meninas com frutas
Ultima atualização: 10 de agosto de 2020

Como escolhemos

18Produtos analisados

26Horas investidas

25Estudos avaliados

93Comentários coletados

Você acha que sua pele está sem brilho? Sofre de acne? Começou a observar algumas rugas? Você não está sozinho. Os problemas de pele afetam grande parte da população. No entanto, alguns “defeitos” podem ser melhorados ou evitados com um estilo de vida saudável. Dentro destes bons hábitos, estão o consumo de vitaminas. E, para esta finalidade, as vitaminas para a pele.

A nutrição e a beleza então fortemente ligadas, por isso que a alimentação e também as reservas de vitaminas no corpo humano vão influenciar diretamente no aspecto da pele. Esta situação levou as industrias cosméticas e dietéticas a desenvolver produtos específicos para a pele. Mas, estes produtos são efetivos?

O mais importante

  • A pele é o maior órgão do corpo. Você vai precisar de uma ingestão nutricional e vitamínica adequada para realizar suas funções (protetora, defensiva, endócrina, sensitiva, entre outras).
  • As vitaminas para a pele podem ter efeitos antioxidantes, antimanchas e estimulantes de colágeno se forem aplicadas diretamente sobre a pele. Se forem consumidas em forma de suplementos, ajudarão a evitar as carências nutricionais que podem afetar este órgão.
  • Na hora de escolher um produto com vitaminas para a pele, você deve optar por um cosmético ou um suplemento. Também será necessário decidir se você prefere uma única vitamina ou uma combinação de várias.

Vitaminas para a pele: Nossas recomendações

Ao procurar por “vitaminas para a pele” você vai encontrar milhares de produtos. Para facilitar sua busca, criamos uma lista com os melhores produtos de vitaminas para a pele. Por que não dar uma chance a um destes?

Uma ótima vitamina para pele, cabelo e unhas

As cápsulas da New Millen são compostas por colágeno, cromo, vitamina C e vitamina E. São recomendadas para a pele, unha e cabelo e também para fortalecimento dos músculos, consistência, elasticidade e efeito regenerativo. É uma opção muito prática, em uma embalagem com 120 cápsulas, a dose recomendada é de 2 cápsulas 2 vezes ao dia.

A melhor opção de vitamina C em cápsulas para a pele

A vitamina C, além de ser muito benéfica para a imunidade, também é recomendada para a saúde da pele. Com sua ação antioxidante que auxilia na proteção dos danos causados pelos radicais livres, também auxilia no metabolismo energético e de proteínas e gorduras. Em uma embalagem com 120 comprimidos, a dose recomendada é 1 a 2 comprimidos ao dia.

Uma vitamina completa para a pele

O Dermacaps é composto por colágeno, vitaminas e minerais que auxiliam a prevenir flacidez, estrias, celulite, rugas, e dar à sua pele um aspecto mais firme, além de devolver a elasticidade. Também suaviza os traços no rosto e fortalece cabelo e unhas. Em uma embalagem com 60 comprimidos, a dose recomendada é 2 comprimidos antes de dormir.

O sérum de vitamina C favorito dos usuários

O sérum de Vitamina C da Tracta é destacado por seu ótimo custo benefício. Tem um efeito clareador, que deixa a pele mais luminosa e uniforme, uma ação antioxidante, firmadora, antirrugas e antienvelhecimento. É indicado para todos os tipos de pele. Tem 30ml e conta gotas, que facilita a aplicação.

Tudo que você precisa saber sobre as vitaminas para a pele

As vitaminas são nutrientes essenciais para a saúde da pele. Estas moléculas nutritivas vão permitir que este órgão possa desenvolver sua função de barreira, protegendo nosso corpo das agressões externas. É muito melhor obter as vitaminas pela dieta, mas nem sempre é possível, por isso existem os suplementos e também alguns cosméticos que integram esta molécula na pele.

menina aplicar creme para a pele

A vitamina C contribui a lutar contra os radicais livres que causam o envelhecimento precoce da pele. (Fonte: Drobot: 58295075 / 123rf.com)

Qual é a importância das vitaminas para a pele?

Você sabia que a pele é considerada um órgão? Esta camada protetora nos permite regular nossa temperatura, nos comunicar com o meio ambiente (pelo toque) e nos defender contra as agressões externas (luz, poluição e germes).

