A vitamina E é uma das mais conhecidas pelos apaixonados por suplementação e também pelo público, em geral. Desde seu descobrimento em 1922, se atribui a ela uma função antioxidante e antienvelhecimento que já levou milhares de pessoas a consumi-la em grandes quantidades. Mas, você sabe realmente qual a função dessa vitamina?

A verdade é que a vitamina E possui muitos defensores, mas também muitos que não suportam sua fama. Embora seus efeitos antirradicais livres sejam muito apreciados por várias pessoas, alguns especialistas não conseguem esconder sua desconfiança em relação a esses compostos. Para entender melhor todas as questões que envolvem esse tema, continue lendo esse artigo.

O mais importante

  • A vitamina E elimina os radicais livres do organismo e impede que surjam novos compostos oxidantes.
  • A vitamina E é obtida através de alimentos ricos em lipídeos saudáveis, como abacates, frutos secos e óleos de algumas sementes.
  • Os últimos estudos médicos que saíram sobre o tema, alertam sobre efeitos secundários causados pela ingestão de altas doses de vitamina E consumida por um grande período de tempo.

Os melhores suplementos de vitamina E: Nossas sugestões

Se você deseja cuidar muito bem de sua saúde, então é imprescindível que escolha um bom suplemento de vitamina E. A denominação “vitamina E” engloba uma série de compostos que possuem estruturas similares, mas com efetividades diferentes. Para o ranking a seguir, foi realizada uma pesquisa e uma seleção com os melhores suplementos de vitamina E disponíveis no mercado.

O melhor custo-benefício

Esse frasco de vitamina E da Nutraway é excelente para quem já suplementa constantemente, pois, contém 120 cápsulas, sendo capaz de durar vários meses de tratamento. Mesmo assim, a fabricante cobra um dos preços mais baixos do mercado, tornando o produto um dos melhores custo-benefício do comércio.

Vitamina E barata

A Vitaminlife é uma das fabricantes mais reconhecidas do mercado e põe sua marca à prova nesse suplemento de vitamina E. Para garantir seu espaço de mercado, fornece 30 cápsulas softgel em uma dieta baseada em 400 UI, cobrando um preço bastante acessível para muitos.

As melhores avaliações

Esse frasco da Now Foods é certamente um dos suplementos de vitamina E de maior sucesso do mercado, pois, possui dezenas de boas avaliações e comentários de outros consumidores espalhados pelo mundo. Portanto, se você deseja investir em um ótimo produto e de confiança, esse item é o ideal.

Guia de Compras: O que você deve saber sobre a vitamina E

A vitamina E é um dos antioxidantes mais populares da indústria da alimentação e suplementação. Esse nutriente é muito valorizado pelas pessoas que desejam frear os efeitos do envelhecimento e evitar doenças como a aterosclerose. Uma dieta com pouca gordura pode acabar gerando um déficit de vitamina E.

Mulher tomando comprimido de vitamina E.

O preço do suplemento de vitamina E é geralmente muito acessível. (Fonte: Guillem: 93881808 / 123rf.com)

O que exatamente é a vitamina E?

A vitamina E engloba oito compostos antioxidantes separados em dois grupos: tocoferóis e tocotrienóis. Cada um possui quatro “subtipos” (homólogos alfa, beta, gamma e delta). O alfa tocoferol é a substância com maior atividade antioxidante para o ser humano, por isso, muitos o colocam até mesmo como sinônimo da vitamina E.

Alimentos com vitamina E.

Os comprimidos veganos são mais baratos, mas sua absorção é pior. (Fonte: Baibakova: 61624757 / 123rf.com)

A vitamina E é um composto lipossolúvel, portanto, é preciso tomá-la junto com alimentos gordurosos que favorecem sua absorção. Uma dieta baixa em gorduras saudáveis provocará a queda dos níveis de vitamina E, prejudicando o funcionamento do sistema nervoso, a coagulação sanguínea e a imunidade.

Qual é a função da vitamina E?

A vitamina E é conhecida por ser um poderoso antioxidante. A estrutura dos tocoferóis e tocotrienóis permite que essas substâncias eliminem os radicais livres (compostos responsáveis pelo envelhecimento e pelo dano celular) da circulação. Uma vez que já foi realizada sua função, ela se armazenará nos tecidos para poder ser utilizada novamente.

