comprando comprimidos
Ultima atualização: 26 de dezembro de 2020

Como escolhemos

15Produtos analisados

24Horas investidas

27Estudos avaliados

65Comentários coletados

Existem algumas pessoas que podem desenvolver consequências graves ao consumir suplementos de magnésio. Estas consequências podem ir desde um desconforto leve até reações alérgicas, alterações neurológicas e cardíacas.

Você quer saber se os suplementos de magnésio são adequados para você? Neste artigo vamos explorar todas as contraindicações e considerações que você deve ter antes de começar a utilizar um suplemento com magnésio. Vamos lá!




O mais importante

  • O magnésio é fundamental para o desempenho de cerca de 300 funções no corpo humano. No entanto, pode ter consequências, se for utilizado de forma incorreta.
  • Estes efeitos indesejados podem ser desde um desconforto intestinal até alterações neuronais e cardíacas.
  • É recomendado consultar o médico antes de utilizar qualquer suplemento de magnésio, o uso indiscriminado destes produtos é uma das principais causas dos seus efeitos colaterais.

Os melhores produtos com magnésio: Nossas recomendações

Apesar de que os suplementos de magnésio não são para todo mundo, neste artigo vamos mostrar as melhores opções do mercado online para que você possa avaliar com seu médico e determinar qual o mais adequado para o seu caso.

Um suplemento de magnésio com bom custo-benefício

O suplemento da Meissen de magnésio l-treonato auxilia no funcionamento neuromuscular e no metabolismo de proteínas. Esta opção não contém lactose, sódio e glúten. Esta embalagem tem 120 cápsulas gelatinosas de 300mg cada uma.

O melhor suplemento de magnésio com colágeno

Suplemento de colágeno tipo II, vitamina D e magnésio. É recomendado para o fortalecimento estrutural, redução de dores e quadros inflamatórios e consequente melhora na flexibilidade e mobilidade articular. Com 60 cápsulas na embalagem, a dose recomendada é de 1 ao dia.

O melhor suplemento de magnésio dimalato

O magnésio dimalato é utilizado na síntese de proteínas e no transporte de energia no corpo. Ele é muito utilizado para auxiliar no funcionamento muscular e neuromuscular, pois o ácido málico, presente na formulação, atua sobre o metabolismo e a produção de energia. Em uma embalagem com 60 comprimidos de 350 mg cada, a dose recomendada é de 1 ao dia.

O melhor suplemento de bio magnésio

O suplemento de bio magnésio da Pura Vida mantém o intestino saudável e em movimento, auxilia no equilíbrio de cálcio no sangue, essencial para a saúde do coração e relaxante do sistema nervoso. Está disponível em uma embalagem com 60 cápsulas de 1200 mg cada.

A melhor combinação de vitaminas e minerais para os ossos e dentes

A combinação de cálcio + magnésio + zinco + vitamina D3 + vitamina K2 é essencial para a saúde dos ossos e dentes, além de muitos outros benefícios que esta combinação oferece, inclusive para o sistema imunológico. Em uma embalagem com 60 cápsulas 1300 mg cada, a dose indicada é de 2 cápsulas ao dia.

Tudo que você precisa saber sobre as contraindicações do magnésio

O magnésio é um dos elementos mais abundantes no corpo humano e deve ser mantido em níveis constantes para que o corpo funcione corretamente. No entanto, muitas pessoas devem ter cuidado ao consumi-lo, especialmente os suplementos, já que pode trazer efeitos indesejados para a saúde.

dor no peito

Os suplementos de magnésio podem piorar alguns problemas de coração. (Fonte: Suebsri: 105457869 / 123rf.com)

O magnésio nos alimentos tem contraindicações?

A melhor forma de obter a quantidade suficiente de magnésio que o corpo precisa é seguindo uma dieta saudável. Porém, alguns alimentos que o contém podem gerar desconforto gastrointestinal ou reações alérgicas, não pelo magnésio, mas pelos demais ingredientes.

