fruit
Ultima atualização: 30 de outubro de 2020

Como escolhemos

14Produtos analisados

28Horas investidas

15Estudos avaliados

73Comentários coletados

Com o passar do tempo, a sua pele pode perder o brilho. As unhas podem ficar quebradiças e o cabelo danificado. Será que vão ficar piores a cada dia que passar? Temos o direito de envelhecer sem ter estes problemas? Se você está preocupado com sua beleza, chegou no artigo certo. O silício é um oligoelemento ignorado por muitos.

Este mineral pode estar relacionado com a formação de colágeno, melhorando o aspecto da pele. Algumas pessoas também afirmam que os suplementos de silício são capazes de contribuir para aliviar desconforto nas articulações. O que temos de certeza sobre este produto? Continue lendo para saber mais!

O mais importante

  • O silício é um oligoelemento que pode estar relacionado com a síntese de colágeno.
  • Não existe uma quantidade diária recomendada de silício. O limite máximo tolerável é cerca de 700 mg/dia.
  • Na hora de comprar um suplemento de silício, devemos escolher um composto seguro, com um formato adequado e que se ajuste as suas preferências dietéticas. Sua conservação, os ingredientes adicionais e a relação de custo-benefício também são fatores para levar em consideração.

Os melhores suplementos de silício do mercado: Nossas recomendações

Os suplementos de silício são considerados seguros, sempre que consumidos com cuidado. Elaboramos um ranking com os principais produtos deste tipo no mercado atualmente. Além disso, escolhemos produtos efetivos que não são potencialmente nocivos. Dê uma olhada abaixo:

Um ótimo suplemento de silício em cápsulas

Este produto de Silício em cápsulas é muito indicado para fortalecimento de cabelo, unhas e pele. É orgânico, não contém glúten, açúcar, lactose e também não contém conservantes. Vem com 60 cápsulas de 500mg cada, com 18 elementos combinados.

O melhor suplemento de silício para o cabelo

Este suplemento de silício é indicado para o fortalecimento do cabelo, mas também fortalece as unhas e melhora o aspecto da pele. Em uma embalagem com 60 cápsulas aptas para vegetarianos, este suplemento complementa sua alimentação, corrigindo a falta de nutrientes.

Uma ótima opção de silício em sérum

O sérum de silício facial e corporal é indicado para melhorar a aparência da pele, sendo firmador e antienvelhecimento. É 100% vegetal e não foi testado em animais. Vem numa embalagem de 30ml com conta gotas, deve ser aplicado na área desejada e massageado até ter a total absorção.

Guia de compras: Tudo que você precisa saber sobre o silício

O silício é um mineral que faz parte do nosso cabelo, pele e unhas. Seus níveis e sua biodisponibilidade diminuem com o passar do tempo. Alguns especialistas se perguntam se este composto pode estar envolvido na síntese do colágeno, contribuindo para manter nossos tecidos em bom estado.

chica comiendo una manzana

O silício pode melhorar a aparência da pele, cabelo e das unhas. (Fonte: Macniak: 72070372 / 123rf.com)

O que é o silício?

O silício é um dos minerais mais abundantes na face da Terra. No corpo humano, esta substância é encontrada distribuida por todo o organismo em pequenas quantidades.

Faz parte, portanto, do grupo dos oligoelementos, nutrientes (como o ferro e o zinco) imprescindíveis para o correto desempenho das funções biológicas (1, 2).

Combinando o silício com outros átomos, serão obtidos diferentes compostos. Algumas fórmulas tem um uso puramente industrial, como o silicone ou a sílica cristalina (esta última é considerada possível cancerígena).

Por outro lado, o ácido ortossilício (OSA) e o monometilsilanotriol (MMST) são variantes utilizadas no âmbito da suplementação (3, 4). No corpo humano, o silício parece desempenhar um papel determinante na mineralização dos ossos e na criação de colágeno.

