niacinamida
Ultima atualização: 30 de outubro de 2020

Como escolhemos

15Produtos analisados

29Horas investidas

24Estudos avaliados

72Comentários coletados

Em um mundo que vive à procura da fórmula da juventude, muito se pesquisa sobre alguns compostos e sua eficácia no cuidado com a pele. No caso da niacinamida, por exemplo, já existem constatações, há décadas, sobre os bons resultados não apenas para a beleza mas para a saúde em geral.

Mesmo que você não tenha muita familiaridade com este nome, é muito provável que já tenha usado algum produto que leva a niacinamida na composição. Ele está na indústria cosmética há mais de 40 anos. E, neste artigo, vamos explicar o por que de tanta longevidade. Siga com a gente e saiba mais sobre esta maravilha do mundo da beleza.




O mais importante

  • A niacinamida é uma das formas da vitamina B3, que se encarrega de transformar os alimentos ingeridos em energia necessária para o metabolismo em geral.
  • Esta vitamina pode ser adquirida pela ingestão de muitos alimentos. Alguns deles são o leite, peixes, carnes, verduras, grãos e cereais.
  • Muitos produtos de niacinamida são destinados para uso externo e costumam ser bem tolerados pelos diferentes tipos de pele. No entanto, é sempre bom estar atento a outros ingredientes da fórmula que possam desencadear reações alérgicas.

Os melhores produtos de niacinamida do mercado: nossas recomendações

A niacinamida está presente em diversos produtos da indústria cosmética e na nutrição funcional. Desde cremes, séruns e tônicos até os suplementos alimentares. Para trazer alguns exemplos de suas aplicações, fizemos uma pesquisa dos produtos mais vendidos e bem avaliados on-line. Veja os destaques!

O suplemento vegano de niacinamida

Um dos produtos mais vendidos em todo o mundo, este suplemento de niacinamida em cápsulas garante todos os benefícios desta vitamina com apenas uma dose por dia, ajudando a manter a saúde de suas artérias, articulações e da sua pele.

Prático e seguro, o produto tem composição 100% vegano e é produzido sob rigorosos processos ecológicos e de sustentabilidade É indicado para pessoas com intolerância a glúten e lactose.

O sérum facial mais indicado

Com concentração de 10% de niacinamida, este sérum promove a redução do tamanho dos poros e contribui para diminuição de vermelhidão e inflamações, mantendo a pele com textura mais suave e tom uniforme.

Com óleo essencial de melaleuca, extrato de calêndula e pró-vitamina B5, ele age como um antisséptico natural, anti-inflamatório e calmante. A aplicação diária mantém a pele mais hidratada e tonificada.

O gel hidratante anti-acne com niacinamida

Com textura gel creme de rápida absorção, este hidratante é ideal para pele oleosa e com acne. As propriedades da niacinamida, em ação conjunta com o propanediol —que é um álcool derivado do milho —, garantem a hidratação profunda da pele.

O gel age acalmando a pele e controla a oleosidade, clareia manchas provenientes da acne e uniformiza o tom da pele. Livre de óleos e parabenos, ele é dermatologicamente testado e pode ser usado diariamente.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre a niacinamida

A niacinamida é um ingrediente fundamental no mundo da beleza e da saúde em geral. Em cosméticos, ele é usado em complexos contra acne e para melhorar a cicatrização. Mas isso não é tudo! Nesta seção, vamos mostrar os benefícios da vitamina B3, suas aplicações e formas de suplementação. Acompanhe.

niacinamida

A niacinamida é um ingrediente fundamental para a saúde e para a beleza. Ela pode ser usada em tratamentos contra a acne e como forma de combater enfermidades como a pelagra. (Fonte: Zoomteam: 51686354/ 123rf.com)

O que é niacinamida?

A niacinamida, também conhecida como nicotinamida, é uma forma de vitamina B3. Trata-se de um nutriente do qual o corpo necessita para produzir energia para o metabolismo e, entre outras funções, manter a pele, os nervos e o sistema digestivo saudáveis (1).