Além disso, a pele também é capaz de sintetizar a vitamina D pela exposição à luz solar (1). No entanto, a maioria das pessoas atribui à pele uma importância mais “estética”. E não é de se estranhar!

Este órgão é nosso “cartão de visitas” para o mundo. Uma pele sem manchas, acne ou rugas é o ideal de beleza. Mas, o que fazer para conseguir? É necessário cuidar da pele para mantê-la saudável e bonita durante a vida toda.

Evitar a exposição prolongada ao sol, não fumar e evitar bebidas alcoólicas vai proteger contra o excesso de radicais livres, os agentes oxidantes que danificam e envelhecem a pele precocemente. Mas, e a nutrição? Do que a pele se alimenta?

A pele precisa de um suprimento equilibrado de nutrientes. Este órgão complexo exige gorduras saudáveis, proteínas e minerais para preservar sua integridade. E claro, também precisa de vitaminas! Elas são essenciais para a pele e tem um papel importante para sua saúde (2, 3, 4).

Ricardo RuizDermatologista

“Eu gosto muito da vitamina C como antioxidante para utilizar pela manhã. Se você vai sair ao ar livre, é necessário aplicá-la em cima do protetor solar. Pela noite, com produtos que favorecem a formação de colágeno, como o retinol, e depois de um creme hidratante.”

Vitamina A: pode combater o envelhecimento cutâneo?

A vitamina A é uma substância lipossolúvel (dissolvida e absorvida em gordura) essencial. Na pele, tem papel fundamental, permitindo que as células deste órgão se reproduzam e estruturem para criar a barreira cutânea, que protege o corpo das agressões comuns (5).

O precursor da vitamina, o beta-caroteno, também é uma molécula interessante. Sua função é capaz de “prender” os temidos radicais livres e inutilizá-los, o que protege a pele do envelhecimento precoce (7).

Além disso, a vitamina A também pode ser benéfica para a pele se aplicada diretamente sobre ela. Os produtos derivados desta vitamina (retinol, palmitato de retinol, entre outros) podem ser capazes de potencializar o crescimento de novas células, melhorando sua aparência (5).

  • Ingestão diária recomendada (IDR) de vitamina A em homens adultos: 700 microgramas (ɥg).
  • IDR de vitamina A em mulheres adultas não grávidas: 600 microgramas (ɥg) (6).
homem aplicar creme no rosto

A combinação das vitaminas C e E pode ser mais benéfica para a pele do que o uso separado destas moléculas. (Fonte: Maridav: 115599108 / 123rf.com)

Vitaminas do complexo B: para que a minha pele precisa?

Neste grupo, estão uma série de vitaminas hidrossolúveis (dissolvidas em água) e que são indispensáveis para a produção de energia e para a reprodução das células do corpo humano. As vitaminas do complexo B são oito moléculas indispensáveis para a saúde cutânea (8, 9).

As vitaminas B1, B2, B3, B5 e B6 podem favorecer a cicatrização de feridas e exercer um efeito protetor contra inflamações na pele. Sua carência pode causar coceira, descamação e úlceras na pele. Os séruns com niacinamida podem clarear manchas e melhorar a textura da pele (8).

A biotina (vitamina B7) é um nutriente muito importante para a pele, mas também para o cabelo e unhas. Sua carência pode provocar irritações cutâneas que geralmente afetam as áreas próximas do nariz e boca, além de calvície e unhas quebradiças (10).

A vitamina B12 e o ácido fólico (vitamina B9) são moléculas que preservam a integridade do DNA, material genético que guarda as células e permite que reproduzam e exerçam suas funções. Sua carência está relacionada com alterações na pigmentação da pele e surgimento de aftas (11, 12).

Vitamina (6) IDR em homens (adultos) IDR em mulheres (adultas não grávidas)
B1 (tiamina) 1,2 miligramas 1 miligrama
B2 (riboflavina) 1,6 miligramas 1,3 miligramas
B3 (niacina) 18 miligramas 14 miligramas
B5 (ácido pantotênico) 5 miligramas 5 miligramas
B6 (piridoxina) 1,5 miligramas 1,2 miligramas
B7 (biotina) 30 microgramas 30 microgramas
B9 (ácido fólico) 300 microgramas 300 microgramas
B12 (cobalamina) 2 microgramas 2 microgramas

Vitamina C: o melhor antioxidante para a pele?