Esta última molécula fornece elasticidade e resistência à pele, tendões e articulações. Se você precisa de mais informações sobre o silício, poderá encontrar um prático resumo na seguinte tabela (1):

Localização Possível função do silício
Pele Estímulo para a síntese de colágeno e regeneração do colágeno perdido
Cabelo Estímulo da síntese de queratina
Unhas Estímulo da síntese de queratina
Ossos Formação dos osssos e mineralização do tecido ósseo
Reparação de fraturas
Sistema endocrino Regulação da produção hormonal
Cartilagem Formação de tecidos conectivos
Sistema cardiovascular Integridade da parede vascular

Quais as consequências da carência de silício?

Atualmente, não existe um consenso claro sobre os níveis de silício no plasma. Muito menos foi definida uma quantidade diária recomendada para ingestão. As consequências da carência de silício são, portanto, pouco conhecidas.

Foi testado retirar o silício da dieta de certos animais em um experimento, obtendo os seguintes resultados:

  • Problemas com a mineralização óssea (5);
  • Níveis baixos de colágeno nos ossos (6);
  • Dificuldade para a formação de colágeno sobre as feridas (6).

Os resultados destes estudos podem ter implicações na importância do silício nos humanos. De acordo com algumas fontes não oficiais (7), uma quantidade insuficiente deste mineral pode causar deteriorização do cabelo, pele, unhas, cartilagem e ossos. Mas ainda não foi testado em humanos.

foco

Você sabia que a cerveja é uma fonte de silício com uma grande biodisponibilidade? Mas lembre de escolher a opção sem álcool!

Como posso aumentar meus níveis de silício de forma natural?

O silício é obtido de forma natural mediante uma dieta. Assim, as pessoas que possuem uma capacidade menor de absorção (por exemplo, alguém que fez cirurgia bariátrica) possuem uma quantidade reduzida deste oligoelemento.

Por outro lado, as populações asiáticas demonstram possuir concentrações mais elevadas de silício em comparação com europeus e americanos. De acordo com especialistas, esta diferença é baseada nas preferências do povo asiático pelo consumo de vegetais e cereais.

Assim, uma pessoa que mora na China ingere cerca de 140mg de silício por dia. Por outro lado, um cidadão da Finlândia vai consumir apenas cerca de 29mg deste mineral. Além disso, a absorção é reduzida com a idade (8).

Portanto, se você deseja aumentar seus níveis de silício, a opção mais adequada para melhorar sua dieta é adicionando frutas, legumes e cereais. O consumo de 40mg/dia deste mineral é relacionado com o surgimento de efeitos benéficos (ossos mais fortes, por exemplo).

Na seguinte tabela você vai poder ver com mais detalhes o conteúdo em silício de cada alimento (9):

Alimento (100g o 100ml) Quantidade média de silício (mg)
Frutas secas 10,5
Cereais matinais 7,8
Pão 2,9
Cerveja 1,9
Vegetais 1,8
Arroz 1,5
Legumes (incluindo soja e tofu) 1,4
Vinho 1,4
Fruta fresca 1,3
Massa 1,1
Água (mineral) 0,6
Chá e café 0,5
Água (da torneira) 0,4
Leite 0,3

Quais os benefícios de um suplemento de silício?

Até o momento, não foi possível confirmar as consequências da carência de silício. No entanto, a suplementação foi comprovadamente capaz de produzir alguns benefícios. Vamos conferir abaixo:

  • Fortalecer os ossos: este suplemento pode favorecer a mineralização dos osso e aumentar sua densidade. Mas, infelizmente, este efeito não beneficia mulheres pós-menopausa (8).
  • Melhorar a textura da pele: um pequeno estudo clínico encontrou uma melhora na textura da pele ao administrar 10mg de silício OSA em pessoas de meia idade com sinais de envelhecimento da pele (4).
  • Fortalecer o cabelo: ao administrar 10mg de silício OSA durante nove meses, foi observada uma melhora na qualidade do cabelo (4).
  • Evitar as unhas quebradiças: o silício parece ser capaz de interagir com a queratina presente no cabelo e nas unhas. Com a suplementação de silício, as unhas se mostraram mais resistentes.

