Imagem de ginseng.

A raiz que é conhecida popularmente como ginseng é um potente energizante natural. Embora várias plantas recebam esse nome, a maioria das propriedades medicinais são atribuídas ao ginseng coreano (Panax ginseng), ao ginseng americano (Panax quinquefolis) e ao ginseng siberiano (Eleutherococcus senticosus).

Esse superalimento é capaz de combater a fadiga, melhorar a resposta do corpo perante situações de estresse e estimular a concentração. O ginseng também fortalece o sistema imunológico, trata a diabetes e melhora o rendimento esportivo. Ficou curioso para saber mais sobre as maravilhosas propriedades do ginseng? Descubra tudo nesse guia.

O mais importante

  • O ginseng é uma raiz que, embora possa ser consumida em sua forma natural, geralmente é consumida em forma de cápsulas, comprimidos, chás e extratos.
  • O ginseng é muito conhecido por suas propriedades energizantes e estimulantes da função cognitiva. Também melhora as defesas do corpo, a circulação e diminui a glicemia (nível de glicose do sangue).
  • Existem vários tipos de ginseng: coreano, americano, siberiano, entre outros. O ginseng coreano pode ser vermelho ou branco, de acordo com o período que foi colhido e o processamento pelo qual passa.
  • Para comprar um bom ginseng, você deve escolher a variedade correta e verificar se esta possui uma alta concentração de princípios ativos.

Melhores produtos de ginseng do mercado: Nossos favoritos

No mercado existem uma infinidade de produtos que se utilizam da denominação “ginseng”. Entretanto, apesar dos produtos realmente conter ginseng, podem existir grandes diferenças em relação as substâncias ativas utilizadas e suas funções no organismo. Se você pretende realizar uma compra correta, fique atento às recomendações da lista a seguir:

Para quem quer o famoso ginseng siberiano

A Swanson é uma das poucas marcas do mundo que conseguem comercializar o famoso ginseng siberiano. Um dos melhores ginseng do mundo, a fabricante oferece 120 cápsulas desse suplemento, garantindo um uso de alguns meses, ou seja, tempo suficiente para que você perceba a melhora de sua saúde.

Essa fórmula é ideal para aqueles que desejam melhorar a capacidade de concentração, aumentar a energia e jogar para fora a sensação de fadiga e o estresse cotidiano.

O melhor chá de ginseng

Essa fórmula é ideal para aqueles que não gostam de tomar suplementos em comprimidos ou afins. O sachê de chá é uma ótima forma de ser relacionar com um complexo vitamínico, pois, você só precisa fazer o chá e tomar logo pela manhã ou mesmo no cair da tarde.

Além de ser um processo mais confortável, o ginseng coreano é reconhecido como um dos melhores do mundo, garantindo uma maior disponibilidade do organismo e combatendo a depressão e o estresse.

Uma excelente opção de ginseng panax

A Now Foods é uma das fabricantes que mais possui inserção no mercado brasileiro e é responsável por manipular diversos suplementos diferentes, o que garante a qualidade de seus produtos e do atendimento ao consumidor.

Esse frasco da marca contém ginseng panax, uma versão mais comum da raiz, mas não menos eficaz para a saúde. Além disso, o rótulo desse produto garante que ele é vegano, podendo ser também consumido por todo o grupo de pessoas veganas ou vegetarianas.

Para quem quer ginseng e outras vitaminas

Esse produto é um dos vários que oferece um complexo vitamínico de ginseng rodeado de outras vitaminas e substâncias ótimas para o organismo humano. Prometendo ajudar no sistema imunológico e no suporte de energia do corpo, esse item é certamente uma boa opção de escolha.

Ao contrário de muitas cápsulas do mercado, essa fabricante garante que a sua não possui açúcar, conservante, lactose, soja, glúten e tantos outros alergênicos.

Uma opção com excelente custo benefício

Esse suplemento da Vitafor é uma ótima opção e de excelente benefício. Desenvolvido especialmente para aumentar a capacidade de atletas profissionais e amadores em suas atividades físicas, esse produto passou a ser muito bem avaliado dentro dessa área.