A vitamina C é uma das moléculas mais importantes para a pele. Estre nutriente é necessário para a síntese do colágeno, uma proteína que fornece firmeza e elasticidade à pele. Além disso, tem ação antioxidante, protegendo as células dos radicais livres (13).

Na forma tópica, a vitamina C pode complementar a ação do protetor solar, minimizando os danos provocado pelos raios ultravioleta. Também previne manchas e estimula a produção de colágeno (5).

  • IDR de vitamina C em homens adultos: 60 miligramas (mg) (6). Os órgãos americanos recomendam uma quantidade maior, de 90 mg (14).
  • IDR de vitamina C em mulheres adultas não grávidas: 60 mg , de acordo com o órgão de saúde americano, 75 mg (14).

Vitamina D: afeta no aspecto da pele?

A verdadeira influência da vitamina D sobre a pele não é muito conhecida. Alguns estudos apontam que este nutriente pode melhorar os sintomas da psoríase e atuar como um fator protetor contra a radiação solar.

Outros estudos relacionam a carência (e o excesso) de vitamina D com uma piora na aparência da pele (rugas e manchas) (3). Ainda são necessários mais estudos para definir a verdadeira influência desta vitamina na pele. Por enquanto, a opção mais inteligente é evitar sua carência e evitar o excesso desnecessário.

  • IDR de vitamina D em homens adultos: 5 ɥg, o que equivale a 200 Unidades Internacionais (UI).
  • IDR de vitamina D em mulheres adultas não grávidas: 5 ɥg, o que equivale a 200 UI (6).
menina com pele lisa e preparada

É muito importante seguir as instruções do fabricante na hora de usar vitaminas para a pele. (Fonte: Drobot: 113605457 / 123rf.com)

Vitamina E: uma molécula antimanchas?

A vitamina E é uma molécula antioxidante que protege os nervos e artérias das ações dos radicais livres. Esta molécula tem sido utilizada em forma de cremes e séruns para curar úlceras, melhorar os sintomas da psoríase e para clarear as manchas, como melasma (5).

A vitamina E também pode aumentar a efetividade com a vitamina C. Se você utilizar um sérum com ambas as moléculas, vai potencializar seus efeitos antioxidantes e foto protetores. Infelizmente, é muito difícil encontrar um sérum realmente efetivo a base de vitamina E (2, 13).

  • IDR de vitamina E em homens adultos: 15 mg.
  • IDR de vitamina E em mulheres adultas não grávidas: 15 mg (6).

Vitamina K: acelera a cicatrização da pele?

A vitamina K é, muitas vezes, um nutriente “esquecido” pela maioria das pessoas. No entanto, esta molécula é necessária para a coagulação do sangue e para a cicatrização adequada de feridas. Este benefício tem sido estudado (15, 16).

  • IDR de vitamina K em homens adultos: 120 ɥg.
  • IDR de vitamina K em mulheres adultas não grávidas: 90 ɥg (6).

Os efeitos das vitaminas sobre a pele

Na seguinte tabela vamos resumir os principais efeitos das vitaminas sobre a pele. Estes dados são meramente informativos e a maioria pertence a estudos ativos. Se você tem alguma doença ou se preocupa com algum aspecto da sua pele, consulte um médico.

Vitamina Efeitos sobre a pele
A Como nutriente: Preserva a barreira cutânea e tem atividade antioxidante
Como sérum: Ação antimanchas e estimulação da regeneração epitelial (possível efeito antirrugas)
Complexo B Como nutriente: Possível atividade anti-inflamatória, necessária para a manutenção da pele e para a cicatrização de feridas
Vitamina B3 tópica: Possível atividade antimanchas.
C Como nutriente: Permite a síntese normal do colágeno e tem atividade antioxidante
Como sérum: Pode estimular a síntese de colágeno e tem atividade anti radicais livres, potencializa o efeito do protetor solar e permite “regenerar” a vitamina E, potencializando seus efeitos
D Como nutriente: Possível proteção contra a radiação solar (sobre estudo)
Tratamento tópico: Pode aliviar os sintomas da psoríase (sobre estudos)
E Como nutriente: Função antioxidante
Como sérum: Antioxidante e possível efeito antimanchas, também pode favorecer a cicatrização de feridas
K Como nutriente: Necessária para a coagulação sanguínea e para a cicatrização de feridas
Como sérum: Pode acelerar a cicatrização de úlceras e lesões cutâneas

Quais alimentos fornecem as vitaminas que minha pele precisa?