Como usar o suplemento de silício?

Embora os suplementos de silício sejam utilizados há mais de uma década, ainda não existem critérios claros para o seu uso. Por isso, é importante prestar atenção especial para fazer um uso adequado destes suplementos.

  • Priorizar as instruções do fabricante: as instruções de uso vão depender da matéria prima utilizada para obter o silício, os excipientes e o formato do produto. Priorize as indicações do fabricante e evite tomar doses maiores ao recomendado.
  • Dose mínima: por não existir uma dose mínima recomendada de silício, a dose dos diferentes suplementos pode variar. Uma boa prática para a suplementação consiste em escolher a dose mínima que irá produzir os efeitos desejados. Lembre-se que nos estudos clínicos, foram demonstradas ações positivas do silício a partir de doses de 10 mg/dia.
  • Dose máxima: o silício é considerado seguro (para pessoas saudáveis) até 700mg/dia. Superar esta quantidade é praticamente impossível se você fizer o uso consciente e cuidadoso dos suplementos (10).
  • Hora de tomar suplementação em jejum: não existe uma indicação clara sobre a hora em que devemos consumir os suplementos de silício. No entanto, algumas pessoas podem sofrer danos gastrointestinais com estes produtos. Se você tem o estômago sensível, é melhor tomar este suplemento junto de refeições.
fruits

Embora a sílica cristalina e o silicone sejam derivados do silício, seu consumo é tóxico. (Fonte: Barbone: 95259740 / 123rf.com)

Os suplementos de silício são seguros?

Um dos aspectos mais controversos sobre os suplementos de silício é a sua segurança. Enquanto o silício presente nos alimentos é considerado seguro pelos especialistas, os complementos nutricionais estão na mira de autoridades sanitárias.

Os suplementos adequados de silício são seguros para consumo humano.

Os aditivos a base de silício que são utilizados como antiaglomerantes também foram submetidos a estudos. Atualmente, os especialistas reconhecem como seguros para consumo o monometilsilanotriol (MMST) (11) e o ácido ortosilícico (OSA) (12).

Estas formas de silício podem ser consumidas em forma de suplementos, sem afetar negativamente a saúde de pessoas saudáveis. O dióxido de silício pode ser utilizado como aditivo, desde que seja consumido em quantidades limitadas (13).

Outro aspecto que você deve considerar é o fator tempo. Os suplementos de silício não produziram efeitos adversos em tratamentos com uma duração inferior a nove meses.

É desconhecida sua segurança, se consumido de forma crônica. Se você deseja fazer o uso prolongado destes produtos, é importante que você comunique seu médico de confiança.

Por último, é recomendado ter precaução com pessoas que sofrem de doença crônica ou com uma maior sensibilidade aos complementos de silício. Consulte o seu médico antes de consumir estes suplementos se você pertence a algum destes grupos ou se tem algum problema grave (14).

  • Menores de idade: não é recomendado o consumo de suplementos de silício por menores de dezoito anos.
  • Mulheres grávidas ou em período de amamentação: não foi possível verificar a segurança dos suplementos de silício nas mulheres grávidas ou que estão amamentando. Por isso, é mais seguro evitar o consumo destes itens durante estes períodos tão delicados.
  • Hipertensos em tratamento: alguns suplementos de silício utilizam extrato de cavalinha, uma erva rica neste mineral. Além disso, a cavalinha tem um efeito diurético que pode interferir na medicação anti-hipertensiva e pode causar efeitos perigosos. Os hipertensos devem consultar seu médico antes de utilizar este suplemento.
  • Pessoas com doenças renais: o excesso de silício é eliminado pela urina. Os defeitos na filtragem renal podem provocar um perigoso acúmulo de silício no organismo. Por este motivo, seu uso não é recomendado por pessoas com doença ou insuficiência renal. Também não é recomendado para pessoas que sofrem de nefrolitíase (pedras nos rins).
  • Diabéticos: o consumo de suplementos de silício tem sido associado ao aparecimento de hipoglicemia perigosa nos diabéticos. Por este motivo, é aconselhado ter precaução.
old woman

Os suplementos de silício estão disponíveis nos formatos sólido e líquido. (Fonte: Bialasiewicz: 88394349 / 123rf.com)

Critérios de compra

Se você quer se beneficiar ao máximo dos suplementos de silício, deve escolher cuidadosamente o produto que vai comprar. Nossos critérios de compra vão facilitar este processo, assim você poderá escolher um produto efetivo e seguro. Seja qual for sua escolha, não deixe de ler esta seção!