Com 60 cápsulas disponíveis no frasco, rende cerca de 1 ou 2 meses e exatamente por conter um pouco menos que muitas do mercado, também passa a ser uma maravilhosa oportunidade para aqueles que desejam começar a suplementar, mas ainda querem esperar para o ver o resultado e sem precisar gastar muito.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre o ginseng

Escolher o melhor suplemento de ginseng não é uma tarefa simples devido à diversidade de marcas presentes no comércio, formas de apresentações e combinações com outros ingredientes. Nessa próxima seção serão revelados os benefícios do ginseng, qual a variedade é mais recomendada para cada pessoa e o modo correto de consumir o produto.

Imagem mostra mulher tomando chá.

O ginseng é muito benéfico para a saúde. (Fonte: Maryia Bahutskaya: 35853518 / 123rf.com)

O que é o ginseng?

O ginseng é uma raiz com propriedades medicinais utilizada para elaborar extratos, comprimidos, chás e xaropes. Mesmo que diversas plantas recebam o nome de ginseng, a espécie Panax ginseng, cujo nome popular é ginseng coreano, é a que mais fornece benefícios para a saúde e é a variedade sobre a qual esse artigo se baseará.

A raiz do ginseng pode medir até 25 centímetros de comprimento. Seu eixo central é cilíndrico e logo se ramifica em prolongações mais finas. A cor externa da raiz é amarelada ou marrom claro. Apesar de poder consumir o ginseng quando fresco, os suplementos geralmente são produzidos utilizando a raiz seca.

foco

Você sabia que o ginseng melhora o humor e reduz o estresse? Diversos estudos tem mostrado que fazer o uso dele em sua dieta pode reduzir a ansiedade, melhorar o estado mental e aliviar o estresse.

Quais são os benefícios do ginseng para a saúde?

Os principais princípios ativos responsáveis por grande parte dos benefícios do ginseng são os ginsenósidos (Rg1 e Rb1), sempre encontrados em diversas partes da planta, mas ainda mais concentrados na própria raiz. Os suplementos de ginseng, em especial o de Panax ginseng, oferecem os seguintes benefícios para a saúde:

  • Combatem o cansaço, a debilidade e a fadiga devido seu efeito energizante e revitalizante.
  • Fortalecem o sistema imunológico e aumentam a resistência perante agentes infecciosos (bactérias e vírus).
  • Melhoram a capacidade de resposta frente a situações de estresse. 
  • Colaboram na desintoxicação hepática perante diversas substâncias, dentre elas, o álcool.
  • Ajudam a restaurar a homeostase do organismo, ou seja, o equilíbrio interno.
  • Melhoram a circulação e diminuem o colesterol total e o colesterol LDL (conhecido como mau colesterol).
  • Atuam como antioxidantes (combatem o estado oxidativo provocado pelos radicais livres) e potencializam o efeito da vitamina E, propriedade que também possui atividade antioxidante.
  • Reduzem o consumo de oxigênio por parte do coração e isso se converte em uma maior eficiência cardíaca durante o exercício físico, principalmente, aeróbico.
  • Melhoram a memória, a concentração e o pensamento abstrato. 
  • Colaboram no tratamento de enfermidades neurodegenerativas, por exemplo, a doença de Alzheimer.
  • Exercem um efeito anti-inflamatório.
  • Podem evitar o surgimento de câncer. Existem estudos que atribuem ao ginseng propriedades anticancerígenas, principalmente em relação ao câncer de mama, de próstata e de estômago, mas a evidência ainda é insuficiente.
  • Reduzem a intensidade e a duração dos estados gripais e do resfriado comum, mas é melhor manter um consumo periódico desse suplemento antes mesmo dessas doenças aparecerem, ou seja, antes da época do ano em que doenças respiratórias aparecem com maior frequência na população.
  • Estimulam o apetite e podem colaborar com a digestão.

Em relação à estética, o ginseng pode melhorar a saúde e a beleza da pele e do cabelo, tanto se for utilizado de forma tópica (por exemplo, em cremes e shampoos) como se utilizado por via oral.

O ginseng melhora a hidratação, a suavidade e a elasticidade da pele. Ao nível capilar, fortalece o cabelo e previne a quebra das fibras capilares.

Quem pode se beneficiar das propriedades do ginseng?

