Raquete colocada no chão da quadra com bolinha ao lado
Ultima atualização: 22 de julho de 2021

Como escolhemos

10Produtos analisados

12Horas investidas

5Estudos avaliados

98Comentários coletados

A tecnologia voltada ao universo dos esportes avança cada dia mais e o número de equipamentos usados nos treinos só cresce. Isso não seria diferente com a raquete de tênis que também passou por atualizações constantes.

Seja você um atleta iniciante ou de nível avançado, as dúvidas provavelmente surgirão ao comprar esse produto com tantas opções disponíveis no mercado. Por isso, elaboramos esse guia para te ajudar a escolher o melhor modelo. Saiba agora:




Primeiro, o mais importante

  • As raquetes de tênis substituem os movimentos das mãos nos jogos. Elas são constituídas de três partes fundamentais: cabeça, cabo e cordas.
  • A raquete deve ser adequada ao estágio de aprendizagem. Para iniciantes, a recomendação é usar equipamentos mais leves, acompanhados de acessórios, como luvas ou munhequeiras, que protejam as mãos.
  • Para aumentar a durabilidade das raquetes, evite passar produtos químicos na superfície encordoada do aparelho. Também não deixe o equipamento exposto ao calor excessivo que pode diminuir sua vida útil.

Melhores raquetes de tênis: nossas recomendações

O tênis ganhou muitos adeptos nos últimos anos. Entre os iniciantes sempre surge a dúvida: Como escolher a melhor raquete para os treinos? Para te ajudar nessa pesquisa, elencamos opções que são muito populares entre os jogadores. Confira:

Guia de compra: tudo o que você precisa saber sobre raquete de tênis

O modelo da raquete de tênis vai influenciar diretamente no seu desempenho no jogo, deixando cada golpe mais fácil ou não. Neste artigo separamos informações importantes que você deve saber a respeito desse aparelho. Não deixe de ler:

Homem jogando tênis

As raquetes de tênis possuem tamanhos e pesos variados que devem ser definidos conforme o estilo de jogo dos atletas. (Fuente: william87: 22164463/ 123rf)

Para que serve a raquete de tênis?

As raquetes são instrumentos usados para substituir as mãos dos atletas em diversos esportes como tênis, squash ou padel. Geralmente são utilizadas na companhia de bolas específicas para a modalidade de treino.

As partes principais da sua estrutura são formadas essencialmente pela cabeça ou aro, as cordas no centro do aparelho e o cabo para manuseio do atleta.

A primeira raquete de tênis moderna foi feita em 1874 em Londres pelo major Walter Wingfield.

Existem estilos diferentes de raquetes de tênis?

Apesar da estrutura semelhante, é possível encontrar estilos de raquetes de tênis diferenciados no mercado. Elas tem características específicas e foram criadas para atender a determinado objetivo. Fizemos uma lista com os principais modelos:

  • Raquete tweener: Pode ser utilizada por atletas de qualquer nível, pois permite bom controle e potência no manuseio.
  • Raquete de controle: O nome está associado à constituição do aro que é menor, possibilitando mais controle das jogadas. São ideais para jogadores profissionais. Geralmente são mais pesadas que outros modelos.
  • Raquete para maior potência: Estilo formado por cabeça e cabo maiores, entretanto leves. Indicadas para jogadores iniciantes ou de nível intermediário.

Quais as diferenças entre raquetes de tênis para  modelos usados em outros esportes?

As raquetes não são equipamentos exclusivos das partidas de tênis e podem ser usadas em outros esportes. Mas, como diferenciar os modelos de raquete para padel, squash, tênis e outras modalidades esportivas?

Então para te ajudar a identificar as raquetes adequadas para seu treino na hora de comprar, montamos a tabela abaixo. Confira os detalhes de cada estilo para aprender:

Características
Raquete de Tênis Feita de alumínio com ligas de titânio e grafite. Peso e tamanho variável com encordoamento de ponta a ponta.
Raquete de Badminton Mais leve, com cabeça menor e cabo bem longo.
Raquete de Squash Leve com aro menor e mais achatado. Tem menos cordas por causa do tamanho.
Raquete de Padel Tem superfície plana, sem cordas. Possui cordão de segurança para o pulso.
Raquete de Beach Tênis Parecem com as raquetes de padel, pois também não tem cordas. Sua cabeça é constituída de furos para diminuir a resistência do ar.

Crianças precisam de raquetes de tênis específicas?

Normalmente, a principal diferença das raquetes infantis para modelos tradicionais é o tamanho do aparelho. Enquanto o tipo padrão possui cerca de 68 centímetros, as linhas para crianças utilizam comprimentos entre 48 a 66.

A fabricação do produto também varia conforme o tamanho. Modelos menores usualmente são de alumínio e menos resistentes. Ainda é possível encontrar estilos com durabilidade maior feitos da mistura do alumínio com grafite.