As reações alérgicas podem ocorrer com o consumo de amêndoas, soja, pasta de amendoim e outros alimentos que, apesar de serem ótimas fontes de magnésio, podem causar reações alérgicas em algumas pessoas, exigindo atendimento médico imediato (1, 2).

Além disso, se você é intolerante à lactose ou glúten, alguns alimentos com magnésio como o pão integral, cereais e produtos lácteos podem causar desconforto gastrointestinal, inchaço abdominal e/ou diarreia.

Doses elevadas de magnésio: são seguras?

A quantidade de magnésio que você precisa diariamente depende da sua idade, sexo e algumas condições, como a gravidez e algumas doenças.

O magnésio que deve ser obtido dos alimentos diariamente é cerca de 400-420 mg para homens e 310-320 mg para mulheres não grávidas (3, 4).

Esta quantidade é um pouco diferente para o magnésio obtido dos suplementos alimentares, que não devem ultrapassar as 350 miligramas por dia. Se você consumir uma dose elevada por um período prolongado de tempo, pode apresentar os seguintes efeitos colaterais:

  • Alteração dos batimentos cardíacos (arritmias ou bloqueios);
  • Baixa pressão sanguínea (hipotensão);
  • Confusão;
  • Diminuição da frequência respiratória;
  • Coma;
  • Morte.
comprimidos de magnésio

O magnésio pode diminuir a eficácia dos antibióticos e outros medicamentos. (Fonte: Mvg684 : 101893694 / 123rf.com)

Intoxicação por magnésio: como reconhecer e quando pedir ajuda

A intoxicação por magnésio é uma consequência rara, mas real, de um uso indiscriminado dos suplementos de magnésio ou seu uso em idosos, pessoas com problemas nos rins ou transtornos grastrointestinais (5).

Muitas vezes, começa sem apresentar sintomas, mas com o aumento dos níveis de magnésio no sangue, pode colocar a saúde em risco. Você deve procurar um médico imediatamente se apresentar os seguintes sintomas (6):

  • Aumento da frequência urinária;
  • Dor ao urinar;
  • Perda de peso sem motivo aparente;
  • Tremores, sudorese e cansaço;
  • Hipotensão (pressão arterial baixa);
  • Confusão;
  • Dificuldade para respirar;
  • Náuseas que impedem a ingestão de alimentos;
  • Diarreia (de 4 a 6 episódios em menos de 24 horas);
  • Sensação de que o coração bate muito rápido ou muito forte.

A maioria dos casos de intoxicação por magnésio ocorrem em pessoas que utilizam os suplementos para aliviar a constipação. Por este motivo, é sempre recomendado que a suplementação seja discutida com um profissional da saúde.

Posso ser alérgico ao magnésio?

Mesmo que existam muitos poucos casos de alergia ou intolerância ao magnésio, é possível que algumas pessoas apresentem alergia à este componente, especialmente no formato de sulfato de magnésio e cloreto de magnésio (7, 8).

Algumas pessoas podem ter reações como vermelhidão da pele e coceira ao tomar os suplementos, receber tratamentos com magnésio em hospitais ou tomar banho com sais de magnésio ou em algumas praias (9).

Além disso, os suplementos podem ser combinados com outros ingredientes que você pode ser alérgico. Se você apresentar qualquer sintoma indesejado depois do consumo dos suplementos, procure o hospital mais perto ou o seu médico.

Dr. Agustín LandivarMédico
"Se você não tem uma deficiência de magnésio, não deve consumir suplementos deste mineral, já que podem trazer problemas para a saúde a longo prazo."

Magnésio em pessoas com insuficiência renal

O magnésio viaja por todo o corpo para cumprir diversas funções e para depois ser eliminado pela urina, graças a função de filtragem dos rins (10).

Algumas pessoas que sofrem de problemas renais não conseguem metabolizar e eliminar de forma correta algumas moléculas, por isso elas podem se acumular no organismo e gerar toxidade (11).