Como conseguir uma pele bela e brilhante? A resposta é fácil. Evite os tóxicos (tabaco, álcool e outras drogas), ambientes contaminados e se alimente de uma forma saudável. Estes serão os melhores aliados aos cuidados com a pele.

Uma alimentação saudável é essencial para uma pele saudável.

Mas, a que nos referimos exatamente quando falamos em dieta saudável para a pele? De acordo com especialistas, é importante evitar as dietas baixas em calorias e pobres em nutrientes e optar por uma alimentação saudável.

Em geral, uma alimentação equilibrada como a dieta mediterrânea será suficiente para cuidar da pele. Alguns produtos são especialmente ricos em vitaminas benéficas para a pele (2, 9, 17, 18).

Os legumes e frutas frescas são ricos em vitamina C. As hortaliças e frutas de cor laranja contém betacaroteno, o precursor da vitamina A. O azeite de oliva e óleo de girassol são fontes de vitamina E e os frutos do mar são ótimas fontes de vitamina D.

fruta saudável da pele

O camu-camu é uma fruta amazônica que tem a mais alta quantidade registrada de vitamina C natural. (Fonte: Ildipapp: 11398089 / 123rf.com)

Quais cuidados tomar com os suplementos de vitaminas para a pele?

Os suplementos de vitaminas para a pele devem ser utilizados apenas por adultos saudáveis. As pessoas que sofrem com doenças crônicas ou que estejam fazendo algum tratamento com medicamentos, devem consultar seu médico antes de utilizar estes suplementos.

  • Fumantes e ex-fumantes não devem utilizar suplementos de vitaminas para a pele. Nestas pessoas, foi descrito um aumento no risco de sofrer de câncer de pulmão ao tomar complementos de vitamina A, betacaroteno, vitaminas do complexo B ou vitamina E. O consumo de alimentos ricos nestes nutrientes sim, é seguro e recomendado para fumantes (19).
  • É muito importante seguir corretamente as instruções do suplemento. Não tome uma dose maior do que o recomendado. Se você estiver grávida ou acredita que pode estar, estes produtos podem ser nocivos para o feto (20). Não utilize por conta própria, sem consultar um especialista.
  • Os suplementos de vitaminas para a pele podem conter alérgenos como glúten, lactose, frutos do mar e soja. Confirme com o fabricante que o produto não contém ingredientes que você é alérgico. Se causar vômito, mal estar geral, dificuldade para respirar ou inflamações na pele durante o uso, pare de usar e procure um médico.
menina com creme para a pele

Evite os tóxicos (tabaco, álcool e outras drogas), ambientes contaminados e se alimente de uma forma saudável. Estes serão os melhores aliados aos cuidados com a pele. (Fonte: Veronastudio: 120030534 / 123rf.com)

Critérios de compra

A grande quantidade de produtos com vitaminas para a pele que estão disponíveis no mercado pode dificultar muito sua decisão final na hora de comprar. Revise os seguintes critérios de compra para escolher um produto adequado e utilize de forma segura e efetiva.

Cosméticos ou nutrição

Um sérum com vitaminas ou um suplemento com nutrientes para a pele? Se você deseja tratar apenas um problema cutâneo específico, aplicar as vitaminas diretamente sobre a pele pode ser uma opção mais segura e que você pode utilizar (em geral) por conta própria.

Por outro lado, os suplementos com vitaminas são mais recomendados se você tem uma carência nutricional. Neste caso, é possível que seu médico recomende adotar uma dieta mais equilibrada e utilizar um complemento para repor sua reserva de nutrientes.