Segurança alimentar

Se for possível, escolha um produto que indique a origem do silício. Muitos fabricantes escolhem como matéria prima o extrato de bambu ou de cavalinha. No entanto, estas espécies vegetais também tem efeitos próprios que devem ser considerados.

A cavalinha é uma planta que age como um diurético (ajuda a eliminar líquidos), podendo alterar os níveis de potássio no sangue. O extrato de bambu pode ter efeitos negativos sobre a fertilidade e os hormônios da tireóide.

Observe a seguinte tabela para conhecer os três principais derivados de silício e sua classificação atual (111, 13, 15):

Elemento Classificação
Monometilsilanotriol Suplemento (seguro para pessoas saudáveis)
Ácido ortossilícico Suplemento (seguro para pessoas saudáveis)
Silício coloidal (dióxido de silício) Aditivo (seguro em quantidades limitadas)

Necessidades alimentares

A matéria prima utilizada para fabricar os suplementos de silício geralmente são de origem vegetal. No entanto, muitos laboratórios utilizam cápsulas de gelatina animal que impedem seu consumo por veganos.

O silício também pode ser encontrado em formato líquido, o que dispensa qualquer revestimento gelatinoso.

Os celíacos e intolerantes a lactose, alérgicos a frutos do mar ou soja também devem examinar cuidadosamente a embalagem do suplemento de silício. Alguns fabricantes podem incluir traços destes alérgenos em seus produtos.

Formato

Os suplementos de silício são encontrados em diferentes formatos. Os principais no mercado atualmente, são:

  • Cápsulas ou tablets: o formato sólido é o mais tradicional para a suplementação. Você deverá consumir a cápsula acompanhada de água. É uma opção prática e fácil de consumir, mas pode ser difícil de engolir para algumas pessoas.
  • Líquido: as opções líquidas são muito interessantes para quem não gosta de cápsulas e tablets. Não causam problemas em pessoas saudáveis e pode ser uma boa forma de evitar as cápsulas de gelatina animal. O cálculo da dose adequada pode ser mais complicado neste formato.
  • : a metade do caminho entre as formas sólidas e líquidas, os suplementos em pó precisam ser dissolvidos em água. São fáceis de armazenar e fáceis de engolir.
  • Gel tópico: uma forma menos conhecida de suplemento de silício é sua fórmula em creme ou sel. São utilizados para aliviar dores articulares e lesões leves, embora sua real efetividade ainda precisa ser melhor avaliada.
beer

O silício é encontrado em todos os tecidos do corpo. (Fonte: Mironova: 87873729 / 123rf.com)

Combinações de ingredientes

Em geral, o silício é combinado com outras substâncias para melhorar o aspecto da pele, cabelo e unhas. Também pode ser encontrado com outros ingredientes para fortalecer os ossos e as articulações. A seguinte tabela resume os dados mais importantes:

Ingrediente Objetivo
Magnésio Contribuir com os músculos e articulações
Zinco Melhorar o aspecto da pele, cabelo e unhas
Selênio Melhorar o aspecto da pele, cabelo e unhas
Colágeno Melhorar o aspecto da pele, cabelo e unhas
Reforço dos ossos e articulações
Glicina Efeito anti-inflamatório
Alívio da fadiga
Ácido hialurônico Aliviar das dores nas articulações
Melhorar o aspecto da pele
Vitamina C Efeito antioxidante
Melhorar o aspecto da pele
Vitaminas do complexo B Melhorar o aspecto da pele, cabelo e unhas
Vitamina E Efeitos antioxidantes
Melhorar o aspecto da pele
Extratos vegetais Efeitos antioxidantes

Relação custo-benefício

O custo dos suplementos de silício depende dos ingredientes adicionais incluídos em cada produto. Enquanto um item exclusivamente a base de silício tem um preço mais baixo, a inclusão de colágeno ou vitaminas duplica o valor.