Isso pode acontecer com o magnésio. Pessoas com problemas nos rins precisam de uma nutrição especializada, regulada por um médico ou nutricionista, em hipótese alguma devem se medicar ou utilizar suplementos por conta própria.

Bloqueios cardíacos: por que não devo tomar suplementos de magnésio?

O magnésio está envolvido na regularização dos batimentos cardíacos, razão pelo qual pode oferecer benefícios aos indivíduos com alterações do ritmo cardíaco (arritmias) (12).

Os bloqueios cardíacos ocorrem quando os sinais elétricos que fazem o coração bater não são enviados corretamente até as partes mais inferiores do coração. Isso pode fazer com que ele bata lentamente ou pule algumas batidas (13).

O magnésio pode piorar os bloqueios cardíacos ou até causá-los em pessoas com problemas cardiovasculares previamente estabelecidos (14, 15). Por este motivo, os suplementos de magnésio devem ser utilizados apenas com indicação médica.

casal idoso

Se você segue uma dieta vegana, evite suplementos combinados com colágeno, já que tem origem animal. (Fonte: Kachmar: 120618544 / 123rf.com)

Magnésio com cálcio: boa ou má ideia?

O magnésio participa na absorção e transporte de cálcio, contribuindo para aumentar suas reservas no organismo. Porém, todo excesso é ruim, então esta combinação pode favorecer a um aumento indesejado nos níveis de cálcio.

Isso ocorre tanto se você consumir suplementos de cálcio ou alimentos ricos neste mineral (lácteos, repolho, brócolis, peixes e cereais) (16, 17, 18). O excesso de cálcio no organismo pode gerar as seguintes complicações (19):

  • Formação de pedras nos rins;
  • Desconforto estomacal (náuseas, vômito, constipação);
  • Alteração na estrutura dos ossos;
  • Calcificação (depósito de cálcio) dos vasos sanguíneos;
  • Alterações no funcionamento do cérebro (letargia, fadiga, alterações de humor);
  • Palpitações (sensação aumentada dos batimentos cardíacos);
  • Arritmias (alterações do ritmo cardíaco);
  • Desmaios.

É necessário consultar seu médico aos primeiros indícios de aumento de cálcio no sangue, como aumento de sede, urinar com maior frequência e dor abdominal, a fim de descartar o excesso deste mineral.

Interações medicamentosas: o que não posso combinar com o magnésio?

Se você está fazendo qualquer tipo de tratamento médico e quer explorar o uso de suplementos, é sempre uma boa opção consultar o médico primeiro.

O magnésio pode interagir com alguns medicamentos, o que pode diminuir sua eficácia e/ou ter efeitos indesejados para a saúde. Estes são os principais medicamentos que interagem com o magnésio (17):

  1. Tetraciclinas: estes antibióticos são utilizados para o tratamento de infecções como as de trato respiratórios, pele e olhos (20). Ao combinar com o magnésio, pode diminuir sua eficácia, já que não são absorvidos corretamente pelo intestino.
  2. Quinolonas: antibióticos utilizados para um amplo espectro de infecções bacterianas (21). Assim como os tetraciclinas, ao serem consumidos com suplementos de magnésio, pode diminuir sua absorção e eficácia.
  3. Bifosfonatos: medicamentos utilizados para prevenir e tratar doenças que envolvem a perda de densidade óssea (osteoporose e câncer nos ossos) (22). Os sais de magnésio (cloreto, sulfato, carbonato, fosfato) podem diminuir a absorção destes medicamentos a nível intestinal.

Kacy GrossmanNutricionista
"O excesso de magnésio no sangue pode gerar baixa pressão sanguínea, alterações nos batimentos cardíacos e, inclusive, infartos."