A OMS (Organização Mundial da Saúde) considera a niacinamida como um medicamento essencial ao organismo humano. Isso significa que é um medicamento que deve estar disponível para suplementação, inclusive nas redes públicas de saúde, principalmente nos países em desenvolvimento (2, 3).

Quais as propriedades da niacinamida?

A niacinamida é benéfica ao organismo em diversos aspectos. Como mostramos, ela pode auxiliar desde a saúde da pele até a prevenção e o tratamento das mais variadas condições patológicas (4).

Na sequência, você pode conhecer algumas das principais propriedades deste macronutriente com mais detalhes:

  • Efeito anti-idade: a niacinamida, usada externamente, pode prevenir o aparecimento de rugas e linhas finas (5, 6). De acordo com estudos, este efeito parece estar relacionado com a capacidade antioxidante da substância, que evita a ação dos radicais livres, impedindo que causem danos às células saudáveis ​​da pele (7, 8);
  • Reduz a aparência da acne: a niacinamida pode ser usada no tratamento da acne. Este efeito, de acordo com as pesquisas, pode ocorrer quando o nutriente é usado topicamente na pele ou quando tomado como suplemento (4, 10);
  • Reduz a vermelhidão e manchas na pele: usar a niacinamida na pele pode ser benéfico na redução da vermelhidão causada pelo sol ou em determinadas condições, como rosácea e melasma (manchas da gravidez). Além disso, ela pode contribuir para diminuir as manchas que aparecem com a idade (11, 12);
  • Protege a pele dos danos do sol: estudos indicam que a vitamina B3 pode promover a produção de energia celular e a atividade antioxidante. Essas ações ajudam na prevenção e na recuperação dos danos causados pelos raios UV ao DNA das células epiteliais (13). Este efeito, conforme sugerem as pesquisas, pode ser importante na prevenção do desenvolvimento de câncer de pele (14);
  • Melhora a hidratação da pele: a niacinamida mantém as moléculas de água “presas” nas células da pele, proporcionando mais hidratação (15);
  • Pode reduzir a oleosidade: o excesso da produção de gordura pela pele pode trazer doenças e irritações. De acordo com estudos experimentais, a nicotinamida pode reduzir a produção da oleosidade em até 2% (16);
  • Pode melhorar a saúde das articulações: manter os níveis ideais de niacinamida pode melhorar a mobilidade e contribuir para a redução de inflamações nas articulações em pessoas com osteoartrite (17).

Muitas outras potenciais propriedades medicinais da niacinamida estão sob estudo em diversos institutos de pesquisa. Com o tempo, certamente a lista dos efeitos benéficos deta substância será ainda maior!

Dra. Andrea SuarezDermatologista

"A niacinamida é essencial para a síntese de coenzimas que participam em mais de duzentas funções em nosso corpo. Além disso, é um produto barato e que parece ter poucos efeitos colaterais na pele."

Como identificar a falta de niacinamida?

A deficiência de vitamina B3 pode ser causada por dois fatores principais: a diminuição do consumo de niacinamida ou alguma alteração na capacidade de absorção do nutriente pelo organismo.

Se você não mantém alimentação equilibrada, se passou recentemente por cirurgia bariátrica ou, ainda, se consome muito álcool ou tem doenças no sistema digestivo, pode sofrer de uma deficiência de vitamina B3 chamada "pelagra" (18).

Os sintomas mais recorrentes desta condição estão descritos em estudos científicos (19) que resumimos logo abaixo:

  • Confusão mental ou delírio;
  • Fraqueza;
  • Diarréia;
  • Perda de apetite;
  • Dor de estômago;
  • Bolhas e feridas na pele, com descamação;
  • Inflamação das mucosas, como a parte interna da boca ou os lábios.

Se você apresenta alguns desses sintomas e acredita que possa estar sofrendo com essa patologia, procure seu médico de confiança. Ele poderá fazer o diagnóstico e prescrever o tratamento adequado, com a suplementação ideal de niacinamida.

A niacinamida está presente nos alimentos?

