as probabilidades de doenças articulares e evita que os tratamentos funcionem adequadamente (13).
  • Usar contraceptivos de barreira: utilize preservativo em todas as suas relações sexuais. Eles previnem o contágio de doenças sexualmente transmissíveis e um dos problemas que causam dor nas articulações: a artrite gonocócica (3).
  • Manter um peso adequado: sobrecarregar as articulações com um peso para o qual não estão preparados as degenera prematuramente. É importante manter um Índice de Massa Corporal (IMC) de 18,5 a 24,9 (é possível encontrar calculadores online ou usar a fórmula “peso (kg) / altura (m²)” para saber o seu IMC). O IMC proporciona informações do seu peso em relação à sua altura, dando uma ideia de onde você está nesta escala: peso baixo, peso normal, sobrepeso e obesidade.
  • Fazer exercícios: uma das causas mais frequentes da dor nas articulações é o enfraquecimento dos músculos. Fazer 30 minutos de exercícios 3 vezes na semana, no mínimo, é fundamental para manter uma boa saúde nas articulações. Se você já tem problemas nas articulações ou sofre de sobrepeso, comece com exercícios de baixo impacto como caminhadas leves ou hidroginástica.
  • Boa postura: tenha cuidado ao permanecer muito tempo sentado, ao levantar objetos pesados ou ao realizar tarefas repetitivas. Se você não fizer na maneira apropriada, todo o sistema locomotor sofrerá! Não esqueça de revisar sua postura e ajustá-la caso alguma atividade cause dor.
  • Alimentação adequada: inclua na sua dieta alimentos ricos em vegetais de folhas verdes, gorduras insaturadas e carboidratos complexos. Evite as gorduras saturadas, alimentos processados e açúcar refinado.
Dr. Tejas PatelCirurgião ortopédico

“Por cada meio quilo de peso que você perder, são liberados entre 1 e 13kg de pressão nas articulações dos calcanhares.”

Critérios de compra

Não é recomendado substituir um tratamento médico estabelecido por suplementos, mas você pode usá-los combinados com a aprovação do seu médico. Se você quer saber um pouco mais sobre os suplementos que você pode encontrar no mercado, seus benefícios e até alguns segredos, continue lendo. Vamos mostrar os principais critérios de compra abaixo:

Componentes mais comuns

Você quer saber um pouco mais sobre os suplementos mais famosos do mercado? Então vamos mostrar tudo que você precisa saber sobre os componentes mais comuns:

Componente Descrição Efeito
Glucosamina – Via oral Componente da cartilagem articular em humanos e outras espécies
Protege e amortece o dano articular
Substância natural em tecidos articulares
O sulfato de glucosamina pode aliviar a dor em casos de artrose ou osteoartrose (14, 15)
Metilsulfonilmetano (MSM) – Via oral Produto químico presente em plantas e animais
É considerado um nutriente benéfico para a saúde óssea
Estudos sugerem que sua combinação com a glucosamina potencializa seu efeito positivo nas articulações (16, 17)
Curcumina – Via oral Polifenol da planta Cúrcuma longa, responsável por sua cor amarela e suas propriedades medicinais Potente efeito anti-inflamatório
Em concentrações de 93 a 95% pode aliviar dores articulares
Arnica – Tópico Planta herbácea cujo extrato tem propriedades medicinais Efeito anti-inflamatório
Indicada para contraturas, contusões e batidas
Possível efeito analgésico

Interações com outros medicamentos

Alguns suplementos podem ter interações desagradáveis com sua medicação habitual, sendo as mais comuns:

Suplemento Interação
Glucosamina Potencializa os efeitos de anticoagulantes (pode causar sangramentos)
Diminui a eficácia de analgésicos (paracetamol ou acetaminofeno)
Gengibre Potencializa os efeitos de anticoagulantes
Potencializa o efeito de hipoglicêmicas (pode ser perigoso para diabéticos que estão em tratamento)
Curcumina Potencializa os efeitos de anticoagulantes

Antes de começar a utilizar qualquer suplemento, não esqueça de consultar seu médico.