Dicas para escolher um bom suplemento de magnésio

Se você acredita que os suplementos de magnésio podem ser apropriados para você, mas você ainda tem dúvidas de como escolher o melhor produto, estas dicas serão de grande utilidade para você. Observe:

Certificações

As certificações apropriadas nos suplementos alimentares garantem que estes produtos foram fabricados com os mais altos padrões de qualidade. Se você quer saber como reconhecer e o que significam, esta tabela pode te ajudar muito:

Certificação Significado Função
BPF ou GMP (23) Boas Práticas de Fabricação Certificam a correta higiene, manipulação e fabricação dos produtos
BRC Global Standard (Global Standard for Food Safety) (24) Certificação Global de Segurança Alimentar Certifica que os fabricantes cumprem com determinados requisitos internacionais de salubridade e pureza
IFS Food (International Food Standard) (25) Padrões internacionais de alimentos Garante a segurança e qualidade dos produtos processados (suplementos)
ISO 22000 (International Standarization Organization) (26) Organização Internacional de Padronização Cumprimento de requisitos para a segurança alimentar durante todo o processo: agricultura, pecuária, processamento, embalagem, transprote e pontos de venda
ISO 9001 (International Standarization Organization) (27) Organização Internacional de Padronização Garante a qualidade dos produtos ou serviços e a satisfação do consumidor

Suplementos que você deve evitar

Nem todos os suplementos que você vai encontrar no mercado online serão apropriadamente fabricados e embalados, para sua saúde e bem estar. Evite os produtos que:

  • Não estejam embalados;
  • Façam promessas muito grandes (curar o câncer ou tratar qualquer doença);
  • Não indique todos os ingredientes;
  • Sejam de fabricação caseira;
  • Sejam de sites duvidosos.
consulta médica

É recomendado consultar um médico antes de utilizar qualquer suplemento de magnésio. (Fonte: Morganka: 66190545 / 123rf.com)

Restrições dietéticas e dietas especiais

Existem alguns ingredientes e excipientes que podem ser prejudiciais para algumas dietas ou intolerâncias alimentares:

  • Se você segue uma dieta vegana: evite suplementos que sejam combinados com colágeno, já que este é de origem animal. Além disso, tenha cuidado com produtos em cápsulas e sempre verifique se o produto é certificado com padrões veganos.
  • Se você utiliza produtos não testados em animais: ao usar produtos de magnésio para uso externo, verifique se estão livres de crueldade animal, com as certificações adequadas.
  • Se você é intolerante ao glúten (doença autoimune causada pela ingestão de glúten), à lactose ou alimentos com casca: suplementos que contenham estes ingredientes devem ser declarados obrigatoriamente. Leia muito bem a embalagem e consulte um farmacêutico para tomar a melhor decisão.

Resumo

O magnésio é um elemento fundamental para a função do organismo, se ele for consumido através dos alimentos, não apresentam nenhum risco para a saúde. No entanto, os suplementos de magnésio podem causar efeitos indesejados, especialmente em pessoas com determinados problemas de saúde.

Recomendamos que você sempre consulte seu médico antes de tomar uma decisão sobre os suplementos que você vai incluir na sua vida diária, pois a busca pela saúde deve ser sempre acompanhada pela busca por conhecimento.

Se você acha que este artigo pode ajudar mais pessoas, não deixe de compartilhar em suas redes sociais! Deixe um comentário para nós caso tenha alguma dúvida ou sugestão.

(Fonte da imagem destacada: Swangphon: 100324769 / 123rf.com)

Referências (27)

1. Alimentos ricos en magnesio [Internet]. St. June Children’s Research Hospital. 2005
Fonte

2. Asociación Española de Personas con Alergia a Alimentos y Látex [Internet]. AEPNAA, Asociación Española de Personas con Alergia a Alimentos y Látex.
Fonte

3. Office of Dietary Supplements – Magnesio [Internet]. NIH Office of Dietary Supplements. U.S. Department of Health and Human Services. 2020.
Fonte

4. Magnesium: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning [Internet]. WebMD. WebMD; 2020.
Fonte

5. Gómez CD, Amor LL, Prieto EG, Augusto DE. Magnesium poisoning, multi-organ failure and ischemic colitis secondary to chronic ingestion of a parapharmacy product. Revista Española de Enfermedades Digestivas. 2018;110.
Fonte