óleo de barba

É necessário cuidar da pele para mantê-la saudável e bela durante toda a vida. (Fonte: Parilovv: 133397463 / 123rf.com)

Vitaminas específicas ou multivitamínicos

No mercado, você vai encontrar produtos que fornecem apenas uma vitamina e outros que as combinam. Qual escolher? Se falamos de cremes e séruns, lembre-se que algumas vitaminas precisam de um pH específico para serem ativados. Muitas vezes, misturar estas moléculas pode reduzir ou alterar seus efeitos:

  • Vitamina A (retinol) + vitamina C: A mistura dos ácidos pode irritar peles mais sensíveis. Alguns especialistas também se perguntam se o ácido ascórbico pode “desativar” parcialmente o retinol. Apesar da controvérsia, é uma combinação possivelmente efetiva (21).
  • Vitamina C + vitamina B3 (niacinamida): A combinação destas vitaminas pode causar uma reação que deixe as peles mais sensíveis vermelha e quente ao tato (“efeito flush”) (22).
  • Vitamina C + vitamina E: Esta combinação, ao contrário das anteriores, pode ter um efeito positivo. A vitamina C evita a oxidação da vitamina E e prolonga seu efeito benéfico sobre a pele (23).

No caso dos suplementos, tomar apenas a vitamina “que falta” será a opção mais econômica e com menos riscos. No entanto, se você segue uma dieta pobre em nutrientes, um polivitamínico pode ser a opção mais completa e segura (24).

foco

As frutas e verduras são grandes fontes de vitaminas antioxidantes, que podem prevenir o envelhecimento precoce da pele.

Vitaminas lipossolúveis ou hidrossolúveis

As vitaminas hidrossolúveis (C e complexo B) são facilmente eliminadas pela urina quando consumidas em excesso por pessoas saudáveis. Por isso, é mais difícil sofrer com uma dose elevada ou intoxicação destes nutrientes. Mesmo assim, a ingestão em grandes quantidades pode ter efeitos colaterais a longo prazo (25).

  • Vitamina C: Superar os 2000 mg/dia pode aumentar a possibilidade de pedras nos rins. Alguns estudos associaram a ingestão excessiva (300 mg/dia) de vitamina C e uma pior saúde cardiovascular.
  • Vitaminas do complexo B: É recomendado não ultrapassar a IDR específica de cada vitamina. Doses elevadas de vitaminas do complexo B podem elevar o risco de tumores (principalmente em fumantes). Se o limite tolerável de vitamina B3 (35 mg/dia para adultos) for superado, podem surgir inflamações na pele, dor de cabeça, enjoos e lesões no fígado.

As vitaminas lipossolúveis (A, D, E, K) são dissolvidas em gordura, são integradas nos tecidos e será muito difícil eliminá-las no caso de consumo excessivo. Se você não utilizar corretamente, pode sofrer de intoxicação. Lembre de ter ainda mais cuidado com as vitaminas lipossolúveis (25)!

  • Vitamina A: O limite tolerável é de 3000 ɥg/dia (adultos). Superá-lo pode provocar intoxicação grave (náusea, enjoo, confusão e dor generalizada) com risco de vida.
  • Vitamina D: O limite tolerável é de 4000 UI/dia (adultos). Se superado, pode causar desequilíbrio de cálcio e outros minerais. Sua intoxicação pode causar sintomas como enjoos e perda de apetite. O consumo superior ao recomendado pode diminuir a expectativa de vida a longo prazo.
  • Vitamina E: O limite tolerável é de 1000 mg/dia (adultos). A ingestão elevada de vitamina E pode até provocar hemorragias muito perigosas. Este problema pode ser mais comum em fumantes e pessoas que tomam aspirina diariamente.
  • Vitamina K: Esta vitamina não demostrou, por enquanto, capacidade de provocar intoxicações graves. No entanto, não é recomendado superar a IDR (90-120 ɥg/dia em adultos).
muitas frutas com vitaminas

Lembre-se de manter uma dieta equilibrada. (Fonte: Serg_v: 97015529 / 123rf.com)

Opções veganas ou vegetarianas

Se você é vegano ou vegetariano, está com sorte. Cada vez mais produtos de vitaminas para a pele são fabricados sem ingredientes animais. No entanto, se você quer garantir isso, procure o selo de qualidade vegano na embalagem.

