Ultima atualização: 2 de outubro de 2021

Como escolhemos

18Produtos analisados

23Horas investidas

6Estudos avaliados

85Comentários coletados

Se você está procurando por alternativas naturais ou suplementos aos remédios convencionais para apoiar a cura de feridas ou resfriados, gostaríamos de lhe dar uma visão do tópico de própolis.

Com a ajuda de estudos, nós mostramos a você possíveis áreas e tipos de aplicação com as quais você pode apoiar os processos naturais de cura física.

Aqui em nosso teste de própolis 2022 nós fornecemos a você todas as informações importantes sobre os modos de ação e o produto natural em si. Isto torna mais fácil para você ter uma idéia do seu potencial.




O mais importante

  • As abelhas usam própolis, também chamada resina de massa em alemão, para selar sua colméia, isolar corpos estranhos que não podem ser removidos e derrotar os inimigos, evitando assim o surto de doenças na colônia.
  • Mesmo nos tempos antigos, várias civilizações na Europa e América do Sul usavam o própolis para tratar feridas
  • As abelhas fazem própolis principalmente a partir de pólen e resinas vegetais de seu ambiente.

Própolis: nossa recomendação dos melhores produtos

Critérios de compra e avaliação de produtos de própolis

Existem muitos produtos que contêm própolis. Eles diferem nos seguintes aspectos:

Dependendo do efeito desejado, outras características do produto são mais adequadas do que outras. Você pode distingui-los e compará-los com os seguintes critérios. Procure por alta qualidade e, se possível, por certificados que confirmem as reivindicações do fabricante.

Concentração

Quanto maior a proporção do ingrediente ativo no produto final, menos outras cargas e substitutos estão presentes. Em alguns casos, isto também afeta o preço. Alguns efeitos desejados requerem certas concentrações mínimas.

Se você não tem nenhuma experiência com um ingrediente ativo, trabalhe lentamente até atingir a concentração e dosagem necessárias.

Forma de administração

A Própolis pode ser aplicada externamente na forma de cremes e pomadas, mas também internamente, por exemplo na forma de cápsulas, comprimidos, doces ou sprays para a garganta.

O que é mais fácil para você usar depende não só se é mais agradável engolir comprimidos ou cápsulas, mas também em que condição você tem.

Nós comparamos as diferentes formas de dosagem com suas vantagens e desvantagens em uma tabela abaixo.

Aditivos

Em alguns produtos, o própolis não é o único ingrediente ativo. As tinturas e pomadas muitas vezes também contêm etanol. Especialmente mulheres grávidas e crianças devem evitar este álcool.

Outras substâncias vegetais também podem ser contidas nos produtos. Estes devem aumentar o efeito de cura. Entretanto, muitos aditivos não são necessariamente um sinal de alta qualidade e podem ser usados pelos fabricantes para aumentar o preço sem real valor agregado.

Se você tem intolerâncias ou alergias, você deve evitar os respectivos aditivos.

Origem

Própolis é um produto natural. Portanto, a composição exata de seus principais componentes, polifenóis e flavonóides, depende das plantas disponíveis nas proximidades da colméia.

Assim, não apenas a cor e a força variam, mas também o efeito potencial do produto final.

Guia: Perguntas frequentes sobre o própolis respondidas em detalhes

Para informá-lo de forma abrangente sobre a eficácia do própolis e para dar-lhe uma compreensão do estado atual da ciência, nós resumimos todas as informações importantes nas seções seguintes.

O que é própolis e como ela funciona?

Própolis é um produto natural produzido por abelhas. Principalmente, a própolis consiste de resinas em gemas e lesões de várias árvores e pólen.

As abelhas processam esta massa com a ajuda de suas secreções salivares. Na colmeia, esta mistura de substâncias serve para retardar o crescimento de vários microorganismos ou mesmo para matá-los.

Esses efeitos podem ser rastreados até dois grupos de substâncias.

  • Polifenóis, tais como os ácidos cinâmico, cafeico, cumárico, ferular e isoferular
  • Flavonóides, tais como crisina, galanga e pinocembrina

As variações naturais resultantes do ambiente das abelhas oferecem a possibilidade de várias áreas de aplicação. Entretanto, eles tornam a aprovação da própolis como um produto medicinal difícil ou impossível.

Os medicamentos regulares requerem uma decomposição precisa e consistente dos ingredientes ativos para sua liberação, mas isso não é viável devido à constante mudança da vegetação, mesmo dentro de uma colméia e uma colheita(1).

Propolis

As abelhas protegem principalmente os corredores de entrada e saída com própolis. (Fonte de imagem: Damien Tupinier / unsplash)

No entanto, existem abordagens experimentais promissoras na medicina alternativa. Nós compilamos os modos de ação mais importantes juntamente com os estudos correspondentes aqui.