6. Cascella M, Vaqar S. Hypermagnesemia. StatPearls. 2020.
Fonte

7. Sulfato de magnesio, sulfato de potasio y sulfato de sodio: MedlinePlus medicinas [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine.
Fonte

8. Sales de magnesio (carbonato fosfato óxido de magnesio) [Internet]. Sales de magnesio (carbonato fosfato óxido de magnesio) | Asociación Española de Pediatría. 2016.
Fonte

9. Jr. JMT, Katz VL, Campbell D, Cefalo RC. Hypersensitivity to magnesium sulfate. American Journal of Obstetrics and Gynecology. 1989;161(4):889–90.
Fonte

10. Pérez González E., Santos Rodríguez F., Coto García E.. Homeostasis del magnesio: Etiopatogenia, clínica y tratamiento de la hipomagnesemia. A propósito de un caso. Nefrología (Madr.) [Internet]. 2009; 29( 6 ): 518-524.
Fonte

11. Tapia H, Mora C, Navarro J. Magnesio en la Enfermedad Renal Crónica. Sociedad Española de Nefrología. 2007.
Fonte

12. Dinicolantonio JJ, Liu J, O’Keefe JH. Magnesium for the prevention and treatment of cardiovascular disease. Open Heart. 2018;5(2).
Fonte

13. Bloqueo cardíaco: MedlinePlus enciclopedia médica [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine; 2020.
Fonte

14. Venkatesh C, Soundararajan P, Amirthaganesh B, Thomas A. First degree heart block with multi-focal atrial ectopics in an adolescent girl due to hypomagnesemia. Heart Views. 2014;15(3):77.
Fonte

15. Thanthulage S, Stacey S. Magnesium sulphate and ischaemic heart disease. British Journal of Anaesthesia. 2006;96(3):403–4.
Fonte

16. Sulfato de magnesio, sulfato de potasio y sulfato de sodio: MedlinePlus medicinas [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine.
Fonte

17. Magnesio [Internet]. Agencia Española de Medicamentos y Productos Sanitarios. 2020.
Fonte

18. Sales de magnesio (carbonato fosfato óxido de magnesio) [Internet]. Sales de magnesio (carbonato fosfato óxido de magnesio) | Asociación Española de Pediatría. 2016.
Fonte

19. Hipercalcemia [Internet]. Mayo Clinic. Mayo Foundation for Medical Education and Research; 2018.
Fonte

20. Tetraciclina: MedlinePlus medicinas [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine.
Fonte

21. Alós J-I. Quinolones [Internet]. Enfermedades infecciosas y microbiología clínica. U.S. National Library of Medicine; 2009.
Fonte

22. Tratamiento con Bifosfonatos [Internet]. rheumatology.org. 2019.
Fonte

23. Asociación Española para la Calidad. 2019.
Fonte

24. BRC Certificación Global Seguridad Alimentaria [Internet]. Normas ISO. 2019.
Fonte

25. Estándares [Internet]. IFS Database – Estándares. 2020.
Fonte

26. ISO 22000 Sistema de gestión de la Seguridad Alimentaria ISO 22000 [Internet]. Normas ISO. 2020.
Fonte

27. ISO 9001:2015(es) Sistemas de gestión de la calidad — Requisitos [Internet]. ISO. 2020
Fonte

Por que você pode confiar em mim?