Lembre-se que as cápsulas de gelatina geralmente tem origem animal, então não são aptas para dietas veganas ou vegetarianas. Se você vai consumir um produto em cápsulas, tenha certeza que o fabricante utiliza celulose (ou similar) para a fabricação das pílulas.

Resumo

Nossa pele é um órgão que exige muitos cuidados especiais. Evitar o tabaco, proteger do sol e seguir uma dieta saudável são hábitos mais do que recomendados para melhorar o aspecto da pele. Além disso, existem os séruns e cremes que aproveitam o potencial antioxidante das vitaminas para tratar problemas específicos na pele.

Se a nossa nutrição não é capaz de fornecer todas as vitaminas que precisamos para manter a pele saudável, é possível utilizar suplementos de vitaminas para complementar a dieta. Lembre-se que é recomendado que estes produtos sejam utilizados com supervisão do médico. E então, você já sabe como utilizar as vitaminas para a pele?

Se este guia te ajudou a entrar neste mundo tão interessante das vitaminas para a pele, compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!

(Fonte da imagem destacada: Samborskyi: 130344031 / 123rf.com)

Referências (25)

1. Pérez-Sánchez A, Barrajón-Catalán E, Herranz-López M, Micol V. Nutraceuticals for Skin Care: A Comprehensive Review of Human Clinical Studies. Nutrients [Internet]. 2018 Mar 24 ;10(4):403.
Fonte

2. Shapiro SS, Saliou C. Role of vitamins in skin care. Nutrition [Internet]. 2001 Oct ;17(10):839–44.
Fonte

3. Schagen SK, Zampeli VA, Makrantonaki E, Zouboulis CC. Discovering the link between nutrition and skin aging [Internet]. Vol. 4, Dermato-Endocrinology. 2012 . p. 298–307.
Fonte

4. Manela-Azulay M, Bagatin E. Cosmeceuticals vitamins. Clin Dermatol [Internet]. 2009 Sep ;27(5):469–74.
Fonte

5. Ganceviciene R, Liakou AI, Theodoridis A, Makrantonaki E, Zouboulis CC. Skin anti-aging strategies [Internet]. Vol. 4, Dermato-Endocrinology. Taylor & Francis; 2012 . p. 308–19.
Fonte

6. FESNAD. Ingestas Dietéticas de Referencia (IDR) para la Población Española, 2010. Act Dietética [Internet]. 2010 Oct;14(4):196–7.
Fonte

7. Eicker J, Kürten V, Wild S, Riss G, Goralczyk R, Krutmann J, et al. Betacarotene supplementation protects from photoaging-associated mitochondrial DNA mutation. Photochem Photobiol Sci [Internet]. 2003 ;2(6):655–9
Fonte

8. Mochizuki S, Takano M, Sugano N, Ohtsu M, Tsunoda K, Koshi R, et al. The effect of B vitamin supplementation on wound healing in type 2 diabetic mice. J Clin Biochem Nutr [Internet]. 2016 Jan 1 ;58(1):64–8
Fonte

9. Szyszkowska B, Łepecka-Klusek C, Kozłowicz K, Jazienicka I, Krasowska D. The influence of selected ingredients of dietary supplements on skin condition. Adv Dermatology Allergol [Internet]. 2014 ;3(3):174–81.
Fonte

10. Said HM. Intestinal absorption of water-soluble vitamins in health and disease [Internet]. Vol. 437, Biochemical Journal. NIH Public Access; 2011 . p. 357–72.
Fonte

11. Mori K, Ando I, Kukita A. Generalized hyperpigmentation of the skin due to vitamin B12 deficiency. J Dermatol [Internet]. 2001 May ;28(5):282–5.
Fonte

12. Chawla J, Kvarnberg D. Hydrosoluble vitamins. In: Handbook of Clinical Neurology [Internet]. Elsevier B.V.; 2014 . p. 891–914.
Fonte

13. Pullar JM, Carr AC, Vissers MCM. The Roles of Vitamin C in Skin Health. Nutrients [Internet]. 2017 Aug 12 [cited 2020 May 25];9(8):866.
Fonte

14. Vitamin C – Health Professional Fact Sheet [Internet].
Fonte

15. Pazyar N, Houshmand G, Yaghoobi R, Hemmati A, Zeineli Z, Ghorbanzadeh B. Wound healing effects of topical Vitamin K: A randomized controlled trial [Internet]. Vol. 51, Indian Journal of Pharmacology. Wolters Kluwer Medknow Publications; 2019 [cited 2020 Jun 11]. p. 88–92.
Fonte