Certamente! Assim como ocorre com todas as outras vitaminas, a alimentação equilibrada é uma das formas de manter os níveis saudáveis deste nutriente. Os alimentos que podem ser fonte de niacinamida são os seguintes:

  • Leveduras;
  • Carnes;
  • Peixes;
  • Ovos;
  • Leite;
  • Legumes;
  • Grãos, como o feijão;
  • Cereais.

Uma das formas de conseguir reunir o melhor de todos esses alimentos é adotando uma dieta que é considerada uma das mais saudáveis do mundo: a Dieta Mediterrânea.

Qual a diferença entre a niacina e a niacinamida?

Apesar dos nomes muito semelhantes — e de fazerem parte da mesma vitamina, a B3 —, a niacina e a niacinamida são substâncias diferentes. Por isso, nem todas as suas propriedades são as mesmas! Estas são suas principais diferenças (4, 20):

  1. O corpo humano é capaz de sintetizar niacinamida a partir da niacina e até mesmo a partir do triptofano (um aminoácido essencial), mas é incapaz de produzir niacina;
  2. A única maneira de obter niacina é por meio de alimentos ou suplementos;
  3. Os suplementos de niacina costumam causar menos efeitos gastrointestinais (desconforto, vômitos e diarreia) do que a suplementação com niacinamida;
  4. Se consumida em altas doses, a niacina via oral pode desencadear reações como vermelhidão e coceira na pele. Já a niacinamida não causa esse efeito;
  5. A niacinamida é o tratamento preferencial para contra a deficiência de vitamina B3 ou "pelagra". A niacina, por causar vermelhidão da pele, costuma não ser a primeira escolha dos especialistas.

niacinamida

Estudos sugerem que a niacinamida pode ser usada para melhorar os sintomas de condições como a osteoartrite. (Fonte: Dolgachov: 59885386/ 123rf.com)

Como a niacinamida deve ser usada?

Os níveis ideais de niacinamida no organismo podem ser alcançados pelo consumo de alimentos que contenham este nutriente ou pelo uso de produtos de uso tópico e suplementos nutricionais. Nestes casos, as recomendações para o uso seguro são (20):

Uso externo

  • Sempre aplique o produto com a pele limpa e seca e com as mãos lavadas;
  • Cremes, séruns e tônicos de niacinamida devem ser aplicados antes de outros cosméticos, como hidratante ou protetor solar;
  • Você pode usar o produto pela manhã, antes de iniciar sua rotina diária, ou à noite, antes de dormir;
  • Não deixe entrar em contato com os olhos, nariz ou a boca;
  • Siga sempre as instruções do fabricante para obter os melhores resultados.

Via oral

  • Certifique-se de tomar o suplemento de niacinamida no mesmo horário todos os dias, com pelo menos um copo de água (250 ml);
  • Se optar pelo uso de suplementos em pó, use sempre colheres de medida para obter a dosagem precisa, conforme prescrito pelo médico;
  • Siga as instruções de posologia da bula do medicamento e, especialmente, as orientações fornecidas pelo médico.

Qual a concentração de niacinamida recomendada para a pele?

A maioria das pesquisas que obtiveram resultados benefícios do uso externo de nicotinamida usaram a substância em concentrações entre 2% e 5%. No entanto, alguns produtos podem chegar a até 10% desta vitamina.

Na dúvida sobre a concentração ideal, vale a pena se assegurar nos estudos científicos. Embora a niacinamida tenha poucos efeitos colaterais ​​conhecidos, as pesquisas não deixam dúvidas: em concentrações superiores a 4%, ela pode causar certos reações adversas na pele, como coceira, vermelhidão e queimação leve (21).

O melhor a fazer é começar com uma concentração baixa de niacinamida e, se necessário, aumentar a porcentagem aos poucos. Em caso de dúvida, o seu dermatologista de confiança terá as melhores indicações para o seu caso.

O suplemento de niacinamida tem contraindicação?