Efeito anti-inflamatório da própolis

A própolis tem sido usada no tratamento de feridas e inflamações desde os tempos antigos. Mas naquela época não havia uma visão científica confiável. No entanto, gostaríamos de mostrar o status atual com mais detalhes.

Em particular, o ácido cafeico flavonóide contido no própolis oferece potencial no campo da cicatrização de feridas.

O ácido cafeico pode suportar a contenção e inibição da inflamação. Este ácido pode inibir a liberação de enzimas inflamatórias e do hormônio inflamatório prostaglandina(2).

Quando a resposta inflamatória é menos severa, a cura natural pelo próprio corpo pode ser mais rápida.

O efeito anti-inflamatório se estende localmente ao site da aplicação. Desta forma, o corpo mantém seu equilíbrio natural.

Efeito antibacteriano da própolis

Na colmeia, a própolis serve para limitar ou mesmo prevenir a propagação de microorganismos. Se isto também funcionasse em interação, esta seria uma descoberta útil, por exemplo, no desenvolvimento de novos antibióticos.

Embora existam estudos sobre isso, eles ainda não são confiáveis, já que os estudos até agora só aconteceram no tubo de ensaio e não em objetos de ensaio vivos.

No entanto, existem indicações promissoras para o campo da higiene oral. Nessas experiências, o número de germes responsáveis por cárie, entre outras coisas, poderia ser significativamente reduzido(3).

Além disso, um estudo com amostras de tecidos tratados após tratamentos de canal radicular também mostra quantidades reduzidas de patógenos(4). Se esses resultados também podem ser transferidos para humanos ainda não foi mais esclarecido.

Efeito antivirais da própolis

A própolis também parece ser uma possibilidade contra patógenos virais. Em um estudo de laboratório, os polifenóis galangina e crisina contidos na própolis mostraram um efeito significativo contra as culturas do vírus do herpes(5).

O vírus do herpes simplex também ocorre em humanos. Se a própolis realmente ajuda com os surtos, no entanto, não poderia ser conclusivamente esclarecida no estudo relacionado. Aqui, também, mais pesquisa é necessária.

Quando e para quem é útil tomar a própolis?

Os efeitos pretendidos da própolis estão principalmente na área de queixas com feridas e inflamações fora do corpo, da pele e da boca e garganta. Principalmente pode proporcionar alívio para pessoas com casos agudos.

Como germes e vírus também podem desencadear inflamações, também é possível usar a própolis preventivamente após uma lesão e assim apoiar a cura natural.

Quais ingredientes o própolis contém?

O própolis purificado consiste em aproximadamente 30% de cera de abelhas, aproximadamente 5% de resíduos de pólen e 10% de óleos essenciais. Os ingredientes mais importantes são, como já mencionado, os polifenóis e flavonóides contidos.

Como é obtido o própolis?

A Própolis ocorre naturalmente na colmeia. No entanto, os apicultores também podem especificamente fazer suas culturas de abelhas acumularem própolis. Para fazer isso, eles colocam redes de malha fina ou grades na colmeia.

Dependendo das plantas disponíveis e da estação, são produzidas até 500 gramas de massa bruta por colméia. Esta massa é retirada da rede ou dissolvida diretamente em álcool etílico.

A solução é então filtrada em várias etapas para remover partículas estranhas grosseiras indesejadas.

Propolis

Ao manusear e limpar a própolis, deve-se tomar cuidado para garantir um ambiente limpo. (Fonte da imagem: Bee Naturalles / unsplash)

Muitas vezes, outras substâncias são adicionadas ao produto final para facilitar o uso, para suportar outros efeitos ou, no pior dos casos, simplesmente para aumentar a massa sem aumentar o conteúdo ativo.

É melhor garantir que o produto final contenha o menor número possível de aditivos.

Quais efeitos colaterais a própolis pode ter?

As substâncias contidas na própolis, assim como as enzimas da abelha, têm um potencial alergênico, especialmente para pessoas sensíveis. Portanto, mulheres grávidas, mães lactantes, bebês e pessoas com alergia conhecida a ferroadas de insetos devem evitar esta substância(6).

Além disso, o própolis é normalmente usado como uma solução com álcool etanol. Novamente, estes remédios não devem ser usados em mulheres grávidas, mães lactantes e crianças pequenas.

Quais são os tipos de própolis existentes?

Existem diferentes maneiras de usar ou ingerir a própolis em si e produtos contendo própolis. Estes também diferem de acordo com os efeitos pretendidos e seu propósito.