Esse efeito “antirradicais livres” permite que a vitamina E freie o envelhecimento associado a oxidação em diferentes lugares do organismo. Se você deseja ampliar seus conhecimentos sobre esse tema tão complexo, pode começar estudando a tabela a seguir:

Composto Sistema Função
Alfa tocoferol Metabolismo Impede a formação de radicais livres
Gamma tocoferol Metabolismo Capta e elimina os radicais livres
Alfa tocoferol Coagulação Inibe a agregação plaquetária (se opõe a trombose)
Gamma tocoferol Cardiovascular Promove a formação de óxido nítrico (vasodilatador)
Alfa, beta, gamma e delta tocotrienol Cardiovascular Inibem a síntese de colesterol
Alfa, gamma e delta tocoferol Imunitário Estimulam os genes supressores de tumores
Gamma e delta tocofero Imunitário Estimulam a apoptose (morte programada) de células doentes
Vitamina E, qualquer homólogo Visão Conserva o cristalino (lente) transparente durante mais tempo
Vitamina E, qualquer homólogo Cérebro Protege os neurônios, evita o acúmulo de compostos danosos
Vitamina E, qualquer homólogo Imunidade Estimula a síntese de novos linfócitos (glóbulos brancos)

Resumindo: os compostos pertencentes ao grupo da vitamina E fornecem estabilidade e resistência aos mais diferentes tecidos. Isso proporciona um ótimo ganho para a homeostase (equilíbrio do metabolismo) do organismo, em geral. Por exemplo, ao estabilizar as membranas celulares, ela melhora o estado da pele, dos ossos e o coração.

foco

A disponibilidade de vitamina E presente nas maçãs (pobres em gordura) é mínima. Entretanto, se você a consome com um pouco de gordura (por exemplo, manteiga de amendoim) a absorção desse nutriente aumenta de forma significativa.

Quais são os alimentos ricos em vitamina E?

A vitamina E procede, principalmente, de fontes vegetais: frutas, frutos secos, verduras e óleos. Entretanto, alguns alimentos de origem animal como o ovo e os derivados do leite contém quantidades significativas de alfa tocoferol, portanto, esses também devem ser considerados na hora do planejamento da dieta ideal.

Na tabela a seguir, você pode consultar alimentos ricos em vitamina E. Também foi indicado quais alimentos precisam ser administrados juntamente com uma pequena quantidade de gordura extra para poder ser absorvido corretamente. Lembre que a vitamina E é lipossolúvel e necessita ser unida a lipídeos para ser bem assimilada.

Alimento Concentração aproximada (mg) Precisa de extra de gordura?
Óleo de trigo (1 colher de sopa) 20 Não
Sementes de girassol (28 g) 7,4 Não
Óleo de girassol (1 colher de sopa) 5,6 Não
Amêndoas (28 g) 6,8 Não
Manteiga de amendoim (1 colher de sopa) 1,5 Não
Espinafre cozido (½ porção) 1,9 Sim
Ovo (tamanho M) 1,9 Não
Abacate (pequeno) 1,3 Não
Brócolis fervido (½ porção) 1,2 Sim
Kiwi (um médio) 1,1 Sim
Leite (um copo) 0,5 – 2 Não

Quais são os benefícios de manter os níveis de vitamina E adequados?

Uma dieta rica em vitamina E é responsável por conceder muitos benefícios. O efeito antioxidante do alfa tocoferol protege as células de todo seu organismo, fortalecendo seu sistema nervoso e seu sistema imunológico. Na lista a seguir, serão apresentadas uma série de vantagens do consumo dessa vitamina:

  • Melhora a memória e a concentração em idosos
  • Ameniza os sintomas da anemia
  • Concede um maior aporte de energia
  • Alívio das dores menstruais
  • Melhora o aspecto da pele do cabelo
  • Aumenta a fertilidade masculina e feminina
  • Aumento da resistência e da força física
  • Alívio das dores articulares ocasionadas pela artrite reumatoide
  • Melhora da visão
  • Prevenção da aterosclerose

Os casos de ataxia e degeneração neuronais relacionados com uma carência grave de vitamina E também responderão favoravelmente a administração desses compostos.

Entretanto, o tratamento deve ser supervisionado por um profissional de saúde, pois, será necessário doses mais elevadas de suplementação.

Abacate.

Os abacates são fontes naturais de vitamina E e não necessitam de um extra de gordura. (Fonte: Balabanova: 40882378 / 123rf.com)

Quais os tipos de suplementos de vitamina E que existem?

Os suplementos de vitamina E se diferenciam principalmente devido a forma do alfa tocoferol presente em cada. Dependendo se o suplemento foi criado a partir de fontes naturais ou se também houve o acréscimo de elementos sintéticos, é possível diferenciar entre dois tipos de produtos:

  • Vitamina E natural: “RRR-α-tocoferol”: Essa molécula provém de fontes naturais. Sua estrutura é idêntica a do alfa tocoferol presente nos alimentos. Portanto, sua absorção é alta. Dependendo das necessidades da vitamina E, isso pode ser mais prejudicial do que benéfico e é possível ocorrer uma suplementação em excesso.
  • Vitamina E sintética: “all-rac-α-tocoferol”: Esse composto foi fabricado em laboratório. Sua estrutura é diferente da vitamina E presente nos alimentos. Portanto, sua absorção não é tão potente e isso dificulta que o seu consumo seja excessivo. É a mais recomendada pelos especialistas.