Produtos aptos para veganos

Os produtos veganos geralmente são certificados e identificados adequadamente em sua embalagem. No entanto, classificamos os produtos veganos e não veganos mais comuns que você pode encontrar nos suplementos para dor nas articulações:

Não veganos:

  • Glucosamina (em maior concentração nas conchas dos frutos do mar);
  • Vitamina D3 (procedente dos frutos do mar ou gordura de ovelha);
  • Gelatina (usada para encapsular medicamentos, geralmente feitas de pele e ossos de animais);
  • Colágeno (procedente dos ossos e cartilagem dos animais).

Veganos:

  • Gengibre;
  • Cúrcuma;
  • Vitamina D2;
  • Vitamina D3 (procedente de fungos);
  • Canhamo;
  • Arnica;
  • Metilsulfonilmetano (MSM).
trabalhador de escritório com dor nas costas

Não esqueça de manter uma postura natural e ajustá-la se alguma atividade causar dor. (Fonte: Belchonock: 97521722 / 123rf.com)

Produtos aptos para celíacos

Evite produtos que contenham aveia, trigo, cevada ou centeio, ou que tenham sido fabricados em locais onde estes produtos são manuseados.

Preste especial atenção nas etiquetas. Produtos fabricados depois de 2011 devem conter advertências especiais para celíacos .

Produtos aptos para outras sensibilidades alimentares

Existem substâncias alérgenas que não estão inclusas na legislação de declaração obrigatória (23). Isso quer dizer que existem produtos que podem conter alérgenos que não estão especificados nos ingredientes. As considerações mais importantes são:

  • A glucosamina que é encontrada em alguns suplementos é fabricada a partir da concha dos frutos do mar. Pessoas sensíveis podem ter reações alérgicas.
  • Sempre leia a bula e informações dos medicamentos de forma detalhada. Não esqueça de ler os ingredientes principais e os excipientes.

Se você é alérgico a qualquer produto, lembre de falar isso para o seu médico, já que é uma informação essencial para o seu bem estar.

Resumo

Sofrer com dor nas articulações não deve ser uma sentença de imobilidade. Graças aos avanços da ciência e das pesquisas que estão cada dia mais atualizadas, foi possível encontrar novas formas de prevenir e tratar este tipo de problema.

Um estilo de vida saudável, tratamento médico adequado e o uso de suplementos específicos podem ser a chave para prevenir a dor nas articulações, melhorar sua qualidade de vida e prolongar sua vida ativa. São muitos os benefícios.

Se você gostou deste artigo, não deixe de compartilhar em suas redes sociais e, se quiser, deixe um comentário para nós logo abaixo. Até o próximo!

(Fonte da imagem destacada: Dolgachov: 112127762 / 123rf.com)

Referências (31)

1. Seoane S. y cols. Causas y aspectos clínicos del dolor articular [Internet]. Medicinainfantil.org.ar. 1999. [Consultado em 15 de maio de 2020].
Fonte

2. Mayo Clinic. Dolor Articular. [Internet]. Mayoclinic.org. 2019. [Consultado em 16 de maio de 2020].
Fonte

3. Martín D., Valero E., Hortal A., Rodríguez G. Dolor articular agudo [Internet]. Elsevier. 2002. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Fonte

4. González., y Cols. Artritis Infecciosas [Internet]. Unidad de Reumatología. Hospital General Universitario de Elche. Alicante. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Fonte

5. MedlinePlus. Artritis reumatoide [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Fonte

6. MedlinePlus. Artritis viral [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Fonte

7. Manuel R. Artritis Viral [Internet]. Reumatologomanuelromero.com. 2014. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Fonte

8. Alejandro M., Esteban R. Rotación del residente de Medicina Familiar y Comunitaria por Reumatología [Internet]. Sociedad Española de Reumatología. 2016. [Consultado em 12 de maio de 2020].
Fonte

9. American Pregnancy Association. Treating Joint Pain Naturally During Pregnancy [Internet]. Americanpregnancy.org. [Consultado em 20 de maio de 2020].
Fonte

10. Asociación Galega de Lupus (AGAL). ¿Qué puede causar dolores en las articulaciones en los niños? [Internet]. Lupusgalicia.org. 2018.
Fonte

11. Todo sobre artritis reumatoide [Internet]. Conartritis.org. 2014. [Consultado em 16 de maio de 2020].
Fonte

12. Arthritis Foundation. Alimentación adecuada en personas con artritis [Internet]. Arthritis Foundation. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Fonte

