alimentos ricos em vitamina C combatem o escorbuto
Ultima atualização: 19 de abril de 2021

A importância das vitaminas para o funcionamento correto do organismo já não é novidade para ninguém. No entanto, ainda existem muitas doenças provocadas pela carência nutricional que são pouco conhecidas pela maioria das pessoas. Uma delas é o escorbuto.

Apesar de considerado raro, trata-se de um problema que pode ter consequências que vão desde inflamações na pele até a perda dos dentes. A boa notícia é que o escorbuto pode ser facilmente tratado. E é sobre isso que vamos falar a partir de agora. Acompanhe!




Primeiro, o mais importante

  • O escorbuto é uma doença nutricional e está relacionada com a falta de vitamina C no organismo.
  • As frutas cítricas estão entre os alimentos mais ricos em vitamina C. Assim, são os que mais ajudam a prevenir o escorbuto.
  • Doenças de pele, afecções nas mucosas e problemas dentários estão entre os principais sinais do escorbuto. O tratamento passa pela reposição dos níveis saudáveis da vitamina C no organismo.

7 informações essenciais sobre o escorbuto

Como toda doença causada por uma carência nutricional, o escorbuto pode ser diagnosticado e tratado com relativa facilidade. Para tanto, é fundamental conhecer mais sobre a doença e as formas de prevenção. Por isso, vamos detalhar sete pontos essenciais para se manter livre dessa doença.

O que é o escorbuto?

O escorbuto é uma doença nutricional — que pode ser aguda ou crônica — e está relacionada com a falta de vitamina C no organismo. Apesar de haver relatos sobre esta patologia desde o início das civilizações, ela ficou conhecida como a “Doença dos Marinheiros”.

Isso porque entre os séculos XV e XVII, ela levou à morte pelo menos 2 milhões de tripulantes das grandes navegações, que passavam longos períodos com alimentação restrita a bordo das embarcações (1).

fruteira com frutas cítricas que ajudam no combate ao escorbuto

As frutas cítricas estão entre os alimentos que ajudam a prevenir o escorbuto. (Fonte: Pixabay/ Pexels.com)

Quais as causas dessa doença?

O escorbuto nada mais é do que o resultado da deficiência de vitamina C, o chamado ácido ascórbico, no organismo. Essa carência pode ser causada por diversos fatores. O mais comum, no entanto, é a baixa ingestão de alimentos com valor nutritivo.

Por isso, a doença é mais recorrente em regiões com baixo índice de desenvolvimento humano, entre pessoas com situação de pobreza extrema e em idosos desassistidos e com restrição alimentar.

O que o escorbuto causa no organismo?

O escorbuto é a forma mais grave de manifestação da carência de vitamina C no organismo. Entre as propriedades desta vitamina no organismo está a participação na síntese do colágeno e, por essa razão, as principais consequências estão ligadas à doenças de pele, como feridas e dificuldade de cicatrização.

No entanto, em sua forma mais agressiva (2), a doença pode causar hemorragia digestiva e infecções generalizadas, podendo ser fatal. De maneira geral, o colágeno é o responsável por manter a integridade de todos os tecidos. Sem as fibras protetoras das mais variadas estruturas, o organismo como um todo fica ameaçado.

A vitamina C também é importante para fortalecer o sistema imune. Por isso, o escorbuto pode enfraquecer a proteção do organismo contra os mais diversos tipos de doenças.

Quais as formas de prevenir o escorbuto?

Muitas vezes, mesmo com alimentação regular, as pessoas podem manter uma dieta pobre em determinados nutrientes essenciais, como a vitamina C. Portanto, a melhor forma de prevenir o escorbuto é com atenção à rotina para uma dieta saudável.

Mas você sabe quais são os alimentos ricos em vitamina C? Para esclarecer essa dúvida, preparamos um quadro com alguns deles:

Alimentos Quantidade de Vitamina C (mg/100g)
Acerola 1677,5
Pimentão vermelho cru 190
Goiaba 184
Brócolis cru 93,2
Brócolis cozidos 74,6
Repolho cru 57
Laranja 53,2
Couve-flor crua 46,4
Limão 46
Caju 40

Como identificar os sintomas do escorbuto?