Por outro lado, também é preciso considerar a via de administração de seu suplemento. Todos os produtos relatados até então correspondem aos suplementos alimentares. Porém, você também pode encontrar a vitamina E em forma de óleo. Ao utilizá-lo de forma tópica, é possível tratar cicatrizes, rugas e manchas na pele.

Qual o motivo da polêmica em torno da vitamina E?

A popularidade dos suplementos de vitamina E caiu muito nos últimos anos. Essa má fama que surgiu sobre os suplementos de alfa tocoferol se deve, em parte, à publicação de vários artigos onde foram colocados que esses complementos de vitamina não são efetivos ou até mesmo prejudiciais para a saúde.

Frutas e oleoginosas.

Os frutos secos como pistache, grão-de-bico e nozes são muito ricos em vitamina E. (Fonte: Kerdkanno: 87324213/ 123rf.com)

Nesses estudos foram relatados vários casos de aumento da mortalidade de pessoas que se suplementaram com vitamina E (sem se importar se a origem do suplemento era natural ou sintético). Depois de revisar esses artigos, é possível criar uma lista de pessoas que não devem suplementar com esse produto:

  • Fumantes
  • Pessoas que já sofreram com câncer de próstata
  • Pessoas que já sofreram AVC
  • Diabetes mal controlada
  • Doenças cardíacas ou coronárias mal controladas
  • Déficit de vitamina K
  • Câncer de cabeça ou pescoço
  • Pessoas que passarão por procedimento cirúrgico
  • Mulheres grávidas ou durante o período de amamentação

Se você pertence a algum dos grupos anteriores, se consulte com um médico antes de tomar qualquer suplemento. Considere também o fato que esse aumento da mortalidade foi naquelas pessoas que consumiam doses excessivas de alfa tocoferol (300-500 UI diárias). Os complementos de vitamina E são considerados seguros quando dentro das doses recomendadas (15mg).

Dr. John SwartzbergMédico especialista em Medicina Interna

“[Traduzido do inglês] Para a maioria das pessoas, o melhor é apostar em uma dieta mais saudável. Nenhum estudo demonstrou efeitos nocivos relacionados com o consumo de baixos níveis de vitamina E presentes naturalmente em alimentos como os frutos secos, sementes, óleos vegetais, grãos integrais e as verduras de folhas verdes.”

Quais são os efeitos do déficit de vitamina E?

Enquanto que para as crianças o déficit de vitamina E é muito prejudicial para o desenvolvimento, nos adultos essa carência se manifesta de forma leve. Os níveis normais dessa vitamina giram em torno entre 5 e 20 mcg/ml (microgramas por mililitro). Se o nível for abaixo desse limiar, aparecem os seguintes sintomas:

  • Anemia leve
  • Déficits neurológicos inespecíficos: falta de concentração e alterações da sensibilidade
  • Dores musculares
  • Alterações visuais
  • Aumento de todos os processos oxidativos: aterosclerose e envelhecimento acelerado
  • Infertilidade masculina e feminina
  • Alterações da imunidade e de defesa do organismo perante infecções
  • Alterações no desenvolvimento do feto
Laura Gallardo (laurafitness.es)Nutricionista e personal trainer

“O déficit de vitamina E causa várias mudanças histológicas, distrofia muscular, formação de creatinina, diminuição da resposta imunitária e redução da fertilidade.”

Critérios de Compra

Os suplementos de vitamina E podem ser uma adição muito benéfica a sua dieta. Por outro lado, se você consome uma grande quantidade ou produtos de má qualidade, corre o risco de sofrer efeitos indesejados. Se você deseja suplementos seguros, efetivo e baratos, preste bastante atenção nos critérios de compra a seguir:

  • Interação farmacológicas
  • Alérgenos
  • Nutrição vegana ou vegetariana
  • Origem da matéria-prima
  • Custo-benefício

Interação farmacológicas

O alfa tocoferol se opõe aos mecanismos que promovem a coagulação sanguínea. Portanto, é preciso ter muito cuidado caso você tome medicamentos com essa mesma função. Os fármacos anticoagulantes (como Sintrom®, Adiro® ou Plavix®) podem provocar sangramento indesejado se forem consumidos juntamente a vitamina E.