As formas mais comuns de administração são:

  • Propolis tintura
  • Pomadas e cremes dePrópolis
  • Spray de Própolis para garganta
  • Comprimidos e cápsulas de Própolis
  • Doces e pastilhas de Própolis
  • própolis pura em forma sólida ou em pó

Nós resumimos as respectivas vantagens e desvantagens para você na tabela a seguir.

Tipo Descrição
tintura de Própolis A própolis está na forma aquosa, muitas vezes dissolvida com a ajuda do álcool. Isto permite que ele seja chuviscado diretamente no local de aplicação ou adicionado aos alimentos. Isto facilita o uso tanto dentro como fora do corpo.
Pomada de Própolis A própolis é misturada com ceras e óleos para criar uma substância que pode ser esfregada na pele. Isto pode ser aplicado na pele e é rapidamente absorvido.
Propolis spray para garganta Nesta forma, a própolis é dissolvida em um spray. Com os sprays de bomba é mais fácil trazer as substâncias ativas para a garganta em caso de reclamações.
comprimidos ou cápsulas de Própolis Aqui a própolis está na forma sólida, seja em cápsula solúvel ou na forma sólida prensada. Os ingredientes ativos foram dissolvidos em uma solução de açúcar quente. Após o resfriamento, forma-se uma massa sólida que é dividida em pastilhas menores.
Própolis puro os fabricantes freqüentemente oferecem pequenos tubos de própolis, pedaços ou pó. Estes podem ser feitos em tinturas em casa.

Com esta visão geral, agora deve ser mais fácil para você encontrar a rota de administração certa para você.

Como usar o própolis?

Como um produto contendo própolis é usado ou tomado depende do próprio produto. No caso de produtos processados, como pomadas ou cápsulas, isto é freqüentemente explicado no folheto informativo.

As tinturas podem, por exemplo, ser pingadas diretamente no local de aplicação ou misturadas com água e engolidas.

Propolis

Tinturas líquidas podem ser bem espalhadas na pele ou ingeridas com alimentos. (Fonte da imagem: Christin Hume / unsplash)

A dosagem depende da idade, tamanho e outras condições de saúde da pessoa para a qual o produto será usado.

Ao utilizar o produto pela primeira vez, nós recomendamos que você aplique primeiro apenas uma pequena quantidade de produto em uma área no antebraço. Se sintomas de alergia ocorrerem, você deve definitivamente parar de usar o produto.

Qual é o prazo de validade do própolis?

Se armazenado em local seco e escuro, o própolis, como o mel, tem uma vida útil ilimitada. Devido à lei da UE e algumas substâncias que volatilizam mais facilmente, um prazo de validade de 36 meses após a abertura é comum.

Quais alternativas existem para o própolis?

A alternativa ao própolis depende inteiramente do uso pretendido. Para uma ingestão ou aplicação segura, nós recomendamos que você consulte um médico, farmacêutico ou profissional alternativo especializado de sua escolha se você tiver alguma dúvida sobre saúde.

De acordo com nossa pesquisa, a arnica também é adequada como uma alternativa herbal à própolis para uso externo, por exemplo, em feridas.

Isto também pode contribuir para a cura natural de feridas e ter um efeito anti-inflamatório.

É similar com a conhecida pomada de calêndula. Nesta forma, ela é particularmente adequada para uso externo, já que as pomadas são geralmente rapidamente absorvidas.

Estas duas alternativas são ideais se você tem uma intolerância à própolis ou tem preocupações com ela.

Fonte da imagem: Paul / 123rf

Referências (6)

1. Silva-Carvalho, R. et al., Propolis: A Complex Natural Product with a Plethora of Biological Activities That Can Be Explored for Drug Development (2015) Inhaltsstoffe von Propolis unterscheiden sich stark, da die Bienen geographisch, klimatisch oder saisonal bedingt andere Pflanzen vorfinden. Daher kann keine Arzneifreigabe für dieses Naturprodukt erteilt werden.
Fonte

2. Viuda-Martos, M. et al., Functional Properties of Honey, Propolis, and Royal Jelly (2008) Die in Propolis enthaltenen Polyphenole und Flavonoide sind für die Wirkung verantwortlich. Bei der Heilung von Entzündungen spielt das Flavonoid CAPE (caffeic acid phenethyl ester) eine Rolle, indem es die Ausschüttung von Arachidonsäure aus der Zellmembran, und somit der Expression der Entzündungsenzyme COX-1 und COX-2, welche diese Säure zu Prostaglandin umsetzen, hemmt. Prostaglandin steuert Entzündungsprozesse im Körper.
Fonte