Sim. De acordo com especialistas, alguns grupos específicos devem evitar o consumo de produtos para suplementação de niacinamida. Portanto, você não deve usar a niacinamida se:

  • Tem problemas de fígado ou rins;
  • É diabético (a niacinamida pode aumentar os níveis de açúcar no sangue);
  • Sofre de gota (doença que afeta as articulações);
  • Tem úlceras estomacais ou intestinais;
  • Padece de alguma doença da vesícula biliar;
  • É alérgico à niacinamida ou a outros ingredientes da fórmula. Isso vale também em produtos de uso externo;
  • Tem histórico de qualquer reação indesejável após o uso de niacinamida.

Mais uma vez, reforçamos a necessidade de sempre consultar um profissional especializado antes de iniciar o uso de qualquer tipo de suplemento, especialmente se você convive com alguma doença crônica ou tem restrições alimentares.

niacinamida

A niacinamida — ou nicotinamida — em forma de suplementos pode aumentar os níveis de açúcar no sague. (Fonte: Maya23k: 88483717/ 123rf.com)

A niacinamida pode ter interações medicamentosas?

O uso simultâneo da niacinamida via oral com alguns tipos de medicamentos pode causar reações indesejadas. Ate o momento, a ciência tem regitros de interações desfavoráveis com os seguintes medicamentos:

  • Carbamazepina e primidona: medicamentos usados ​​para tratar epilepsia e outras doenças graves;
  • Anticoagulantes ou antiplaquetários: usados para retardar a coagulação do sangue;
  • Medicamentos que influenciam o funcionamento do fígado: como alguns anti-inflamatórios, vasodilatadores, antibióticos e antineoplásicos.

Se você estiver passando por algum tratamento específico a base de fármacos, converse com seu médico para ter informações sobre os efeitos do uso da niacinamida em combinação com estes medicamentos, para um uso seguro do suplemento.

Quais as reações adversas da niacinamida?

Os efeitos colaterais do uso da niacinamida, quando ocorrem, podem variar de acordo com a forma de consumo. Assim, nem sempre uma reação percebida com o uso de um creme vai se repetir se você ingerir um suplemento, por exemplo.

As principais reações adversas já registradas são (20):

Uso externo

  • Vermelhidão na pele;
  • Coceiras;
  • Inchaço no local da aplicação.

Via oral

  • Mal estar gastrointestinal (gases, náuseas, vômito);
  • Alterações no fígado (em doses acima de 3 gramas por dia);
  • Aumento dos níveis de açúcar no sangue (em doses maiores que 3 gramas ao dia).

Estes efeitos surgem em casos isolados e é mais provável que eles apareçam se você tomar (ou aplicar na pele) mais do que a quantidade recomendada de nicotinamida. Em qualquer caso, se tiver qualquer reação adversa ​​durante o uso, pare o consumo e procure um médico.

Critérios de compra

Como você viu até aqui, o uso da niacina pode trazer muitos benefícios, especialmente para a saúde da sua pele. Então, para obter sempre os melhores resultados, vale a pena dedicar alguns minutos para pesquisar sobre algumas características do produto e garantir a melhor escolha. Nesta seção, destacamos os principais critérios a observar.

Formas de apresentação

Será melhor aplicar a niacinamida na pele, por meio de cosméticos ou será melhor usar um suplemento nutricional. Este dilema pode ser resolvido ao ter clareza sobre suas necessidades e a aplicação ideal em cada caso:

Uso externo

  • Pode vir na forma de cremes, séruns e tônicos;
  • A aplicação tópica pode melhorar a acne, manchas na pele, reparar danos causados ​​pelo sol e até mesmo melhorar a hidratação;
  • Alguns indivíduos podem apresentar vermelhidão leve, coceira e inflamação da pele, especialmente em concentrações de niacinamida superiores a 4%.