16. DiNicolantonio JJ, Bhutani J, O’Keefe JH. The health benefits of Vitamin K [Internet]. Vol. 2, Open Heart. BMJ Publishing Group; 2015 [cited 2020 Jun 11]. p. e000300.
Fonte

17. Katta R, Desai SP. Diet and dermatology: The role of dietary intervention in skin disease [Internet]. Vol. 7, Journal of Clinical and Aesthetic Dermatology. Matrix Medical Communications; 2014 [cited 2020 May 24]. p. 46–51.
Fonte

18. Manríquez JJ, Majerson Gringberg D, Nicklas Diaz C. Wrinkles. BMJ Clin Evid [Internet]. 2008 Dec 16 [cited 2020 May 27];2008.
Fonte

19. Cancer Council NSW. Vitamin supplements and cancer [Internet]. 2015
Fonte

20. Medicines Agency E. Updated measures for pregnancy prevention during retinoid use. 2018;44(March).
Fonte

21. Seité S, Bredoux C, Compan D, Zucchi H, Lombard D, Medaisko C, et al. Histological Evaluation of a Topically Applied Retinol-Vitamin C Combination. Skin Pharmacol Physiol [Internet]. 2005 Mar ;18(2):81–7.
Fonte

22. Rolfe HM. A review of nicotinamide: treatment of skin diseases and potential side effects. J Cosmet Dermatol [Internet]. 2014 Dec 1 ;13(4):324–8.
Fonte

23. UV photoprotection by combination topical antioxidants vitamin C and vitamin E – Journal of the American Academy of Dermatology [Internet].
Fonte

24. Ward E. Addressing nutritional gaps with multivitamin and mineral supplements. Nutr J [Internet]. 2014 Dec 15 ;13(1):72.
Fonte

25. Office of Dietary Supplements (ODS) [Internet].
Fonte

Por que você pode confiar em nós?