Além de suas reconhecidas propriedades energizantes, adaptógenas e antiestresse, o ginseng pode ser benéfico em diversas situações. O ginseng coreano vermelho (Panax ginseng) é a variedade que possui o maior potencial para melhorar a saúde das pessoas e é indicado para as seguintes circunstâncias:

  • Cansaço ou esgotamento.
  • Problemas de memória e falta de concentração.
  • Pessoas que estão expostas à situações que demandam um grande esforço físico ou mental.
  • Indivíduos que estão sob um grau elevado de estresse.
  • Estudantes.
  • Esportistas.
  • Idosos.
  • Indivíduos com perda de apetite.
  • Pessoas com resistência a insulina ou diabetes tipos II, sempre acompanhadas por um médico.
  • Indivíduos que desejam prevenir gripes ou resfriados.
Imagem de atleta feliz fazendo exercícios.

O ginseng é energizante para os esportistas. (Fonte: Yulia Grogoryeva: 41240080 / 123rf.com)

Quais tipos de suplementos ginseng existem e qual deve ser o mais indicado para você?

Existem diversas variedades de ginseng e formas diferentes de consumi-lo. No mercado você pode encontrar cápsula, comprimidos, chás, xaropes, chicletes e extratos em pó de ginseng. Dentro da botânica, existem mais de 13 espécies de plantas que levam o nome ginseng devido suas propriedades energizantes e antifadiga, mas as melhores são:

  • Ginseng coreano (Panax ginseng): É o ginseng “oficial”, cujo conteúdo de ginsenósidos e panaxanos o converte em um superalimento com um enorme potencial para melhorar a saúde. O ginseng coreano pode ser branco ou vermelho, sendo esse último o responsável pelo maior efeito terapêutico. É usado como energizante, adaptógeno e estimulante da função cerebral.
  • Ginseng americano (Panax quinquefolium): Assim como o caso do ginseng coreano, a maioria de suas propriedades é devido os ginsenósidos que carrega. Ajuda a prevenir infecções respiratórias como o resfriado comum e a gripe. Também exerce um efeito hipoglicemiante (redução de glicose no sangue) em diabéticos e não diabéticos.
  • Ginseng siberiano (Eleutherococcus senticosus): Essa planta pertence a mesma família do ginseng coreano e o ginseng americano, mas seus princípios ativos são diferentes. No lugar dos ginsenósidos e dos panaxanos, ele possui eleuterósidos e eleuteranos. É capaz de incrementar os níveis de energia, apoia a função imunológica e diminui o nível de glicemia no sangue.
Características Ginseng coreano Ginseng americano Ginseng siberiano
Nome científico Panax ginseng Panax quinquefolium ou Panax quinquefolius Eleutherococcus senticosus
Zona de cultivo Os asiáticos (Coréia, China e Japão) e Estados Unidos são os maiores produtores. No Brasil já se começou a cultivar alguns tipos de ginseng Estados Unidos e Canadá Rússia (principalmente a região da Sibéria), China, Coréia e Japão
Idade da planta para o momento de colheita Pelo menos 4 anos. Para obter o ginseng vermelho a planta deve ser colhida depois de 6 anos de cultivo 4 anos Entre 4 e 5 anos
Princípios ativos Ginsenósidos e panaxanos Ginsenósidos e panaxanos Eleuterósidos e eleuteranos
Parte da planta com maior concentração de princípios ativos Raiz Raiz Raiz
Indicações terapêuticas Debilidade e fadiga crônica

Pessoas que desejam reforçar seu sistema imunológico

Perda de memória

Dificuldade de concentração

Falta de desejo sexual (libido)

Esportistas

Estudantes

Idosos

Perda de apetite

Pessoas que possuem diabetes tipo II (sempre acompanhadas de supervisão médica)

Pessoas que querem aumentar seus níveis de energia ou combater o cansaço

Diabetes tipo II

Infecções do sistema respiratório, como gripes e resfriados comuns

Debilidade e cansaço

Pessoas que desejam melhorar seu rendimento atlético

Doenças virais (gripe, infecção por vírus da herpes tipo 2)

Indivíduos que sofrem de certos transtornos mentais, como a bipolaridade, ansiedade ou depressão (sempre acompanhados de supervisão médica)

Formatos de comercialização Cápsulas, comprimidos, chás, tintas, extratos (líquido e em pó) Comprimidos, chás, raízes desidratadas, tintas, extratos Cápsulas e comprimidos, chás, tintas, extratos
Preço Moderado. É a forma que possui a melhor relação custo-qualidade-rendimento Elevado Baixo. É o ginseng mais barato e possui um ótimo custo-benefício

Por que o ginseng é recomendado para os esportistas?