Via oral

  • Pode vir em cápsulas, comprimidos e pó;
  • Contribui para o combate à acne e algumas doenças articulares, como a osteoartrite;
  • É usado ​​para o tratamento da pelagra, de acordo com orientação médica;
  • O uso sem acompanhamento pode causar desconforto intestinal, diarreia, vermelhidão ou vermelhidão da pele, coceira e, em casos raros, problemas de coagulação, alterações nos níveis de açúcar no sangue e até mesmo perturbações da visão.
niacinamida

A niacinamida mantém as moléculas de água "presas" às células da pele, o que promove a hidratação dos tecidos. (Fonte: Wasanruk: 110520377/ 123rf.com)

Ingredientes adicionais

Em algumas situações, a combinação de ingredientes que acompanham a niacinamida pode ser fundamental para potencializar todos os seus benefícios. Estes são os ingredientes mais comuns usados em sinergia com a vitamina B3:

  • Ácido hialurônico  (22): a substância que está presente naturalmente no corpo humano. Na pele, ela age como um "hidratante", atraindo e retendo as moléculas de água ao seu redor. Seu uso em suplementos pode ser mais eficaz do que o uso na pele;
  • Zinco (23): este nutriente é encontrado em todas as células humanas. Ele ajuda o sistema imunológico a combater infecções bacterianas e virais e também é importante para a produção de DNA. Aplicado externamente, pode ter efeitos anti-inflamatórios;
  • Vitamina E (24): é a vitamina que atua como antioxidante. Essa capacidade pode aumentar os efeitos benéficos da nicotinamida, especialmente quando usada topicamente.

30 de setembro de 2020

Alimentos mais ricos em zinco. Comida de dieta saudável. Configuração plana

29 de julho de 2020

meninas com frutas

10 de agosto de 2020

Apto para veganos

Muitos suplementos de niacinamida são feitos com ingredientes 100% vegetais e com processos ecológicos  sustentáveis. No entanto, você não deve deixar de verificar os seguintes detalhes:

  1. Alguns suplementos de cápsulas podem conter gelatina animal como revestimento da cápsula;
  2. Se for usar um produto para uso externo, certifique-se de que ele não foi testado em animais;
  3. Em caso de dúvida, compre apenas suplementos com certificação e reconhecimento oficial como produto vegano.

Resumo

A niacinamida é uma forma de vitamina B3 que traz muitos benefícios para a saúde da pele. Usado por via oral, o nutriente pode melhorar a acne, o aparecimento de linhas finas e manchas, como as de sol ou gravidez. Já o suplemento nutricional tem mais alguns benefícios agregados, como manter a hidratação e combater doenças como a pelagra e problemas nas articulações.

Neste artigo, mostramos como você pode ter acesso a produtos que vão garantir a dosagem ideal de vitamina B3 para manter sua pele e sua saúde sempre bem cuidadas. Destacamos as propriedades da niacinamida, suas formas ideais de uso e, acima de tudo, os cuidados na hora de escolher o produto seja para uso tópico ou para ingerir como suplemento.

Por fim, acreditamos que você já está pronto para decidir qual o produto a base de niacinamida ideal para suprir suas expectativas. Aproveite nossas dicas de produtos e escolha o seu! Se desejar, deixe-nos um comentário. É sempre bom saber sua opinião! Um grande abraço!

(Fonte da imagem destacada: Lightfieldstudios: 108206515/ 123rf.com)

Referências (24)

1. Diccionario de cáncer del NCI: Vitamina B3 [Internet]. Instituto Nacional del Cáncer. 2020
Fonte

2. Essential medicines [Internet]. Organización Mundial de la Salud. 2016.
Fonte

3. WHO. Model List of Essential Medicines. World Health Organization. 2019.
Fonte

4. Niacinamida: MedlinePlus suplementos [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine. 2020.
Fonte

5. Bissett DL, Oblong JE, Berge CA. Niacinamide: A B Vitamin that Improves Aging Facial Skin Appearance. Dermatologic Surgery. 2006;31:860–6.
Fonte

6. Pérez Davó A, Truchuelo MT, Vitale M, Gonzalez-Castro J. Efficacy of an Antiaging Treatment Against Environmental Factors: Deschampsia antarctica Extract and High-tolerance Retinoids Combination. J Clin Aesthet Dermatol. 2019;12(7):E65-E70.
Fonte