Os principais sintomas do escorbuto estão relacionados ao impacto que um quadro de deficiência nutricional provoca ao organismo. De forma geral, você deve ficar atento a algumas alterações, entre as quais, podemos destacar:

  • Fadiga, sonolência e cansaço;
  • Perda de apetite;
  • Irritabilidade;
  • Deformidade dentária e gengivite;
  • Palidez e dificuldade de cicatrização.

Os sintomas do escorbuto podem evoluir de acordo com o grau de deficiência. Assim, se um ou mais desses sinais persistirem, não demore em procurar um médico e fazer os exames necessários.

pele irritada, que pode ser um dos sinais de escorbuto

As afecções de pele, nas mucosas e problemas dentários estão entre os principais sinais do escorbuto. (Fonte: bubutu/ 123rf.com)

Como é o tratamento do escorbuto?

Uma vez diagnosticado, o tratamento do escorbuto, pode ser abordado em duas vertentes. A primeira, por se tratar de uma carência nutricional, consiste em adotar uma dieta com alimentos ricos em vitamina C ou recorrer a suplementos para repor o nutriente no organismo.

A reposição da vitamina C pode ser baseada na recomendação de estudos científicos que apontam a dose diária desse nutriente essencial varia de acordo com a idade e condições específicas (2):

Grupo Quantidade de Vitamina C (mg/dia)
Crianças 30
Mulheres 75
Homens 80
Gestantes 85
Lactantes 100

A segunda providência depende da evolução da doença. O médico deverá avaliar o tratamento mais adequado com atenção aos problemas decorrentes dela, como doenças de pele, problemas dentários ou processos infecciosos. Neste sentido, apenas a avaliação profissional pode determinar qual terapia será utilizada.

A suplementação nutricional ajuda no combate ao escorbuto?

Especialmente em pessoas com grande deficiência de vitamina C, a suplementação pode ser a forma mais eficaz e rápida de repor os níveis saudáveis do nutriente. Depois de conversar com seu médico, você poderá encontrar aqui os melhores produtos do mercado:

Resumo

O escorbuto é uma doença estritamente nutricional. Causada pela deficiência de vitamina C, pode se manifestar por pequenas inflamações, problemas dentários e, nos casos mais graves, levar à morte.

Por este motivo, fizemos questão de falar em detalhes sobre como prevenir e ficar alerta aos sintomas da falta de vitamina C no organismo. Deixamos também dicas dos alimentos mais ricos neste nutriente e uma lista com suplementos de qualidade para driblar essa deficiência.

Se este material foi útil para você, aproveite para compartilhar com seus amigos e deixar um comentário com a sua opinião sobre nosso conteúdo. Muito obrigado. Até mais!

(Fonte da imagem destacada: Nadezhda Andriiakhina/ 123rf.com)

Referências (2)

1. Analysis of nutritional disease in prehistory: The search for scurvy in antiquity and today. George J.Armelagosa, KendraSiraka, TaylorWerkema e Bethany L.Turnerb. International Journal of Paleopathology, 2014. Acessado em abril de 2021.
Fonte

2. Escorbuto: uma deficiência nutricional. Walter Saraiva Lopes, Alex Botelho Leal, Maria Aparecida Faustino e Newton Soares da Silva. Universidade do Vale do Paraíba. Acessado em abril de 2021.
Fonte

Por que você pode confiar em mim?

Artigo científico
Analysis of nutritional disease in prehistory: The search for scurvy in antiquity and today. George J.Armelagosa, KendraSiraka, TaylorWerkema e Bethany L.Turnerb. International Journal of Paleopathology, 2014. Acessado em abril de 2021.
Ir para a fonte
Artigo científico
Escorbuto: uma deficiência nutricional. Walter Saraiva Lopes, Alex Botelho Leal, Maria Aparecida Faustino e Newton Soares da Silva. Universidade do Vale do Paraíba. Acessado em abril de 2021.
Ir para a fonte
Resenhas