Por este motivo, se você deseja economizar, escolha um produto que contenha apenas monometilsilanotriol ou ácido ortossilícico.

Resumo

O silício é um dos oligoelementos mais esquecidos e subestimados no ramo da nutrição. Existem poucos estudos clínicos em humanos que permitem observar o real potencial deste mineral. No entanto, é certo que mesmo em pequenas quantidades, o silício pode ajudar a melhorar a aparência física.

O consumo diário de cereais, legumes e frutas vão te ajudar a aumentar seus níveis de silício de forma segura. Se o seu estilo de vida ou suas preferências alimentares te impedem de fazer uma dieta saudável, é possível que um suplemento de silício te ajude. Escolha um produto seguro, siga as instruções do fabricante e observe como sua pele vai melhorar!

Se este guia sobre suplementos de silício foi útil para você, deixe um comentário para nós e compartilhe este artigo em suas redes sociais!

(Fonte da imagem destacada: Nataliya Arzamasova / 123rf.com)

Referências (15)

1. Martin KR. The chemistry of silica and its potential health benefits. J Nutr Health Aging [Internet]. 2007 Mar [cited 2020 Feb 15];11(2):94–7.
Fonte

2. Boguszewska-Czubara A, Pasternak K. Silicon in medicine and therapy. J Elemntology [Internet]. 2011 Jul 1;16(3/2011):489–97.
Fonte

3. Jugdaohsingh R, Hui M, Anderson SHC, Kinrade SD, Powell JJ. The silicon supplement “Monomethylsilanetriol” is safe and increases the body pool of silicon in healthy Pre-menopausal women. Nutr Metab. 2013;10(1):37.
Fonte

4. De Araújo LA, Addor F, Campos PMBGM. Use of silicon for skin and hair care: An approach of chemical forms available and efficacy. Vol. 91, Anais Brasileiros de Dermatologia. Sociedade Brasileira de Dermatologia; 2016. p. 331–5.
Fonte

5. Carlisle EM. Biochemical and Morphological Changes Associated with Long Bone Abnormalities in Silicon Deficiency. J Nutr [Internet]. 1980 May 1 [cited 2020 Feb 17];110(5):1046–56.
Fonte

6. Seaborn CD, Nielsen FH. Silicon Deprivation Decreases Collagen Formation in Wounds and Bone, and Ornithine Transaminase Enzyme Activity in Liver. Biol Trace Elem Res [Internet]. 2002 Dec [cited 2020 Feb 17];89(3):251–62.
Fonte

7. Muñoz B. «El codo de tenista se puede evitar con suplementos de silicio». La Razón [Internet]. 2016 [cited 2020 Feb 17]
Fonte

8. Jugdaohsingh R. Silicon and bone health. J Nutr Health Aging [Internet]. 2007 Mar [cited 2020 Feb 11];11(2):99–110.
Fonte

9. Sripanyakorn S, Jugdaohsingh R, Dissayabutr W, Anderson SHC, Thompson RPH, Powell JJ. The comparative absorption of silicon from different foods and food supplements. Br J Nutr [Internet]. 2009 Sep 28 [cited 2020 Feb 11];102(6):825–34.
Fonte

10. Price CT, Koval KJ, Langford JR. Silicon: A review of its potential role in the prevention and treatment of postmenopausal osteoporosis. Vol. 2013, International Journal of Endocrinology. Hindawi Limited; 2013.
Fonte

11. Unión Europea. BOE.es - Documento DOUE-L-2017-81334 [Internet]. 2017 [cited 2020 Feb 15].
Fonte

12. Unión Europea. BOE.es - Documento DOUE-L-2009-82310 [Internet]. [cited 2020 Feb 18].
Fonte

13. Unión Europea. BOE.es - Documento DOUE-L-2017-81400 [Internet]. 2017 [cited 2020 Feb 18].
Fonte

14. Silicon: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning [Internet]. [cited 2020 Feb 18].
Fonte

15. BOE.es - Documento consolidado BOE-A-1990-28049 [Internet]. [cited 2020 Feb 18].
Fonte

Por que você pode confiar em nós?