7. Chiu P-C, Chan C-C, Lin H-M, Chiu H-C. The clinical anti-aging effects of topical kinetin and niacinamide in Asians: a randomized, double-blind, placebo-controlled, split-face comparative trial. Journal of Cosmetic Dermatology. 2007;6(4):243–9.
Fonte

8. Levin J, Momin SB. How Much Do We Really Know About Our Favorite Cosmeceutical Ingredients? The Journal of Clinical and Aesthetic Dermatology. 2010.
Fonte

9. Shindo Y, Witt E, Han D, Epstein W, Packer L. Enzymic and non-enzymic antioxidants in epidermis and dermis of human skin. J Invest Dermatol. 1994;102(1):122-124.
Fonte

10. Walocko FM, Eber AE, Keri JE, Al-Harbi MA, Nouri K. The role of nicotinamide in acne treatment. Dermatol Ther. 2017;30(5).
Fonte

11. Otte N, Borelli C, Korting HC. Nicotinamide – biologic actions of an emerging cosmetic ingredient. Int J Cosmet Sci. 2005;27(5):255-261.
Fonte

12. Forbat E, Al-Niaimi F, Ali FR. Use of nicotinamide in dermatology. Clin Exp Dermatol. 2017;42(2):137-144.
Fonte

13. Surjana D, Damian DL. Nicotinamide in dermatology and photoprotection. Skinmed. 2011;9(6):360-365.
Fonte

14. Gensler HL. Prevention of photoimmunosuppression and photocarcinogenesis by topical nicotinamide. Nutr Cancer. 1997;29(2):157-162.
Fonte

15. Soma Y, Kashima M, Imaizumi A, Takahama H, Kawakami T, Mizoguchi M. Moisturizing effects of topical nicotinamide on atopic dry skin. Int J Dermatol. 2005;44(3):197-202.
Fonte

16. Draelos ZD, Matsubara A, Smiles K. The effect of 2% niacinamide on facial sebum production. J Cosmet Laser Ther. 2006;8(2):96-101.
Fonte

17. Jonas WB, Rapoza CP, Blair WF. The effect of niacinamide on osteoarthritis: A pilot study. Inflammation Research. 1996;45(7):330–4.
Fonte

18. Mousa TY, Mousa OY. Nicotinic Acid Deficiency (Pellagra). In: StatPearls. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; August 10, 2020.
Fonte

19. Niacin Deficiency: Symptoms, Causes, and Treatment [Internet]. WebMD. WebMD; 2019.
Fonte

20. Niacin And Niacinamide (Vitamin B3): Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning [Internet]. WebMD. WebMD; 2020.
Fonte

21. Navarrete-Solís J, Castanedo-Cázares JP, Torres-Álvarez B, Oros-Ovalle C, Fuentes-Ahumada C, González FJ, et al. A Double-Blind, Randomized Clinical Trial of Niacinamide 4% versus Hydroquinone 4% in the Treatment of Melasma. Dermatology Research and Practice. 2011;2011:1–5.
Fonte

22. Hyaluronic Acid: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning [Internet]. WebMD. WebMD.
Fonte

23. Office of Dietary Supplements – Zinc [Internet]. NIH Office of Dietary Supplements. U.S. Department of Health and Human Services; 2019.
Fonte

24. Vitamina E: MedlinePlus enciclopedia médica [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine; 2020
Fonte

Por que você pode confiar em nós?

Site oficial
Diccionario de cáncer del NCI: Vitamina B3 [Internet]. Instituto Nacional del Cáncer. 2020
Ir para a fonte
Site oficial
Essential medicines [Internet]. Organización Mundial de la Salud. 2016.
Ir para a fonte
Documento oficial
WHO. Model List of Essential Medicines. World Health Organization. 2019.
Ir para a fonte
Site oficial
Niacinamida: MedlinePlus suplementos [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine. 2020.
Ir para a fonte
Artigo científico
Bissett DL, Oblong JE, Berge CA. Niacinamide: A B Vitamin that Improves Aging Facial Skin Appearance. Dermatologic Surgery. 2006;31:860–6.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Pérez Davó A, Truchuelo MT, Vitale M, Gonzalez-Castro J. Efficacy of an Antiaging Treatment Against Environmental Factors: Deschampsia antarctica Extract and High-tolerance Retinoids Combination. J Clin Aesthet Dermatol. 2019;12(7):E65-E70.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Chiu P-C, Chan C-C, Lin H-M, Chiu H-C. The clinical anti-aging effects of topical kinetin and niacinamide in Asians: a randomized, double-blind, placebo-controlled, split-face comparative trial. Journal of Cosmetic Dermatology. 2007;6(4):243–9.
Ir para a fonte
Artigo científico
Levin J, Momin SB. How Much Do We Really Know About Our Favorite Cosmeceutical Ingredients? The Journal of Clinical and Aesthetic Dermatology. 2010.
Ir para a fonte
Artigo científico
Shindo Y, Witt E, Han D, Epstein W, Packer L. Enzymic and non-enzymic antioxidants in epidermis and dermis of human skin. J Invest Dermatol. 1994;102(1):122-124.
Ir para a fonte
Artigo científico
Walocko FM, Eber AE, Keri JE, Al-Harbi MA, Nouri K. The role of nicotinamide in acne treatment. Dermatol Ther. 2017;30(5).
Ir para a fonte
Artigo científico
Otte N, Borelli C, Korting HC. Nicotinamide – biologic actions of an emerging cosmetic ingredient. Int J Cosmet Sci. 2005;27(5):255-261.
Ir para a fonte
Artigo científico
Forbat E, Al-Niaimi F, Ali FR. Use of nicotinamide in dermatology. Clin Exp Dermatol. 2017;42(2):137-144.
Ir para a fonte
Artigo científico
Surjana D, Damian DL. Nicotinamide in dermatology and photoprotection. Skinmed. 2011;9(6):360-365.
Ir para a fonte
Estudo em animais
Gensler HL. Prevention of photoimmunosuppression and photocarcinogenesis by topical nicotinamide. Nutr Cancer. 1997;29(2):157-162.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Soma Y, Kashima M, Imaizumi A, Takahama H, Kawakami T, Mizoguchi M. Moisturizing effects of topical nicotinamide on atopic dry skin. Int J Dermatol. 2005;44(3):197-202.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Draelos ZD, Matsubara A, Smiles K. The effect of 2% niacinamide on facial sebum production. J Cosmet Laser Ther. 2006;8(2):96-101.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Jonas WB, Rapoza CP, Blair WF. The effect of niacinamide on osteoarthritis: A pilot study. Inflammation Research. 1996;45(7):330–4.
Ir para a fonte
Artigo científico
Mousa TY, Mousa OY. Nicotinic Acid Deficiency (Pellagra). In: StatPearls. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; August 10, 2020.
Ir para a fonte
Site oficial
Niacin Deficiency: Symptoms, Causes, and Treatment [Internet]. WebMD. WebMD; 2019.
Ir para a fonte
Site oficial
Niacin And Niacinamide (Vitamin B3): Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning [Internet]. WebMD. WebMD; 2020.
Ir para a fonte
Estudo em humanos
Navarrete-Solís J, Castanedo-Cázares JP, Torres-Álvarez B, Oros-Ovalle C, Fuentes-Ahumada C, González FJ, et al. A Double-Blind, Randomized Clinical Trial of Niacinamide 4% versus Hydroquinone 4% in the Treatment of Melasma. Dermatology Research and Practice. 2011;2011:1–5.
Ir para a fonte
Site oficial
Hyaluronic Acid: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning [Internet]. WebMD. WebMD.
Ir para a fonte
Site oficial
Office of Dietary Supplements – Zinc [Internet]. NIH Office of Dietary Supplements. U.S. Department of Health and Human Services; 2019.
Ir para a fonte
Site oficial
Vitamina E: MedlinePlus enciclopedia médica [Internet]. MedlinePlus. U.S. National Library of Medicine; 2020
Ir para a fonte