Anabel Rodríguez Formada em Medicina
Formada em Medicina, tem como missão utilizar o método científico para encontrar novas formas de potencializar o rendimento esportivo e intelectual das pessoas. Quer conversar com as pessoas que desejam se informar sobre suplementação com base em evidências. Seus suplementos favoritos são a L-teanina e as vitaminas do grupo B.
Redatora do Saudável&Forte, Luiza pesquisa com muito cuidado e auxiliar na redação e edição de artigos relevantes que envolvem um dos temas que mais lhe interessam: o universo da suplementação.
Artigo científico
Pérez-Sánchez A, Barrajón-Catalán E, Herranz-López M, Micol V. Nutraceuticals for Skin Care: A Comprehensive Review of Human Clinical Studies. Nutrients [Internet]. 2018 Mar 24 ;10(4):403.
Ir para a fonte
Artigo científico
Shapiro SS, Saliou C. Role of vitamins in skin care. Nutrition [Internet]. 2001 Oct ;17(10):839–44.
Ir para a fonte
Artigo científico
Schagen SK, Zampeli VA, Makrantonaki E, Zouboulis CC. Discovering the link between nutrition and skin aging [Internet]. Vol. 4, Dermato-Endocrinology. 2012 . p. 298–307.
Ir para a fonte
Artigo científico
Manela-Azulay M, Bagatin E. Cosmeceuticals vitamins. Clin Dermatol [Internet]. 2009 Sep ;27(5):469–74.
Ir para a fonte
Artigo científico
Ganceviciene R, Liakou AI, Theodoridis A, Makrantonaki E, Zouboulis CC. Skin anti-aging strategies [Internet]. Vol. 4, Dermato-Endocrinology. Taylor & Francis; 2012 . p. 308–19.
Ir para a fonte
Documento oficial FESNAD
FESNAD. Ingestas Dietéticas de Referencia (IDR) para la Población Española, 2010. Act Dietética [Internet]. 2010 Oct;14(4):196–7.
Ir para a fonte
Artigo científico
Eicker J, Kürten V, Wild S, Riss G, Goralczyk R, Krutmann J, et al. Betacarotene supplementation protects from photoaging-associated mitochondrial DNA mutation. Photochem Photobiol Sci [Internet]. 2003 ;2(6):655–9
Ir para a fonte
Estudo clínico em animais
Mochizuki S, Takano M, Sugano N, Ohtsu M, Tsunoda K, Koshi R, et al. The effect of B vitamin supplementation on wound healing in type 2 diabetic mice. J Clin Biochem Nutr [Internet]. 2016 Jan 1 ;58(1):64–8
Ir para a fonte
Artigo científico
Szyszkowska B, Łepecka-Klusek C, Kozłowicz K, Jazienicka I, Krasowska D. The influence of selected ingredients of dietary supplements on skin condition. Adv Dermatology Allergol [Internet]. 2014 ;3(3):174–81.
Ir para a fonte
Artigo científico
Said HM. Intestinal absorption of water-soluble vitamins in health and disease [Internet]. Vol. 437, Biochemical Journal. NIH Public Access; 2011 . p. 357–72.
Ir para a fonte
Artigo científico
Mori K, Ando I, Kukita A. Generalized hyperpigmentation of the skin due to vitamin B12 deficiency. J Dermatol [Internet]. 2001 May ;28(5):282–5.
Ir para a fonte
Livro online
Chawla J, Kvarnberg D. Hydrosoluble vitamins. In: Handbook of Clinical Neurology [Internet]. Elsevier B.V.; 2014 . p. 891–914.
Ir para a fonte
Artigo científico
Pullar JM, Carr AC, Vissers MCM. The Roles of Vitamin C in Skin Health. Nutrients [Internet]. 2017 Aug 12 [cited 2020 May 25];9(8):866.
Ir para a fonte
Site oficial
Vitamin C – Health Professional Fact Sheet [Internet].
Ir para a fonte
Estudo clínico em humanos
Pazyar N, Houshmand G, Yaghoobi R, Hemmati A, Zeineli Z, Ghorbanzadeh B. Wound healing effects of topical Vitamin K: A randomized controlled trial [Internet]. Vol. 51, Indian Journal of Pharmacology. Wolters Kluwer Medknow Publications; 2019 [cited 2020 Jun 11]. p. 88–92.
Ir para a fonte
Artigo científico
DiNicolantonio JJ, Bhutani J, O’Keefe JH. The health benefits of Vitamin K [Internet]. Vol. 2, Open Heart. BMJ Publishing Group; 2015 [cited 2020 Jun 11]. p. e000300.
Ir para a fonte
Artigo científico
Katta R, Desai SP. Diet and dermatology: The role of dietary intervention in skin disease [Internet]. Vol. 7, Journal of Clinical and Aesthetic Dermatology. Matrix Medical Communications; 2014 [cited 2020 May 24]. p. 46–51.
Ir para a fonte
Artigo científico
Manríquez JJ, Majerson Gringberg D, Nicklas Diaz C. Wrinkles. BMJ Clin Evid [Internet]. 2008 Dec 16 [cited 2020 May 27];2008.
Ir para a fonte
Declaração oficial
Cancer Council NSW. Vitamin supplements and cancer [Internet]. 2015
Ir para a fonte
Documento oficial
Medicines Agency E. Updated measures for pregnancy prevention during retinoid use. 2018;44(March).
Ir para a fonte
Artigo científico
Seité S, Bredoux C, Compan D, Zucchi H, Lombard D, Medaisko C, et al. Histological Evaluation of a Topically Applied Retinol-Vitamin C Combination. Skin Pharmacol Physiol [Internet]. 2005 Mar ;18(2):81–7.
Ir para a fonte
Artigo científico
Rolfe HM. A review of nicotinamide: treatment of skin diseases and potential side effects. J Cosmet Dermatol [Internet]. 2014 Dec 1 ;13(4):324–8.
Ir para a fonte
Artigo científico
UV photoprotection by combination topical antioxidants vitamin C and vitamin E – Journal of the American Academy of Dermatology [Internet].
Ir para a fonte
Artigo científico
Ward E. Addressing nutritional gaps with multivitamin and mineral supplements. Nutr J [Internet]. 2014 Dec 15 ;13(1):72.
Ir para a fonte
Site oficial
Office of Dietary Supplements (ODS) [Internet].
Ir para a fonte