Artigo
Martin KR. The chemistry of silica and its potential health benefits. J Nutr Health Aging [Internet]. 2007 Mar [cited 2020 Feb 15];11(2):94–7.
Ir para a fonte
Artigo
Boguszewska-Czubara A, Pasternak K. Silicon in medicine and therapy. J Elemntology [Internet]. 2011 Jul 1;16(3/2011):489–97.
Ir para a fonte
Artigo científico
Jugdaohsingh R, Hui M, Anderson SHC, Kinrade SD, Powell JJ. The silicon supplement “Monomethylsilanetriol” is safe and increases the body pool of silicon in healthy Pre-menopausal women. Nutr Metab. 2013;10(1):37.
Ir para a fonte
Artigo
De Araújo LA, Addor F, Campos PMBGM. Use of silicon for skin and hair care: An approach of chemical forms available and efficacy. Vol. 91, Anais Brasileiros de Dermatologia. Sociedade Brasileira de Dermatologia; 2016. p. 331–5.
Ir para a fonte
Estudo clínico em animais
Carlisle EM. Biochemical and Morphological Changes Associated with Long Bone Abnormalities in Silicon Deficiency. J Nutr [Internet]. 1980 May 1 [cited 2020 Feb 17];110(5):1046–56.
Ir para a fonte
Estudo clínico em animais
Seaborn CD, Nielsen FH. Silicon Deprivation Decreases Collagen Formation in Wounds and Bone, and Ornithine Transaminase Enzyme Activity in Liver. Biol Trace Elem Res [Internet]. 2002 Dec [cited 2020 Feb 17];89(3):251–62.
Ir para a fonte
Entrevista com um especialista
Muñoz B. «El codo de tenista se puede evitar con suplementos de silicio». La Razón [Internet]. 2016 [cited 2020 Feb 17]
Ir para a fonte
Artigo
Jugdaohsingh R. Silicon and bone health. J Nutr Health Aging [Internet]. 2007 Mar [cited 2020 Feb 11];11(2):99–110.
Ir para a fonte
Artigo científico
Sripanyakorn S, Jugdaohsingh R, Dissayabutr W, Anderson SHC, Thompson RPH, Powell JJ. The comparative absorption of silicon from different foods and food supplements. Br J Nutr [Internet]. 2009 Sep 28 [cited 2020 Feb 11];102(6):825–34.
Ir para a fonte
Artigo
Price CT, Koval KJ, Langford JR. Silicon: A review of its potential role in the prevention and treatment of postmenopausal osteoporosis. Vol. 2013, International Journal of Endocrinology. Hindawi Limited; 2013.
Ir para a fonte
Estudo Europeu
Unión Europea. BOE.es - Documento DOUE-L-2017-81334 [Internet]. 2017 [cited 2020 Feb 15].
Ir para a fonte
Estudo Europeu
Unión Europea. BOE.es - Documento DOUE-L-2009-82310 [Internet]. [cited 2020 Feb 18].
Ir para a fonte
Estudo Europeu
Unión Europea. BOE.es - Documento DOUE-L-2017-81400 [Internet]. 2017 [cited 2020 Feb 18].
Ir para a fonte
Site oficial
Silicon: Uses, Side Effects, Interactions, Dosage, and Warning [Internet]. [cited 2020 Feb 18].
Ir para a fonte
Estudo Europeu
BOE.es - Documento consolidado BOE-A-1990-28049 [Internet]. [cited 2020 Feb 18].
Ir para a fonte