Tanto os esportistas profissionais como aquelas pessoas que adoram praticar o exercício físico recreativo podem se beneficiar do consumo do ginseng, principalmente se realizam atividades aeróbicas, por exemplo, ciclismo ou corrida. Os benefícios do ginseng coreano e do siberiano para os atletas são:

  • Melhoria do exercício físico: mais resistência e menor cansaço.
  • Evita que a frequência cardíaca aumente muito durante o exercício físico.
  • Acelera a recuperação depois de um esforço físico (em treinamento ou competição).
  • Melhora a eficácia cardíaca ao diminuir o consumo de oxigênio por parte do coração.

Se recomenda o ginseng para as pessoas que praticam atividades esportivas anaeróbias como o levantamento de peso? Nesses casos, os suplementos de ginseng não oferecem benefícios (nem prejuízos). Nenhuma das variedades de ginseng é útil para incrementar a força e nem a massa muscular.

Ginseng em formato de planta.

O ginseng oferece uma sensação de maior disposição e bem-estar. (Fonte: Xb100: 91191488 / 123rf.com)

O que significa o ginseng ser uma propriedade adaptógena?

Perante certas condições adversas colocadas por um esforço físico ou mental, os suplementos de ginseng podem ajudar a recuperar ou manter o equilíbrio do meio interno, conhecido como homeostase.

Os efeitos energizantes, estimulantes do sistema nervoso central, antiestresse e antifadiga fazem com que o ginseng seja considerado um adaptógeno natural.

O ginseng é afrodisíaco?

A falta de desejo sexual pode ser causada por diversas situações: mentais, emocionais ou físicas. Portanto, algumas pessoas podem aumentar sua libido mediante o consumo de ginseng, enquanto que para outras, esse alimento pode causar nenhum tipo de efeito dentro desse tema. As propriedades afrodisíacas do ginseng são atribuídas a:

  • Melhora da circulação sanguínea, o que favorece a irrigação da zona genital. No caso do homem, os ginsenósidos do ginseng atuam como vasodilatadores que facilitam a ereção.
  • O seu efeito energizante, revigorante e antifadiga.
  • A sensação de bem-estar generalizado e a melhoria do estado anímico.
Dra. Yanina Cangelosi Alba

“O interessante dessa raiz é que ela combate todos os fatore de estresse (biológicos, químicos e físicos), sem exercer um ataque específico a nenhum órgão, função fisiológica ou patologia. Sua ação é bem mais “normalizadora”, pois, ele melhora a capacidade de homeostase do corpo, ou seja, a capacidade de adaptação e de resistência do organismo perante a tensão.”

Quais as diferenças entre o ginseng e a maca?

A raiz da maca também é conhecida como ginseng peruano devido suas propriedades energizantes. Assim como o ginseng, a maca melhora o vigor físico, estimula o desejo e a função sexual, e atua como adaptógeno.

Entretanto, existem várias diferenças entre esses 2 superalimentos, como mostra a tabela a seguir:

Características Ginseng Maca
Nome científico Ginseng coreano: Panax ginseng

Ginseng americano: Panax quinquefolius

Ginseng siberiano: Eleutherococcus senticosus

Lepidium meyenii
Variedades Existem mais de 10 variedades que recebem a denominação ginseng, mas as 3 mais importantes são o ginseng coreano, o americano e o siberiano Maca preta, maca vermelha e marca branca
Zonas de cultivo Ginseng coreano: Leste asiático

Ginseng americano: Zona Leste dos Estados Unidos e Canadá

Ginseng siberiano: Rússia (principalmente a zona da Sibéria), China, Coréia e Japão

Andes Peruanos
Princípios ativos Ginseng coreano e americano: Ginsenósidos e panaxanos

Ginseng siberiano: eleuterósidos e eleuteranos

Glucosinolatos

Macaenos

Macamidas

Polifenóis

É energizante? Sim Sim
Promove o vigor físico? Sim Sim
Estimula a memória e a concentração? Sim Não
Previne a osteoporose? Não Sim
Diminui os sintomas da menopausa? Não Sim
É benéfico para prevenir e aliviar resfriados e estados gripais? Sim Não
Aumenta o desejo sexual? Sim Sim
Melhora a fertilidade? Não Sim

Como deve ser consumido o ginseng?

O ginseng deve ser tomado junto com alimentos ou mesmo ingerido entre refeições, pois, se ingerido em jejum pode acabar diminuindo muito a glicemia (nível de glicose no sangue) para baixo do normal e resultar em uma hipoglicemia. Também não é recomendado consumir ginseng antes de dormir porque pode dificultar a cair no sono.

É importante não superar a dose recomendada e respeitar os períodos de descanso. Por exemplo, é permitido tomar ginseng durante 3 semanas consecutivas e parar para descansar uma, ou mesmo consumir durante 12 semanas e descansar por 1 mês. Às vezes, as pessoas consomem doses em excesso para acelerar o resultado e isso acaba gerando efeitos indesejados.

Imagem de homem apoiado em livros.

O ginseng é uma raiz com propriedades medicinais. (Fonte: Rido: 45333787 / 123rf.com)

Como deve ser a suplementação de ginseng de diabéticos?

Enquanto as pessoas não diabéticas devem tomar o ginseng junto com os alimentos, quem possui essa condição deve tomar o produto no mínimo 1 hora antes de comer para que consiga produzir uma redução de glicemia. Nesses casos, o médico deve autorizar o consumo de ginseng para prevenir efeitos adversos, por exemplo, uma hipoglicemia.

Qual é a dose recomendada de ginseng?

A dose recomendada dependerá da forma que está sendo comercializado o produto dessa raiz. No caso das cápsulas e comprimidos, se recomenda tomar 1 ou 2 unidades por dia. Já em relação as doses de extratos líquidos e em pó, é aconselhado não superar a quantidade diária de uma colher de chá para os líquidos e 2 gramas para o pó.

O ginseng possui cafeína?

Não, o ginseng não tem cafeína. Assim, ele passa a ser um excelente substituto para aqueles que desejam aumentar seus níveis de energia ou melhorar o rendimento físico e mental sem necessariamente recorrer ao café ou outras bebidas com cafeína. Entretanto, é importante não misturar o ginseng com o café porque pode resultar em tremores, tensão arterial elevada, nervosismo e insônia.

Depois de quanto tempo de suplementação é possível perceber os efeitos do ginseng?

Algumas pessoas percebem os efeitos do ginseng depois de consumir esse produto por apenas alguns dias, enquanto outras precisam de algumas semanas para começarem a notar resultados. Cada organismo é diferente. No geral, as propriedades energizantes e revigorantes do ginseng são as primeiras a se manifestarem.

foco

Você sabia que o ginseng, por ter princípios ativos, beneficia o cabelo com um aspecto mais saudável, fornecendo brilho e força?

Quais os efeitos adversos que podem acontecer a partir da suplementação de ginseng?

Embora o ginseng seja considerado um produto provavelmente seguro para a saúde, também pode provocar reações adversas. Se você exceder a dose diária recomendada ou se o consome sem o período de descanso, aumenta-se a possibilidade de que o ginseng produza alguns desses efeitos secundários postos a seguir:

  • Insônia.
  • Nervosismo.
  • Tensão arterial elevada.
  • Erupções cutânea.
  • Diarreia.
  • Hemorragias.
  • Dor de cabeça.
  • Dor de estômago.
  • Ansiedade.
  • Irritabilidade.
  • Nas mulheres: dor nas mamas e sangramento vaginal anormal.

Quais são as contraindicações do ginseng?

Assim como o ginseng é capaz de melhorar diversos aspectos da saúde, também possui contraindicações. Existem certas circunstâncias que não se aconselha o consumo de nenhuma variedade de ginseng porque produz complicações ou, porque pode ocorrer interação medicamentosa com os remédios utilizados no tratamento de determinadas doenças:

  • Infância e adolescência. Apenas pessoas a partir de 18 anos podem suplementar com ginseng.
  • Gravidez e amamentação.
  • Hipertensão arterial.
  • Doenças cardíacas.
  • Insônia.
  • Transtornos ginecológicos: câncer de mama, miomas, endometriose.
  • Doença de Parkinson.
  • Transtorno de ansiedade.
  • Consumo de anticoagulantes (coumadin), levodopa, antidepressivos (inibidores de monoamina oxidase), digitálicos (digoxina).

Qualquer pessoa que esteja tomando medicação ou sofra de alguma doença crônica, deve consultar seu médico antes de começar a consumir ginseng.

Os diabéticos que se tratam com insulina ou antidiabéticos orais (por exemplo, metformina) só podem tomar ginseng sob supervisão médica, pois, existe o risco de forte hipoglicemia.