13. Arthritis Foundation. La artritis y el tabaquismo [Internet]. Arthritis.org. [Consultado em 15 de maio de 2020].
Fonte

14. MedlinePlus. Clorhidrato de Glucosamina [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 12 de maio de 2020].
Fonte

15. MedlinePlus. Sulfato de Glucosamina [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 13 de maio de 2020].
Fonte

16. Usha P., Naidu M., Randomised, Double-Blind, Parallel, Placebo-Controlled Study of Oral Glucosamine, Methylsulfonylmethane and their Combination in Osteoarthritis [Internet]. Clinical Drug Investigation. 2004. [Consultado em 15 de maio de 2020].
Fonte

17. Vidyasagar S., y Cols. Efficacy and tolerability of glucosamine chondroitin sulphate- methyl sulfonyl methane (MSM) in osteoarthritis of knee in indian patients [Internet]. Iranian Journal of Pharmacology and Therapeutics (IJPT). 2004. [Consultado em 15 de maio de 2020].
Fonte

18. Mariano G. Artritis Reumatoide [Internet]. Fundación CANNA. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Fonte

19. Tayyem R. Heath D., Al-Delaimy W., Rock C. Curcumin content of turmeric and curry powders [Internet]. Nutrition and Cancer 2006. [Consultado em 9 de maio de 2020].
Fonte

20. Mayo Clinic. Glucosamina [Internet]. Mayoclinic.com. [Consultado em 12 de maio de 2020].
Fonte

21. Luis L. Contraindicaciones del jengibre [Internet]. Tuberculos.org. 2019.
Fonte

22. Maria R. Cómo saber si un medicamento tiene gluten [Internet]. Real E Ilustre Colegio de Farmacéuticos de Sevilla. 2015 [Consultado em 13 de maio de 2020].
Fonte

23. Alergias alimentarias y medicamentos [Internet]. Ocu.org. 2018. [Consultado em 16 de maio de 2020].
Fonte

24. MedlinePlus. Metilsulfonilmetano [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 13 de maio de 2020].
Fonte

25. Arthritis Foundation Glucosamina y sulfato de condroitina [Internet]. Arthritis Foundation. [Consultado em 13 de maio de 2020].
Fonte

26. R.J Miller., R.E Miller. Is cannabis an effective treatment for joint pain? [Internet]. Northwestern University, Chicago, IL USA. 2017. [Consultado em 13 de maio de 2020].
Fonte

27. Otto K., Michel W., Andy S. Arnica montana gel in osteoarthritis of the knee: An open, multicenter clinical trial [Internet]. Advances in Therapy. 2002 [Consultado em 13 de maio de 2020].
Fonte

28. Stanford Children’s Health. Endocarditis bacteriana en los niños [Internet]. Children’s Hospital Stanford. [Consultado em 14 de maio de 2020].
Fonte

29. Oscar P. Dolor articular en la niñez [Internet]. Revista Médica del Hospital Nacional de Niños Dr. Carlos Sáenz Herrera. [Consultado em 14 de maio de 2020].
Fonte

30. Eva R., Cristian B., Sofía L. [Internet]. Farmacéuticas comunitarias. Miembros del grupo Aranzadi del COFBi. 2015. [Consultado em 16 de maio de 2020].
Fonte

31. MedlinePlus. Tendinitis [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Fonte

Por que você pode confiar em nós?