3. Vagh, V., Antimicrobial action of propolis and some of its components: the effects on growth, membrane potential and motility of bacteria (2013) Untersuchung der Wirkung gegen Streptococcus Mutans als Kariesverursacher. Im Zusammenhang mit Chlorhexidin kann Propolis bei der Behandlung und Vorbeugung von Karies helfen.
Fonte

4. Zame Yaromi, M. et al., Propolis: A New Alternative for Root Canal Disinfection (2012) 80 Menschen, bei denen Wurzelbehandlungen vorgenommen wurden. Gewebeproben wurden genommen, in fünf Gruppen eingeteilt und Enterococcus faecalis ausgesetzt und 21 Tage zusammen mit einer Ethanol-, Kalciumhydroxid oder Propolislösung inkubiert. Die Propolisgruppe wies deutlich geringere Erregermengen auf.
Fonte

5. Schnitzler, P. et al., Antiviral Activity and Mode of Action of Propolis Extracts and Selected Compounds (2010) Propolislösung kann Herpesviren unschädlich machen. In einem Laborversuch wurden die Inhaltsstoffe von Propolis untersucht und auf Versuchskulturen des Herpes Simplex Virus angewendet. Bei den Inhaltsstoffen Galangin und Chrysin konnten mehr als 98% des Befalls zerstört werden.
Fonte

6. BfR, Einschätzung von Propolis und Gelée Royal (2008) Hierbei handelt es sich um die Einschätzung des Bundesinstituts für Risikobewertung. Propolis enthält verschiedene Stoffe, auf die empfindliche Personen allergisch wirken können, auch bei äußerer Anwendung. Daran beteiligt sind vor allem verschiedene Kaffeesäureester, Benzylcinnamat und Benzylsalicylat.
Fonte

Por que você pode confiar em mim?

Artigo científico
Silva-Carvalho, R. et al., Propolis: A Complex Natural Product with a Plethora of Biological Activities That Can Be Explored for Drug Development (2015) Inhaltsstoffe von Propolis unterscheiden sich stark, da die Bienen geographisch, klimatisch oder saisonal bedingt andere Pflanzen vorfinden. Daher kann keine Arzneifreigabe für dieses Naturprodukt erteilt werden.
Ir para a fonte
Artigo científico
Viuda-Martos, M. et al., Functional Properties of Honey, Propolis, and Royal Jelly (2008) Die in Propolis enthaltenen Polyphenole und Flavonoide sind für die Wirkung verantwortlich. Bei der Heilung von Entzündungen spielt das Flavonoid CAPE (caffeic acid phenethyl ester) eine Rolle, indem es die Ausschüttung von Arachidonsäure aus der Zellmembran, und somit der Expression der Entzündungsenzyme COX-1 und COX-2, welche diese Säure zu Prostaglandin umsetzen, hemmt. Prostaglandin steuert Entzündungsprozesse im Körper.
Ir para a fonte
investigação científica
Vagh, V., Antimicrobial action of propolis and some of its components: the effects on growth, membrane potential and motility of bacteria (2013) Untersuchung der Wirkung gegen Streptococcus Mutans als Kariesverursacher. Im Zusammenhang mit Chlorhexidin kann Propolis bei der Behandlung und Vorbeugung von Karies helfen.
Ir para a fonte
ensaio clínico
Zame Yaromi, M. et al., Propolis: A New Alternative for Root Canal Disinfection (2012) 80 Menschen, bei denen Wurzelbehandlungen vorgenommen wurden. Gewebeproben wurden genommen, in fünf Gruppen eingeteilt und Enterococcus faecalis ausgesetzt und 21 Tage zusammen mit einer Ethanol-, Kalciumhydroxid oder Propolislösung inkubiert. Die Propolisgruppe wies deutlich geringere Erregermengen auf.
Ir para a fonte
ensaio clínico
Schnitzler, P. et al., Antiviral Activity and Mode of Action of Propolis Extracts and Selected Compounds (2010) Propolislösung kann Herpesviren unschädlich machen. In einem Laborversuch wurden die Inhaltsstoffe von Propolis untersucht und auf Versuchskulturen des Herpes Simplex Virus angewendet. Bei den Inhaltsstoffen Galangin und Chrysin konnten mehr als 98% des Befalls zerstört werden.
Ir para a fonte
Artigo científico
BfR, Einschätzung von Propolis und Gelée Royal (2008) Hierbei handelt es sich um die Einschätzung des Bundesinstituts für Risikobewertung. Propolis enthält verschiedene Stoffe, auf die empfindliche Personen allergisch wirken können, auch bei äußerer Anwendung. Daran beteiligt sind vor allem verschiedene Kaffeesäureester, Benzylcinnamat und Benzylsalicylat.
Ir para a fonte
Resenhas