Site oficial
Alimentos ricos en magnesio [Internet]. St. June Children’s Research Hospital. 2005
Ir para a fonte
Site oficial
Asociación Española de Personas con Alergia a Alimentos y Látex [Internet]. AEPNAA, Asociación Española de Personas con Alergia a Alimentos y Látex.
Ir para a fonte
Site oficial
Office of Dietary Supplements – Magnesio [Internet]. NIH Office of Dietary Supplements. U.S. Department of Health and Human Services. 2020.
Ir para a fonte
Site oficial
Magnesium: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning [Internet]. WebMD. WebMD; 2020.
Ir para a fonte
Caso clínico
Gómez CD, Amor LL, Prieto EG, Augusto DE. Magnesium poisoning, multi-organ failure and ischemic colitis secondary to chronic ingestion of a parapharmacy product. Revista Española de Enfermedades Digestivas. 2018;110.
Ir para a fonte
Artigo científico
Cascella M, Vaqar S. Hypermagnesemia. StatPearls. 2020.
Ir para a fonte
Site oficial
Sulfato de magnesio, sulfato de potasio y sulfato de sodio: MedlinePlus medicinas [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine.
Ir para a fonte
Site oficial
Sales de magnesio (carbonato fosfato óxido de magnesio) [Internet]. Sales de magnesio (carbonato fosfato óxido de magnesio) | Asociación Española de Pediatría. 2016.
Ir para a fonte
Caso clínico
Jr. JMT, Katz VL, Campbell D, Cefalo RC. Hypersensitivity to magnesium sulfate. American Journal of Obstetrics and Gynecology. 1989;161(4):889–90.
Ir para a fonte
Artigo científico
Pérez González E., Santos Rodríguez F., Coto García E.. Homeostasis del magnesio: Etiopatogenia, clínica y tratamiento de la hipomagnesemia. A propósito de un caso. Nefrología (Madr.) [Internet]. 2009; 29( 6 ): 518-524.
Ir para a fonte
Artigo científico
Tapia H, Mora C, Navarro J. Magnesio en la Enfermedad Renal Crónica. Sociedad Española de Nefrología. 2007.
Ir para a fonte
Artigo científico
Dinicolantonio JJ, Liu J, O’Keefe JH. Magnesium for the prevention and treatment of cardiovascular disease. Open Heart. 2018;5(2).
Ir para a fonte
Site oficial
Bloqueo cardíaco: MedlinePlus enciclopedia médica [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine; 2020.
Ir para a fonte
Caso clínico
Venkatesh C, Soundararajan P, Amirthaganesh B, Thomas A. First degree heart block with multi-focal atrial ectopics in an adolescent girl due to hypomagnesemia. Heart Views. 2014;15(3):77.
Ir para a fonte
Artigo científico
Thanthulage S, Stacey S. Magnesium sulphate and ischaemic heart disease. British Journal of Anaesthesia. 2006;96(3):403–4.
Ir para a fonte
Site oficial
Sulfato de magnesio, sulfato de potasio y sulfato de sodio: MedlinePlus medicinas [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine.
Ir para a fonte
Artigo científico
Magnesio [Internet]. Agencia Española de Medicamentos y Productos Sanitarios. 2020.
Ir para a fonte
Site oficial
Sales de magnesio (carbonato fosfato óxido de magnesio) [Internet]. Sales de magnesio (carbonato fosfato óxido de magnesio) | Asociación Española de Pediatría. 2016.
Ir para a fonte
Site oficial
Hipercalcemia [Internet]. Mayo Clinic. Mayo Foundation for Medical Education and Research; 2018.
Ir para a fonte
Site oficial
Tetraciclina: MedlinePlus medicinas [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine.
Ir para a fonte
Site oficial
Alós J-I. Quinolones [Internet]. Enfermedades infecciosas y microbiología clínica. U.S. National Library of Medicine; 2009.
Ir para a fonte
Site oficial
Tratamiento con Bifosfonatos [Internet]. rheumatology.org. 2019.
Ir para a fonte
Site oficial
Asociación Española para la Calidad. 2019.
Ir para a fonte
Site oficial
BRC Certificación Global Seguridad Alimentaria [Internet]. Normas ISO. 2019.
Ir para a fonte
Site oficial
Estándares [Internet]. IFS Database – Estándares. 2020.
Ir para a fonte
Site oficial
ISO 22000 Sistema de gestión de la Seguridad Alimentaria ISO 22000 [Internet]. Normas ISO. 2020.
Ir para a fonte
Site oficial
ISO 9001:2015(es) Sistemas de gestión de la calidad — Requisitos [Internet]. ISO. 2020
Ir para a fonte