Também já foi encontrada diversas interações entre os suplementos de vitamina E e outros medicamentos. Logicamente, esse efeito ocorre apenas com os complementos alimentares e não com os tocoferóis procedentes da dieta. Então, consulte um médico caso utilize um desses remédios:

  • Ciclosporina
  • Medicamentos metabolizados pelo fígado (como alguns analgésicos, antibióticos e ansiolíticos)
  • Quimioterapia
  • Estatinas
  • Niacina

View this post on Instagram

🌰 Vitamina E . 🌰 A vitamina E, tem fundamental importância para a nossa saúde, já que ela protege o nosso organismo contra as substâncias tóxicas ingeridas, inflamações nas articulações, arteriosclerose e melhora a circulação sanguínea. . 🌰 A vitamina E ainda previne o nosso corpo contra as doenças cardiovasculares. Possui potente ação antioxidante, proporcionando proteção à membrana que reveste as células do corpo e também para as lipoproteínas, que são responsáveis por transportar o colesterol no sangue, dessa forma previne a oxidação causada pelos radicais livres, que podem levar a formação das placas de ateroma (placas de gordura que são estocadas na superfície interna das paredes das artérias), que obstruem a passagem de sangue. . 🌰 A falta de vitamina E é rara (exceto em recém nascidos) e, quando acontece, geralmente é associada aos problemas de má absorção por distúrbios no fígado ou na vesícula biliar, pancreatite, fibrose cística ou ausência das quantidades adequadas do nutriente no consumo diário. . 🤓 Caso de dúvidas consulte um nutricionista ou médico. . #nutrição #vitaminas #vitaminae #antioxidantes #radicaislivres #oleaginosas

A post shared by Nutri In-Formação🔹Tay Oliveira (@nutri_in.formacao) on

Alérgenos

Os suplementos de vitamina E podem conter compostos capazes de produzir reações de hipersensibilidade ou alergia em algumas pessoas. Antes de escolher um suplemento, se certifique que ele não contém componentes (como o glúten, lactose ou derivados de soja) que possam causar malefícios.

Nutrição vegana ou vegetariana

O alfa tocoferol é um composto que é encontrado em altas quantidades nos alimentos de origem vegetal. Entretanto, os fabricantes tentam aumentar a capacidade de absorção do produto adicionando uma solução oleosa. Assim, todo esse material é armazenado em uma cápsula de gelatina.

As cápsulas de gelatina são criadas a partir de colágeno bovino ou suíno.

As cápsulas de gelatina são criadas a partir de colágeno bovino ou suíno, portanto, não são aptas para vegetarianos ou veganos. Para evitar isso, é possível adquirir um suplemento livre de gelatina, em formato de comprimidos ou cápsulas duras. Também existem produtos que utilizam gelatina vegana.

Origem da matéria-prima

Embora a qualidade do alfa tocoferol seja similar independentemente de sua origem, existe uma polêmica acerca dos suplementos que utilizam óleo de palma. O cultivo dessa planta é responsável pelo desmatamento de grandes áreas florestais do planeta e, portanto, muitos optam por não contribuir com essa indústria.

Se você é alguém que se preocupa com a origem da matéria-prima que é fabricada seu suplemento ou mesmo com as condições de trabalho das pessoas envolvidas nessa produção, procure por itens que consideram esses pontos ou mesmo entre em contato com os laboratórios farmacêuticos antes de sua compra.

Imagem de alimentos ricos em vitamina E.

A vitamina E é lipossolúvel e necessita se unir aos lipídeos para ser absorvida. (Fonte: Nadezhda Andriiakhina: 46723581 / 123rf.com)

Relação custo-benefício

Os complementos de vitamina E geralmente são baratos. Existem potes “menores” com centena de cápsulas que permitem a você suplementar durante meses. Não pague mais por um item com maior dose ou maior “potência”: no caso do alfa tocoferol, só é necessária uma dose mínima.

Resumo

A vitamina E, também conhecida como alfa tocoferol, é um antioxidante imprescindível para a saúde. Embora seja recomendado seguir uma dieta rica em gorduras saudáveis que oferece uma quantidade suficiente desse nutriente, é preciso suplementar por apenas um tempo limitado, sempre seguindo as instruções do fabricante.

O artigo buscou lhe ajudar a compreender melhor tudo sobre essa singular vitamina e a controvérsia que a rodeia. Se você fizer um uso prudente da vitamina E, certamente poderá melhorar sua saúde e ainda evitará qualquer malefício a seu organismo. “Menos é mais” quando se trata da vitamina E.

Se você gostou desse guia sobre a vitamina E, comente algo conosco ou o compartilhe em suas mídias sociais.

(Fonte da imagem destacada: Peogeo: 30072397 / 123rf.com)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
42 Voto(s), Média: 4,00 de 5
Loading...