Angélica Collado Formada em Medicina
O objetivo de Angélica é seguir sua evolução constante no universo da saúde. Apaixonada por encontrar novas e melhores maneiras de aproveitar uma vida saudável e de aliviar as dores das pessoas,
Redatora do Saudável&Forte, Luiza pesquisa com muito cuidado e auxiliar na redação e edição de artigos relevantes que envolvem um dos temas que mais lhe interessam: o universo da suplementação.
Estudo epidemiológico
Seoane S. y cols. Causas y aspectos clínicos del dolor articular [Internet]. Medicinainfantil.org.ar. 1999. [Consultado em 15 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
Mayo Clinic. Dolor Articular. [Internet]. Mayoclinic.org. 2019. [Consultado em 16 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Guia clínico
Martín D., Valero E., Hortal A., Rodríguez G. Dolor articular agudo [Internet]. Elsevier. 2002. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Guia clínico
González., y Cols. Artritis Infecciosas [Internet]. Unidad de Reumatología. Hospital General Universitario de Elche. Alicante. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
MedlinePlus. Artritis reumatoide [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
MedlinePlus. Artritis viral [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site especializado
Manuel R. Artritis Viral [Internet]. Reumatologomanuelromero.com. 2014. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Guia clínico
Alejandro M., Esteban R. Rotación del residente de Medicina Familiar y Comunitaria por Reumatología [Internet]. Sociedad Española de Reumatología. 2016. [Consultado em 12 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
American Pregnancy Association. Treating Joint Pain Naturally During Pregnancy [Internet]. Americanpregnancy.org. [Consultado em 20 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
Asociación Galega de Lupus (AGAL). ¿Qué puede causar dolores en las articulaciones en los niños? [Internet]. Lupusgalicia.org. 2018.
Ir para a fonte
Site oficial
Todo sobre artritis reumatoide [Internet]. Conartritis.org. 2014. [Consultado em 16 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
Arthritis Foundation. Alimentación adecuada en personas con artritis [Internet]. Arthritis Foundation. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
Arthritis Foundation. La artritis y el tabaquismo [Internet]. Arthritis.org. [Consultado em 15 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
MedlinePlus. Clorhidrato de Glucosamina [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 12 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
MedlinePlus. Sulfato de Glucosamina [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 13 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Estudo clínico em humanos
Usha P., Naidu M., Randomised, Double-Blind, Parallel, Placebo-Controlled Study of Oral Glucosamine, Methylsulfonylmethane and their Combination in Osteoarthritis [Internet]. Clinical Drug Investigation. 2004. [Consultado em 15 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Estudo clínico em humanos
Vidyasagar S., y Cols. Efficacy and tolerability of glucosamine chondroitin sulphate- methyl sulfonyl methane (MSM) in osteoarthritis of knee in indian patients [Internet]. Iranian Journal of Pharmacology and Therapeutics (IJPT). 2004. [Consultado em 15 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site especializado
Mariano G. Artritis Reumatoide [Internet]. Fundación CANNA. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Estudo científico
Tayyem R. Heath D., Al-Delaimy W., Rock C. Curcumin content of turmeric and curry powders [Internet]. Nutrition and Cancer 2006. [Consultado em 9 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
Mayo Clinic. Glucosamina [Internet]. Mayoclinic.com. [Consultado em 12 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
Luis L. Contraindicaciones del jengibre [Internet]. Tuberculos.org. 2019.
Ir para a fonte
Site oficial
Maria R. Cómo saber si un medicamento tiene gluten [Internet]. Real E Ilustre Colegio de Farmacéuticos de Sevilla. 2015 [Consultado em 13 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
Alergias alimentarias y medicamentos [Internet]. Ocu.org. 2018. [Consultado em 16 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
MedlinePlus. Metilsulfonilmetano [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 13 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
Arthritis Foundation Glucosamina y sulfato de condroitina [Internet]. Arthritis Foundation. [Consultado em 13 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
R.J Miller., R.E Miller. Is cannabis an effective treatment for joint pain? [Internet]. Northwestern University, Chicago, IL USA. 2017. [Consultado em 13 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Estudo clínico em humanos
Otto K., Michel W., Andy S. Arnica montana gel in osteoarthritis of the knee: An open, multicenter clinical trial [Internet]. Advances in Therapy. 2002 [Consultado em 13 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
Stanford Children’s Health. Endocarditis bacteriana en los niños [Internet]. Children’s Hospital Stanford. [Consultado em 14 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Revista médica
Oscar P. Dolor articular en la niñez [Internet]. Revista Médica del Hospital Nacional de Niños Dr. Carlos Sáenz Herrera. [Consultado em 14 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Guia clínico
Eva R., Cristian B., Sofía L. [Internet]. Farmacéuticas comunitarias. Miembros del grupo Aranzadi del COFBi. 2015. [Consultado em 16 de maio de 2020].
Ir para a fonte
Site oficial
MedlinePlus. Tendinitis [Internet]. Medlineplus.gov. 2020. [Consultado em 17 de maio de 2020].
Ir para a fonte