Critérios de Compra

Uma vez que você já identificou qual a variedade de ginseng mais benéfica para si, o próximo passo é avaliar outros aspectos inerentes a forma de apresentação dessa substância e os ingredientes presentes no suplemento. Esses são os critérios de compra que não devem passar despercebidos caso queira comprar um produto de ginseng de ótima qualidade:

  • Variedade de ginseng
  • Idade da planta de ginseng no momento da colheita
  • Sabor
  • Presença de glúten e outros alérgenos
  • Material das cápsulas

Variedade de ginseng

Na primeira tabela estão presentes as indicações para cada variedade de ginseng (coreano, americano ou siberiano). É fundamental escolher o tipo de ginseng adequado para o fim desejado. Por exemplo, se você quer estimular a memória e a concentração, é recomendado o ginseng coreano, mas se deseja aumentar o seu nível de energia, qualquer uma das 3 variedades são efetivas para esse fim.

No caso do ginseng coreano, pode ser usado o branco ou o vermelho. Na verdade, elas são a mesma planta, sendo diferentes apenas no modo de processamento e na idade de colheita. De acordo com o processamento, o ginseng vermelho, de uma qualidade superior, é submetido a uma vaporização para concentrar seus ginsenósidos e aumentar sua estabilidade.

Idade da planta no momento da colheita

A planta do ginseng deve ter pelo menos 4 anos para que seus princípios ativos estejam em uma concentração suficientemente boa para beneficiar a saúde. Para obter o ginseng branco, a colheita é realizada quando a planta completa 4 anos, enquanto que para fazer os suplementos do ginseng vermelho, a planta deve ser colhida após 6 anos.

Sabor

A maioria dos consumidores de ginseng descrevem o sabor dessa planta como similar ao do alcaçuz, ou seja, agridoce e levemente com aroma de anis. Esse sabor é percebido para aqueles que consomem o suplemento em formato líquido ou em pó. Entretanto, as cápsulas feitas a partir dos extratos possuem um sabor quase neutro (sem sabor definido).

Keri GlassmanNutricionista

“Cientistas da Universidade do Havaí descobriram que mulheres que tomaram o suplemento de ginseng aumentaram significativamente suas libidos em um só mês, além disso, 68% delas afirmaram que suas vidas sexuais melhoraram bastante. Adicione o ginseng em sua dieta ou prove um dos vários chás de ginseng disponíveis.”

Presença de glúten e outros alérgenos

O ginseng é naturalmente livre de glúten. Mesmo assim, as pessoas com doença celíaca e intolerantes ao glúten devem verificar se o produto possui o rótulo “produto livre de glúten”. Aqueles que sofrem de alergias alimentares (amendoim, gergelim, soja e outros), também devem certificar que esses alimentos não aparecem na lista de ingredientes do suplemento.

Material das cápsulas

Apesar do ginseng ser de origem vegetal, o material das cápsulas pode ser de gelatina animal e, consequentemente, esse produto não será compatível com a dieta vegetariana ou vegana. Para comprar um suplemento de ginseng 100% vegetal, o material das cápsulas devem ser de hidroxipropilmetilcelulose (HPMC) ou celulose modificada.

Resumo

O ginseng é muito mais que um energizante natural. Seus efeitos sobre a função cerebral, o rendimento físico e a resistência ao estresse, o transforma em um suplemento muito benéfico para os estudantes, esportistas e pessoas que estão passando por situações difíceis a nível físico ou mental.

Embora problemas de intoxicação causados pelo ginseng seja muito difícil, ele pode provocar efeitos secundários. Para realizar um consumo seguro é importante ingeri-lo de forma adequada. Isso quer dizer respeitar as doses aconselhadas (de acordo com o modelo de produto comprado) e não consumi-lo por mais de 2 ou 3 meses sem alternar com um período de descanso.

Se você gostou desse artigo e Guia sobre o ginseng, o compartilhe em suas mídias sociais para que outras pessoas também tenham a oportunidade de entender mais sobre essa maravilhosa raiz.

(Fonte da imagem destacada: Joannawnuk: 101905964/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

SAUDÁVEL&FORTE
Os redatores do portal SAUDÁVEL E FORTE estão preparados para pesquisar a fundo e escrever artigos de alta qualidade e com as informações necessárias para que você saiba tudo o que precisa sobre suplementos e boa forma.