Menina de costas segurando uma bolinha e uma raquete

As raquetes infantis são fabricadas em tamanhos menores com materiais mais leves. (Foto: RODNAE Productions/ Pexels)

Vantagens x desvantagens da raquete de tênis: quais são?

Os pontos fracos e fortes das raquetes de tênis depende do modelo escolhido pelo jogador. Com a popularização do esporte, muitas opções estão disponíveis no mercado e devem ser analisadas criteriosamente.

Isso fez com que o preço também ficasse mais competitivo. Geralmente ele acompanha a tecnologia empregada na produção do equipamento. Quanto mais desenvolvida a raquete, mais elevado será seu custo.

Apesar das diferenças entre os tipos, podemos citar alguns benefícios e desvantagens que são compartilhadas pela maioria dos formatos, que são os seguintes:

Vantagens
  • Diversidade de modelos
  • Estilos adequados para diferentes tipos de jogadores
  • Tecnologias avançadas que ajudam no desempenho do atleta
  • Materiais mais resistentes
  • Custo de aquisição variado
Desvantagens
  • Precisam de cuidados especiais para a conservação
  • Manuseio pode causar feridas nos atletas, especialmente iniciantes

Como fazer a manutenção da raquete de tênis?

Você pode e deve fazer a higienização da sua raquete de tênis com regularidade para aumentar a vida útil do produto. Ao limpar, use um pano umedecido com líquidos multiusos. Contudo, não passe nas cordas.

Outra atenção necessária é evitar que o equipamento fique exposto ao Sol, já que eles não suportam calor excessivo. Opte por guardá-lo em raqueteiras térmicas na posição horizontal.

Para aumentar a aderência da sua mão com o cabo da raquete, utilize pó de breu, gel ou talcos próprios durante as partidas. Depois passe creme hidratante para não ressecar a pele.

Critérios de compra: O que levar em conta ao comparar modelos de raquete de tênis

Escolher uma raquete de tênis é uma tarefa que envolve muitas dúvidas sejam os jogadores iniciantes ou não. Por isso, separamos fatores que você deve analisar para tomar essa decisão de forma fácil e rápida. São eles:

Estágio do jogador

Nem todos os modelos de raquetes são adequados para jogadores em diferentes níveis de aprendizagem. Se você é iniciante, a indicação é escolher um aparelho com composição rígida que tenha swing curto e lento.

Atletas do nível intermediário podem optar por equipamentos manuseáveis, que equilibrem o peso entre a cabeça e o cabo. Para jogadores profissionais é preferível raquetes finas e flexíveis com aros maiores e mais pesados.

Tamanho

Raquetes maiores quase sempre são mais leves, por isso possuem alcance mais elevado com maior alavancagem no saque. Modelos menores têm estruturas mais pesadas, ficando menos flexíveis. A maioria dos formatos contém tamanho padrão entre 68 a 72 centímetros.

Pessoa jogando tênis segurando raquete e bolinha

Tenistas profissionais devem preferir raquetes mais pesadas para treinar o controle e a precisão nos movimentos. (Foto: Gonzalo Facello/ Pexels)

Estilo da cabeça

A força da raquete é influenciada diretamente pelo modelo de cabeça do equipamento. Quanto maior o aro, maior será também a área de contato com a bola e mais força pode ser aplicada. Isso diminui as chances de errar nas jogadas.

Para jogadores profissionais, o ideal é usar raquetes com cabeças menores, pois assim eles podem treinar o controle e a precisão ao manusear o aparelho.

Encordoamento

O tipo de jogo também será afetado diretamente pela densidade do encordoamento da raquete escolhida. Quando ele é mais aberto traz maior facilidade de movimentação ao atleta, porém geralmente tem durabilidade reduzida.

Modelos mais densos já são duradouros, além de permitirem maior controle do equipamento. Na tabela abaixo, destacamos as características dos dois estilos mais comuns em 16x18 ou ainda em 18x20. Veja:

Características
16x18 São raquetes com encordoamento mais aberto. Tem mais força, mais spin, porém são menos duráveis.
18x20 Formatos de raquete com cordas mais fechadas, por isso permitem mais controle. Possuem boa durabilidade e provocam menos efeito trampolim

Peso

Uma raquete mais pesada geralmente possibilita mais força na jogada, além de oferecer mais estabilidade por não emitir tanta vibração. Já modelos leves são mais manobráveis e facilitam a execução do swing.

O peso também influencia na ergonomia do aparelho. Quem não está acostumado a usar uma raquete deve sempre preferir formatos leves especialmente para prevenir contra danos no organismo do jogador.

Resumo

Uma vez que você já conferiu todas as dicas que oferecemos ao longo desse artigo, fica bem mais fácil escolher o modelo certo de raquete de tênis para você.

Recomendamos também que você sempre teste o aparelho antes de usá-lo em treinos ou competições para ter a certeza de que vale a pena investir no formato escolhido, pois antes de tudo é preciso se sentir bem ao utilizá-lo.

(Fonte da imagem destacada: dasha11/123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas